Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grillo retira nome do páreo e apoia PSDB

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Então pré-candidato do MDB anuncia desistência e atrela que decisão visa contribuir com projeto nacional


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

12/09/2020 | 19:47


Então pré-candidato a prefeito pelo MDB, o empresário Wagner Grillo confirmou hoje a desistência do projeto majoritário emedebista. Em documento, Grillo, que também preside o partido na esfera municipal, comunicou a retirada de seu nome da disputa e anunciou apoio à pré-candidatura à reeleição do prefeito Paulo Serra (PSDB). A decisão, portanto, coloca a legenda no arco de alianças tucano, que agora conta com 11 agremiação. A chapa proporcional será mantida pela sigla.

“A decisão visa contribuir com o projeto nacional da sigla. O MDB de Santo André segue firme na luta pelo bem estar social, crescimento da nossa cidade e continuará no pleito com sua chapa de vereadores, sempre comprometido com a honestidade e o fortalecimento da democracia. O diretório municipal declara apoio à candidatura majoritária do atual prefeito à reeleição Paulo Serra”, relata o dirigente, em trecho do comunicado.

Ao Diário, Grillo pontuou que o MDB local, bem como o nacional, entende que o momento delicado pelo qual vive o País "não é de dividir forças". "É hora de somar. Conversamos e entendemos que é melhor neste momento somar do que dividir. Tomamos essa decisão com muito cuidado, mas com toda a certeza do que estamos fazendo. O prefeito tem realizado bom trabalho à frente da cidade, principalmente neste período de pandemia (de Covid-19)", justificou, ao acrescentar que, apesar da convenção mantida no dia 15, às 11h15, estará amanhã no segundo dia de evento organizado pela coligação tucana.

Em São Paulo, o MDB entrou como vice na chapa do PSDB, escolhendo o vereador paulistano Ricardo Nunes como companheiro da dobrada. Em solo andreense, por sua vez, já havia tido ruptura. Anteriormente, ainda no começo do ano, o partido  trabalhava com a pré-candidatura do empresário Evenson Dotto, ex-presidente da Acisa (Associação Comercial e industrial de Santo André). Ele, contudo, retirou-se do páreo em junho, sob alegação de compromissos profissionais e pessoais. Alguns dias depois, Grillo assumiu o papel de encabeçar a empreitada solo emedebista. 

O tucano alegou que a aliança que se configura, “com mais essa importante adesão do MDB, é resultado do processo de reconstrução, que começou em janeiro de 2017”. Em 2016, Paulo Serra acumulava quatro legendas na coligação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grillo retira nome do páreo e apoia PSDB

Então pré-candidato do MDB anuncia desistência e atrela que decisão visa contribuir com projeto nacional

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

12/09/2020 | 19:47


Então pré-candidato a prefeito pelo MDB, o empresário Wagner Grillo confirmou hoje a desistência do projeto majoritário emedebista. Em documento, Grillo, que também preside o partido na esfera municipal, comunicou a retirada de seu nome da disputa e anunciou apoio à pré-candidatura à reeleição do prefeito Paulo Serra (PSDB). A decisão, portanto, coloca a legenda no arco de alianças tucano, que agora conta com 11 agremiação. A chapa proporcional será mantida pela sigla.

“A decisão visa contribuir com o projeto nacional da sigla. O MDB de Santo André segue firme na luta pelo bem estar social, crescimento da nossa cidade e continuará no pleito com sua chapa de vereadores, sempre comprometido com a honestidade e o fortalecimento da democracia. O diretório municipal declara apoio à candidatura majoritária do atual prefeito à reeleição Paulo Serra”, relata o dirigente, em trecho do comunicado.

Ao Diário, Grillo pontuou que o MDB local, bem como o nacional, entende que o momento delicado pelo qual vive o País "não é de dividir forças". "É hora de somar. Conversamos e entendemos que é melhor neste momento somar do que dividir. Tomamos essa decisão com muito cuidado, mas com toda a certeza do que estamos fazendo. O prefeito tem realizado bom trabalho à frente da cidade, principalmente neste período de pandemia (de Covid-19)", justificou, ao acrescentar que, apesar da convenção mantida no dia 15, às 11h15, estará amanhã no segundo dia de evento organizado pela coligação tucana.

Em São Paulo, o MDB entrou como vice na chapa do PSDB, escolhendo o vereador paulistano Ricardo Nunes como companheiro da dobrada. Em solo andreense, por sua vez, já havia tido ruptura. Anteriormente, ainda no começo do ano, o partido  trabalhava com a pré-candidatura do empresário Evenson Dotto, ex-presidente da Acisa (Associação Comercial e industrial de Santo André). Ele, contudo, retirou-se do páreo em junho, sob alegação de compromissos profissionais e pessoais. Alguns dias depois, Grillo assumiu o papel de encabeçar a empreitada solo emedebista. 

O tucano alegou que a aliança que se configura, “com mais essa importante adesão do MDB, é resultado do processo de reconstrução, que começou em janeiro de 2017”. Em 2016, Paulo Serra acumulava quatro legendas na coligação. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;