Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cachorrão supera 19 desfalques, vence e se aproxima da classificação na Série A-3

Brendow Felipe/EC São Bernardo Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Time tem 15 baixas por Covid-19, além de dois machucados e dois suspensos, mas bate Desportivo Brasil por 3 a 1


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

18/09/2020 | 17:19


O EC São Bernardo teve uma tarde de superação nesta sexta-feira, no Estádio 1º de Maio, no retorno do Campeonato Paulista da Série A-3. Depois de seis meses sem jogar, o Cachorrão teve um imprevisto de última hora. Aliás, um não, 15. Este foi o total de jogadores que testaram positivo para a Covid-19 e ficaram fora de combate. Com dois machucados e dois suspensos, eram 19 os desfalques do técnico Renato Peixe para a partida. Ainda assim, mesmo com apenas um goleiro e dois jogadores de linha como opções no banco de reservas, a equipe do Grande ABC venceu o Desportivo Brasil por 3 a 1, de virada, e se aproximou da classificação para o mata-mata.

Com um time montado "do jeito que deu", Renato Peixe utilizou o quarto goleiro, Faccas, colocou o atacante Gustavo como volante. Enfim, fez o que pôde para armar o time. Bem postado e compactado, o Cachorrão se desdobrou para contornar todos os problemas. Mas quando Caio César abriu o placar para o time de Porto Feliz, aos 36 minutos do primeiro tempo, parecia que a partida teria outro desfecho. Até que, aos 46, um toque de mão dentro da área proporcionou penalidade que o estreante Iago converteu.

Na segunda etapa, Francisco Alex e Tito cansaram e tiveram de ser substituídos. Entraram Tony e Matheus Mangolin, únicos dois jogadores de linha na suplência. Wilson e Felipe Sussai, com cãibras, tiveram de aguentar até o fim. E quis o destino que Matheus Mangolin fizesse o gol da virada do Cachorrão. Um golaço, aliás. Aos 33, ele acertou o ângulo: 2 a 1. Ainda deu tempo para, aos 36, em novo toque de mão e penalidade marcada para o EC São Bernardo, Iago marcar o terceiro e decretar a vitória alvinegra.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cachorrão supera 19 desfalques, vence e se aproxima da classificação na Série A-3

Time tem 15 baixas por Covid-19, além de dois machucados e dois suspensos, mas bate Desportivo Brasil por 3 a 1

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

18/09/2020 | 17:19


O EC São Bernardo teve uma tarde de superação nesta sexta-feira, no Estádio 1º de Maio, no retorno do Campeonato Paulista da Série A-3. Depois de seis meses sem jogar, o Cachorrão teve um imprevisto de última hora. Aliás, um não, 15. Este foi o total de jogadores que testaram positivo para a Covid-19 e ficaram fora de combate. Com dois machucados e dois suspensos, eram 19 os desfalques do técnico Renato Peixe para a partida. Ainda assim, mesmo com apenas um goleiro e dois jogadores de linha como opções no banco de reservas, a equipe do Grande ABC venceu o Desportivo Brasil por 3 a 1, de virada, e se aproximou da classificação para o mata-mata.

Com um time montado "do jeito que deu", Renato Peixe utilizou o quarto goleiro, Faccas, colocou o atacante Gustavo como volante. Enfim, fez o que pôde para armar o time. Bem postado e compactado, o Cachorrão se desdobrou para contornar todos os problemas. Mas quando Caio César abriu o placar para o time de Porto Feliz, aos 36 minutos do primeiro tempo, parecia que a partida teria outro desfecho. Até que, aos 46, um toque de mão dentro da área proporcionou penalidade que o estreante Iago converteu.

Na segunda etapa, Francisco Alex e Tito cansaram e tiveram de ser substituídos. Entraram Tony e Matheus Mangolin, únicos dois jogadores de linha na suplência. Wilson e Felipe Sussai, com cãibras, tiveram de aguentar até o fim. E quis o destino que Matheus Mangolin fizesse o gol da virada do Cachorrão. Um golaço, aliás. Aos 33, ele acertou o ângulo: 2 a 1. Ainda deu tempo para, aos 36, em novo toque de mão e penalidade marcada para o EC São Bernardo, Iago marcar o terceiro e decretar a vitória alvinegra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;