Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Zona do euro: PMI composto cai a 50,1 em setembro, pressionado por serviços



23/09/2020 | 07:11


O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 51,9 em agosto para 50,1 em setembro, atingindo o menor nível em três meses, segundo dados preliminares divulgados nesta quarta-feira pela IHS Markit.

A leitura marginalmente acima de 50 mostra que a atividade do bloco está praticamente estagnada neste mês. O resultado também ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 51,6.

Apenas o PMI de serviços da zona do euro recuou de 50,5 em agosto a 47,6 em setembro, tocando o menor patamar em quatro meses. Neste caso, a projeção do mercado era de ligeira baixa a 50,4. Além disso, a estimativa abaixo de 50 aponta contração no setor de serviços.

Já o PMI industrial do bloco avançou de 51,7 para 53,7 no mesmo período, atingindo o maior nível em 25 meses. O consenso era de leve alta a 51,9.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Zona do euro: PMI composto cai a 50,1 em setembro, pressionado por serviços


23/09/2020 | 07:11


O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 51,9 em agosto para 50,1 em setembro, atingindo o menor nível em três meses, segundo dados preliminares divulgados nesta quarta-feira pela IHS Markit.

A leitura marginalmente acima de 50 mostra que a atividade do bloco está praticamente estagnada neste mês. O resultado também ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 51,6.

Apenas o PMI de serviços da zona do euro recuou de 50,5 em agosto a 47,6 em setembro, tocando o menor patamar em quatro meses. Neste caso, a projeção do mercado era de ligeira baixa a 50,4. Além disso, a estimativa abaixo de 50 aponta contração no setor de serviços.

Já o PMI industrial do bloco avançou de 51,7 para 53,7 no mesmo período, atingindo o maior nível em 25 meses. O consenso era de leve alta a 51,9.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;