Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fumaça do Pantanal e da Amazônia parte de São Paulo em direção ao Rio e Minas



19/09/2020 | 20:40


Um corredor de fumaça formado nas queimadas do Pantanal, Amazônia e Bolívia está a caminho do Rio de Janeiro e Minas Gerais, após atingir a cidade de São Paulo e o interior do Estado neste sábado. A tendência é de piora qualidade do ar na região Sudeste do País, o que pode provocar problemas respiratórios na população e a ocorrência de chuva preta, segundo a MetSul Meteorologia.

O número de queimadas no Pantanal bateu recorde para um mês apenas nos primeiros 16 dias de setembro. Além disso, nos últimos dias, a Bolívia voltou a enfrentar grandes incêndios, o que representa mais uma fonte de carbono negro na atmosfera.

A fumaça já está contribuindo para piorar a qualidade do ar em alguns pontos da região metropolitana paulista. De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), foram registrados hoje alertas laranja e vermelho, que sinalizam qualidades de ar ruim e muito ruim, respectivamente.

A MetSul Meteorologia prevê ainda a possibilidade de ocorrência de chuva preta na capital e no interior paulista e em alguns locais do Mato Grosso do Sul até o início da semana.

O mesmo fenômeno aconteceu em agosto do ano passado, quando nuvens escuras típicas de um dia de tempestade, com redução de luminosidade, provocaram a sensação de que a noite tinha chegado mais cedo do que habitualmente. Neste caso, a chuva preta foi causada por incêndios na Bolívia e na região amazônica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fumaça do Pantanal e da Amazônia parte de São Paulo em direção ao Rio e Minas


19/09/2020 | 20:40


Um corredor de fumaça formado nas queimadas do Pantanal, Amazônia e Bolívia está a caminho do Rio de Janeiro e Minas Gerais, após atingir a cidade de São Paulo e o interior do Estado neste sábado. A tendência é de piora qualidade do ar na região Sudeste do País, o que pode provocar problemas respiratórios na população e a ocorrência de chuva preta, segundo a MetSul Meteorologia.

O número de queimadas no Pantanal bateu recorde para um mês apenas nos primeiros 16 dias de setembro. Além disso, nos últimos dias, a Bolívia voltou a enfrentar grandes incêndios, o que representa mais uma fonte de carbono negro na atmosfera.

A fumaça já está contribuindo para piorar a qualidade do ar em alguns pontos da região metropolitana paulista. De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), foram registrados hoje alertas laranja e vermelho, que sinalizam qualidades de ar ruim e muito ruim, respectivamente.

A MetSul Meteorologia prevê ainda a possibilidade de ocorrência de chuva preta na capital e no interior paulista e em alguns locais do Mato Grosso do Sul até o início da semana.

O mesmo fenômeno aconteceu em agosto do ano passado, quando nuvens escuras típicas de um dia de tempestade, com redução de luminosidade, provocaram a sensação de que a noite tinha chegado mais cedo do que habitualmente. Neste caso, a chuva preta foi causada por incêndios na Bolívia e na região amazônica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;