Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Aglomerações apresentarão efeito em duas semanas

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Doria foi cauteloso e afirmou que a pandemia ainda está em curso e que não é momento par reuniões



10/09/2020 | 07:06


O governo de São Paulo declarou na quinta-feira, 9, que os impactos das aglomerações vistas nas praias do Estado ao longo do feriado serão sentidos em duas semanas. O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, e membros do Centro de Contingência disseram que o efeito poderá "não ser tão alto", contrariando falas que demonstraram preocupação. As aglomerações levaram o governo a montar uma operação especial com intuito de reforçar a fiscalização do cumprimento das medidas de distanciamento e higiene.

"Isso (movimento do final de semana) pode fazer com que o decréscimo de casos possa ser mais baixo até passar o efeito dessa aglomeração. Mas não acho que terá um efeito grande. Eles existem, mas não devem causar nenhum desastre", afirmou José Osmar Medina, chefe do Centro de Contingência.

Já Doria foi mais cauteloso e afirmou que a pandemia ainda está em curso e que não é momento par reuniões. "As pessoas precisam ter consciência disso. Não temos razão para promover aglomerações."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aglomerações apresentarão efeito em duas semanas

Doria foi cauteloso e afirmou que a pandemia ainda está em curso e que não é momento par reuniões


10/09/2020 | 07:06


O governo de São Paulo declarou na quinta-feira, 9, que os impactos das aglomerações vistas nas praias do Estado ao longo do feriado serão sentidos em duas semanas. O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, e membros do Centro de Contingência disseram que o efeito poderá "não ser tão alto", contrariando falas que demonstraram preocupação. As aglomerações levaram o governo a montar uma operação especial com intuito de reforçar a fiscalização do cumprimento das medidas de distanciamento e higiene.

"Isso (movimento do final de semana) pode fazer com que o decréscimo de casos possa ser mais baixo até passar o efeito dessa aglomeração. Mas não acho que terá um efeito grande. Eles existem, mas não devem causar nenhum desastre", afirmou José Osmar Medina, chefe do Centro de Contingência.

Já Doria foi mais cauteloso e afirmou que a pandemia ainda está em curso e que não é momento par reuniões. "As pessoas precisam ter consciência disso. Não temos razão para promover aglomerações."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;