Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cinco países consideram entrar no acordo de paz com Israel, diz chefe de gabinete da Casa Branca



18/09/2020 | 00:57


O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que outros cinco países estão considerando entrar no acordo de paz assinado nesta semana entre Israel, Emirados Árabes Unidos e Bahrein e intermediado pelos Estados Unidos. As declarações de Meadows foram concedidas a repórteres na noite de ontem.

Meadows se recusou a identificar quais países iriam aderir ao acordo, que visa isolar o Irã dos países do Golfo e de Israel. Segundo ele, três dos países interessados em aderir ao acordo estão na região e dois estão fora da região.

Os chamados acordos de Abraham normalizam as relações entre as nações e isolam ainda mais o Irã. O acordo também deixa de fora os palestinos, que não se envolveram com o governo Trump e seus esforços de paz, desde que Washington reconheceu Jerusalém como a capital de Israel. Fonte: Dow Jones Newswires



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cinco países consideram entrar no acordo de paz com Israel, diz chefe de gabinete da Casa Branca


18/09/2020 | 00:57


O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que outros cinco países estão considerando entrar no acordo de paz assinado nesta semana entre Israel, Emirados Árabes Unidos e Bahrein e intermediado pelos Estados Unidos. As declarações de Meadows foram concedidas a repórteres na noite de ontem.

Meadows se recusou a identificar quais países iriam aderir ao acordo, que visa isolar o Irã dos países do Golfo e de Israel. Segundo ele, três dos países interessados em aderir ao acordo estão na região e dois estão fora da região.

Os chamados acordos de Abraham normalizam as relações entre as nações e isolam ainda mais o Irã. O acordo também deixa de fora os palestinos, que não se envolveram com o governo Trump e seus esforços de paz, desde que Washington reconheceu Jerusalém como a capital de Israel. Fonte: Dow Jones Newswires

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;