Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Parlamento está lutando para dar resposta na proteção florestal, diz Alcolumbre



22/09/2020 | 16:23


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), evitou comentar o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça, 22, mas afirmou que o Congresso está focado em dar respostas à destruição das florestas. Alcolumbre declarou que não acompanhou o pronunciamento.

Na fala, Bolsonaro afirmou que os incêndios no Pantanal e na Amazônia são usados numa "brutal campanha de desinformação" com o objetivo de atacar o governo. O Senado criou uma comissão externa para acompanhar a situação do Pantanal.

Além disso, há pressão para criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) sobre o tema. "Se ele fez esse discurso, eu não acompanhei. Eu sei que nós estamos fazendo e todo dia lutando para dar respostas de proteção das nossas florestas e respeitando a legislação brasileira", declarou o Alcolumbre ao chegar no Senado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parlamento está lutando para dar resposta na proteção florestal, diz Alcolumbre


22/09/2020 | 16:23


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), evitou comentar o discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça, 22, mas afirmou que o Congresso está focado em dar respostas à destruição das florestas. Alcolumbre declarou que não acompanhou o pronunciamento.

Na fala, Bolsonaro afirmou que os incêndios no Pantanal e na Amazônia são usados numa "brutal campanha de desinformação" com o objetivo de atacar o governo. O Senado criou uma comissão externa para acompanhar a situação do Pantanal.

Além disso, há pressão para criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) sobre o tema. "Se ele fez esse discurso, eu não acompanhei. Eu sei que nós estamos fazendo e todo dia lutando para dar respostas de proteção das nossas florestas e respeitando a legislação brasileira", declarou o Alcolumbre ao chegar no Senado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;