Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paulo Bio retira candidatura à Prefeitura de Mauá

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-vereador cita compromissos profissionais como empecilho para dedicação total a um projeto eleitoral; PV libera filiados sobre apoio


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/09/2020 | 16:10


Ex-vereador de Mauá, o empresário Paulo Bio (PV) retirou a pré-candidatura à Prefeitura na eleição deste ano. A decisão foi tomada nesta semana, a derradeira para realização das convenções para homologar as candidaturas.

Segundo o verde, os compromissos empresariais impediram que ele pudesse se dedicar 100% a uma campanha eleitoral no momento. “Só posso agradecer a todas as manifestações, a todo apoio que recebi desde que anunciei a pré-candidatura. Mas na minha área o mercado está muito bom, minha empresa com empreendimentos novos, grandes empreendimentos, e não iria conseguir conciliar”, salientou o político. “Continuo querendo que Mauá cresça, se desenvolva, e vou ajudar como eu posso, gerando empregos, pagando impostos, contribuindo. Terei de adiar meu sonho.”

Bio é do ramo imobiliário e, nos últimos anos, sua empresa se especializou em trabalhar com fundos imobiliários e, recentemente, focou esforços na construção de galpões empresariais e industriais. Ele citou que um dos grandes empreendimentos que sua firma está à frente é a construção de um condomínio empresarial de uma multinacional de logística.

Conforme o ex-parlamentar, o grupo do PV foi liberado pelo partido sobre o posicionamento eleitoral. Ou seja, os filiados poderão apoiar quem eles quiserem no pleito mauaense, sem restrição de nomes. “Não impusemos nada, até porque todo projeto estava muito focado na minha pré-candidatura. Só sei que o sentimento que vejo no partido é pela mudança”, discorreu.

O verde se elegeu vereador pela primeira vez em 1992. Na eleição seguinte, em 1996, concorreu à Prefeitura, ficando com o terceiro lugar – 21,7 mil votos, atrás de Oswaldo Dias (PT), eleito à ocasião, e Leonel Damo (MDB), segundo colocado. Depois, voltou à Câmara nas legislaturas 2001-2004 e 2005-2008. Em 2012, concorreu novamente ao Paço, também pelo PV, e ficou na sexta posição. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Bio retira candidatura à Prefeitura de Mauá

Ex-vereador cita compromissos profissionais como empecilho para dedicação total a um projeto eleitoral; PV libera filiados sobre apoio

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/09/2020 | 16:10


Ex-vereador de Mauá, o empresário Paulo Bio (PV) retirou a pré-candidatura à Prefeitura na eleição deste ano. A decisão foi tomada nesta semana, a derradeira para realização das convenções para homologar as candidaturas.

Segundo o verde, os compromissos empresariais impediram que ele pudesse se dedicar 100% a uma campanha eleitoral no momento. “Só posso agradecer a todas as manifestações, a todo apoio que recebi desde que anunciei a pré-candidatura. Mas na minha área o mercado está muito bom, minha empresa com empreendimentos novos, grandes empreendimentos, e não iria conseguir conciliar”, salientou o político. “Continuo querendo que Mauá cresça, se desenvolva, e vou ajudar como eu posso, gerando empregos, pagando impostos, contribuindo. Terei de adiar meu sonho.”

Bio é do ramo imobiliário e, nos últimos anos, sua empresa se especializou em trabalhar com fundos imobiliários e, recentemente, focou esforços na construção de galpões empresariais e industriais. Ele citou que um dos grandes empreendimentos que sua firma está à frente é a construção de um condomínio empresarial de uma multinacional de logística.

Conforme o ex-parlamentar, o grupo do PV foi liberado pelo partido sobre o posicionamento eleitoral. Ou seja, os filiados poderão apoiar quem eles quiserem no pleito mauaense, sem restrição de nomes. “Não impusemos nada, até porque todo projeto estava muito focado na minha pré-candidatura. Só sei que o sentimento que vejo no partido é pela mudança”, discorreu.

O verde se elegeu vereador pela primeira vez em 1992. Na eleição seguinte, em 1996, concorreu à Prefeitura, ficando com o terceiro lugar – 21,7 mil votos, atrás de Oswaldo Dias (PT), eleito à ocasião, e Leonel Damo (MDB), segundo colocado. Depois, voltou à Câmara nas legislaturas 2001-2004 e 2005-2008. Em 2012, concorreu novamente ao Paço, também pelo PV, e ficou na sexta posição. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;