Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

ANP: Mercado avalia proibição de venda de etanol entre distribuidoras



23/09/2020 | 18:01


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) iniciou consulta pública para avaliar com os agentes de mercado a possibilidade de vetar a venda de etanol combustível entre duas distribuidoras. Com isso, o órgão regulador espera coibir inadimplências e sonegações de ICMS. Estudos de mercado relacionam o aumento das vendas de etanol hidratado entre distribuidoras a práticas irregulares.

A proposta da ANP prevê alteração no artigo 30 da resolução que trata do tema e, em seu parágrafo único, autoriza a diretoria da agência a vedar esse tipo de operação por tempo indeterminado, o que vem acontecendo desde 2017. O objetivo da revisão é alterar definitivamente a resolução no que se refere ao etanol hidratado, para reverter possível falha regulatória.

"Com a vedação adotada pela agência nos últimos anos, verificou-se que houve uma mudança nos agentes destinatários desse tipo de operação e que não apenas o volume comercializado se reduziu drasticamente, como também o número de agentes que fazem esse tipo de operação diminuiu", afirmou a ANP, em nota.

Depois do período de consulta pública, que permitirá que agentes de mercado encaminhem sugestões e comentários sobre o tema, haverá uma audiência pública, por videoconferência, no dia 27 de abril.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

ANP: Mercado avalia proibição de venda de etanol entre distribuidoras


23/09/2020 | 18:01


A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) iniciou consulta pública para avaliar com os agentes de mercado a possibilidade de vetar a venda de etanol combustível entre duas distribuidoras. Com isso, o órgão regulador espera coibir inadimplências e sonegações de ICMS. Estudos de mercado relacionam o aumento das vendas de etanol hidratado entre distribuidoras a práticas irregulares.

A proposta da ANP prevê alteração no artigo 30 da resolução que trata do tema e, em seu parágrafo único, autoriza a diretoria da agência a vedar esse tipo de operação por tempo indeterminado, o que vem acontecendo desde 2017. O objetivo da revisão é alterar definitivamente a resolução no que se refere ao etanol hidratado, para reverter possível falha regulatória.

"Com a vedação adotada pela agência nos últimos anos, verificou-se que houve uma mudança nos agentes destinatários desse tipo de operação e que não apenas o volume comercializado se reduziu drasticamente, como também o número de agentes que fazem esse tipo de operação diminuiu", afirmou a ANP, em nota.

Depois do período de consulta pública, que permitirá que agentes de mercado encaminhem sugestões e comentários sobre o tema, haverá uma audiência pública, por videoconferência, no dia 27 de abril.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;