Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Diante de polêmica, projeto de permuta de áreas é adiado em Sto.André

Com sessão virtual, base evitou colocar proposta que trata da UBS da Vila Guiomar em votação


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

17/09/2020 | 23:04


Em sessão realizada ontem em ambiente virtual, o projeto do governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), que trata de permuta de áreas e reconstrução da UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Guiomar via iniciativa privada, foi adiado na Câmara. Diante de polêmica dada nos bastidores, levantada por partidos de oposição, a base de sustentação ao Executivo evitou colocar a matéria em votação, uma vez que há necessidade de 14 crivos favoráveis – dois terços – para sua aprovação.

Na plenária de forma on-line, não há segurança em relação ao quórum presente. A apreciação seria definitiva. Isso porque, na terça-feira, o Legislativo deu aval, em primeira discussão – foram 14 sim, cinco votos contrários, do PT, e duas ausências. Na ocasião, técnicos da Prefeitura compareceram na casa para apresentar detalhes do projeto e esclarecer questionamentos dos parlamentares. A proposta tende a ser analisada novamente na sessão de terça-feira, quando é efetivada a sessão presencial.

O texto abrange a desafetação de espaço público, da UBS, situada na Rua das Silveiras, que tem 3.250 metros quadrados. A troca se dá por outro terreno, de 968 metros quadrados, próximo ao local, onde o terceiro ficará responsável por erquer o novo equipamento de saúde. Por conta da diferença de tamanho e valores, a proposta inclui contrapartidas no valor de R$ 3,8 milhões, como revitalização da praça do entorno e reforma do antigo prédio da Defesa Civil.

Líder do governo na casa, o vereador Fábio Lopes (Cidadania) ponderou ter identificado críticas no meio político apenas do lado da oposição eleitoral, alegando que, se houver ciência do teor integral da proposta, a polêmica cessaria. Segundo ele, o adiamento, contudo, não teve influência desta pressão. “Oposição por oposição não funciona. É projeto importante, não me sinto à vontade de fazer no virtual. Ele resolve, ao mesmo tempo, a questão da reestruturação da UBS, mobilidade, revitalização do entorno, sem dinheiro da Prefeitura. Tudo com transparência. Só vejo vantagem, não enxergo prejuízo ao erário.”  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diante de polêmica, projeto de permuta de áreas é adiado em Sto.André

Com sessão virtual, base evitou colocar proposta que trata da UBS da Vila Guiomar em votação

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

17/09/2020 | 23:04


Em sessão realizada ontem em ambiente virtual, o projeto do governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), que trata de permuta de áreas e reconstrução da UBS (Unidade Básica de Saúde) da Vila Guiomar via iniciativa privada, foi adiado na Câmara. Diante de polêmica dada nos bastidores, levantada por partidos de oposição, a base de sustentação ao Executivo evitou colocar a matéria em votação, uma vez que há necessidade de 14 crivos favoráveis – dois terços – para sua aprovação.

Na plenária de forma on-line, não há segurança em relação ao quórum presente. A apreciação seria definitiva. Isso porque, na terça-feira, o Legislativo deu aval, em primeira discussão – foram 14 sim, cinco votos contrários, do PT, e duas ausências. Na ocasião, técnicos da Prefeitura compareceram na casa para apresentar detalhes do projeto e esclarecer questionamentos dos parlamentares. A proposta tende a ser analisada novamente na sessão de terça-feira, quando é efetivada a sessão presencial.

O texto abrange a desafetação de espaço público, da UBS, situada na Rua das Silveiras, que tem 3.250 metros quadrados. A troca se dá por outro terreno, de 968 metros quadrados, próximo ao local, onde o terceiro ficará responsável por erquer o novo equipamento de saúde. Por conta da diferença de tamanho e valores, a proposta inclui contrapartidas no valor de R$ 3,8 milhões, como revitalização da praça do entorno e reforma do antigo prédio da Defesa Civil.

Líder do governo na casa, o vereador Fábio Lopes (Cidadania) ponderou ter identificado críticas no meio político apenas do lado da oposição eleitoral, alegando que, se houver ciência do teor integral da proposta, a polêmica cessaria. Segundo ele, o adiamento, contudo, não teve influência desta pressão. “Oposição por oposição não funciona. É projeto importante, não me sinto à vontade de fazer no virtual. Ele resolve, ao mesmo tempo, a questão da reestruturação da UBS, mobilidade, revitalização do entorno, sem dinheiro da Prefeitura. Tudo com transparência. Só vejo vantagem, não enxergo prejuízo ao erário.”  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;