Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Técnico da Ponte cobra consistência na Série B: 'Temos de pontuar sempre'



18/09/2020 | 21:45


O técnico João Brigatti cobrou maior consistência à Ponte Preta, nesta sexta-feira. Na sua avaliação, o time campineiro precisa somar pontos em todos os jogos, a começar pelo duelo contra o Operário neste sábado, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

"Hoje eu vejo que o mando de campo não é mais tão determinante. A falta de torcida deixa uma situação atípica. Conseguimos três vitórias fora de casa, por exemplo. Antes, com torcida, a pressão, a atmosfera do estádio eram diferentes. A torcida da Ponte faz muita falta, mas temos que manter nossa imposição e tentar fazer prevalecer o Majestoso. São jogos decisivos dentro de campo e temos de estar pontuando sempre para se manter nas primeiras colocações", afirmou o treinador.

Como mandante, a Ponte Preta tem duas vitórias, um empate e uma derrota. Com 17 pontos após duas vitórias seguidas, o clube paulista está a três da liderança. Neste jogo, Brigatti completará 50 partidas à frente do time de Campinas.

"Fico feliz por alcançar essa marca, é uma marca relevante, é um privilégio. Não é para qualquer um. Eu tive o privilégio de ser atleta da Ponte, preparador de goleiros, auxiliar e agora técnico. Pretendo sempre ajudar o clube", disse o comandante.

Em relação ao time, ele irá manter Luizão como opção. O zagueiro está livre de suspensão, mas como não poderá atuar na Copa do Brasil, a zaga terá Wellington Carvalho e Alisson. No meio-campo, a dúvida fica por conta de Dawhan e Neto Moura.

"O Alisson e o Carvalho seguem. É uma partida importante, precisamos do resultado e não posso arriscar. A gente respeita demais o Luizão, também respeitamos o Léo, mas precisamos ter estabilidade nesse setor. Como o Luizão não pode disputar a Copa do Brasil, não adianta mudar agora e depois ter de mudar de novo contra o América. Então vamos dar sequência para os dois", explicou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Técnico da Ponte cobra consistência na Série B: 'Temos de pontuar sempre'


18/09/2020 | 21:45


O técnico João Brigatti cobrou maior consistência à Ponte Preta, nesta sexta-feira. Na sua avaliação, o time campineiro precisa somar pontos em todos os jogos, a começar pelo duelo contra o Operário neste sábado, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida será disputada no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

"Hoje eu vejo que o mando de campo não é mais tão determinante. A falta de torcida deixa uma situação atípica. Conseguimos três vitórias fora de casa, por exemplo. Antes, com torcida, a pressão, a atmosfera do estádio eram diferentes. A torcida da Ponte faz muita falta, mas temos que manter nossa imposição e tentar fazer prevalecer o Majestoso. São jogos decisivos dentro de campo e temos de estar pontuando sempre para se manter nas primeiras colocações", afirmou o treinador.

Como mandante, a Ponte Preta tem duas vitórias, um empate e uma derrota. Com 17 pontos após duas vitórias seguidas, o clube paulista está a três da liderança. Neste jogo, Brigatti completará 50 partidas à frente do time de Campinas.

"Fico feliz por alcançar essa marca, é uma marca relevante, é um privilégio. Não é para qualquer um. Eu tive o privilégio de ser atleta da Ponte, preparador de goleiros, auxiliar e agora técnico. Pretendo sempre ajudar o clube", disse o comandante.

Em relação ao time, ele irá manter Luizão como opção. O zagueiro está livre de suspensão, mas como não poderá atuar na Copa do Brasil, a zaga terá Wellington Carvalho e Alisson. No meio-campo, a dúvida fica por conta de Dawhan e Neto Moura.

"O Alisson e o Carvalho seguem. É uma partida importante, precisamos do resultado e não posso arriscar. A gente respeita demais o Luizão, também respeitamos o Léo, mas precisamos ter estabilidade nesse setor. Como o Luizão não pode disputar a Copa do Brasil, não adianta mudar agora e depois ter de mudar de novo contra o América. Então vamos dar sequência para os dois", explicou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;