Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Na ONU, Bolsonaro vai tocar na Amazônia e no que estamos fazendo, diz Mourão

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


21/09/2020 | 11:28


O vice-presidente Hamilton Mourão confirmou que o presidente Jair Bolsonaro vai usar o discurso na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira, 22, para rebater as críticas feitas ao Brasil em relação à Amazônia.

Conforme o Broadcast/Estadão antecipou, Bolsonaro tentará reverter o discurso de que governo brasileiro segue inerte na questão ambiental e, mais uma vez, deve afirmar que há uma perseguição contra o Brasil no contexto internacional. Tradicionalmente, o discurso de abertura da reunião é feito pelo presidente brasileiro.

"(Bolsonaro) vai tocar na Amazônia, mostrar em princípio o que estamos fazendo", disse Mourão ao chegar ao Palácio do Planalto nesta segunda-feira, 21, e citando ações como a criação do Conselho Nacional da Amazônia Legal e a operação do Exército contra as queimadas na floresta.

De acordo com o vice-presidente, o discurso de Bolsonaro vai focar no esforço do governo brasileiro para combater as irregularidades na floresta. "Não é simples, fácil, elas (irregularidades) continuar a ocorrer, infelizmente", afirmou Mourão. O vice coordena o Conselho da Amazônia Legal, criado para planejar o combate ao desmatamento ilegal na região.

A segunda participação de Bolsonaro na convenção ocorrerá de modo virtual por causa da pandemia do novo coronavírus. A fala é cercada de expectativa após uma estreia, no ano passado, considerada agressiva. Depois de ajustes pedidos pelo presidente, o discurso foi gravado na última quarta-feira, e enviado no dia seguinte para a organização da Assembleia-Geral da ONU.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na ONU, Bolsonaro vai tocar na Amazônia e no que estamos fazendo, diz Mourão


21/09/2020 | 11:28


O vice-presidente Hamilton Mourão confirmou que o presidente Jair Bolsonaro vai usar o discurso na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta terça-feira, 22, para rebater as críticas feitas ao Brasil em relação à Amazônia.

Conforme o Broadcast/Estadão antecipou, Bolsonaro tentará reverter o discurso de que governo brasileiro segue inerte na questão ambiental e, mais uma vez, deve afirmar que há uma perseguição contra o Brasil no contexto internacional. Tradicionalmente, o discurso de abertura da reunião é feito pelo presidente brasileiro.

"(Bolsonaro) vai tocar na Amazônia, mostrar em princípio o que estamos fazendo", disse Mourão ao chegar ao Palácio do Planalto nesta segunda-feira, 21, e citando ações como a criação do Conselho Nacional da Amazônia Legal e a operação do Exército contra as queimadas na floresta.

De acordo com o vice-presidente, o discurso de Bolsonaro vai focar no esforço do governo brasileiro para combater as irregularidades na floresta. "Não é simples, fácil, elas (irregularidades) continuar a ocorrer, infelizmente", afirmou Mourão. O vice coordena o Conselho da Amazônia Legal, criado para planejar o combate ao desmatamento ilegal na região.

A segunda participação de Bolsonaro na convenção ocorrerá de modo virtual por causa da pandemia do novo coronavírus. A fala é cercada de expectativa após uma estreia, no ano passado, considerada agressiva. Depois de ajustes pedidos pelo presidente, o discurso foi gravado na última quarta-feira, e enviado no dia seguinte para a organização da Assembleia-Geral da ONU.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;