Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá vai auditar contrato de transporte público municipal

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito Atila Jacomussi afirmou que não descarta a suspensão do serviço se forem constatadas irregularidades


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

03/09/2020 | 18:46


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB) afirmou que a Secretária de Transportes já abriu processo administrativo para instalar auditoria no contrato de transporte público municipal com a Suzantur, empresa que opera o sistema em regime de monopólio. A prefeitura entrou na Justiça para obrigar a empresa a colocar 100% da frota de ônibus em circular, pedido aceito a segunda-feira (1º). A Suzantur recorreu e agora tem até sexta-feira (5) para atender a essa determinação. Caso a empresa não coloque 100% dos ônibus em circulação há previsão de multa diária no valor de 200 tarifas cheias (R$ 5,30 reais), ou seja, R$ 1.060 reais por viagem não realizada.

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (3), Atila afirmou que com a retomada das atividades econômicas e o retorno de grande parte dos colaboradores ao trabalho, não há justificativa para manter a frota reduzida à 60%, conforme foi determinado por decreto, em todas as cidades da região, em março. "Naquela ocasião fui contra, na fui vencido pelo voto dos outros prefeitos do Consórcio Intermunicipal. Agora, manter as coisas assim é colocar a população em risco e um crime contra a saúde pública", argumentou.

Atila afirmou, ainda, que a administração analisa a possibilidade de quebrar o monopólio da empresa na cidade. Essa, inclusive, foi uma de suas promessas de campanha. "Não pudemos fazer isso antes porque nos foi tomado um ano e meio de mandato", justificou, se referindo aos dois episódios de em que foi afastado do cargo por ser preso, em decorrência das Operações Prato Feito e Trato Feito, da Polícia Federal, em maio e em dezembro de 2018. A Justiça determinou que a Suzantur coloque 100% dos ônibus da frota em circulação até a sexta-feira, sendo que até amanhã, dia 04, ao menos 80% já devem estar circulando.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauá vai auditar contrato de transporte público municipal

Prefeito Atila Jacomussi afirmou que não descarta a suspensão do serviço se forem constatadas irregularidades

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

03/09/2020 | 18:46


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB) afirmou que a Secretária de Transportes já abriu processo administrativo para instalar auditoria no contrato de transporte público municipal com a Suzantur, empresa que opera o sistema em regime de monopólio. A prefeitura entrou na Justiça para obrigar a empresa a colocar 100% da frota de ônibus em circular, pedido aceito a segunda-feira (1º). A Suzantur recorreu e agora tem até sexta-feira (5) para atender a essa determinação. Caso a empresa não coloque 100% dos ônibus em circulação há previsão de multa diária no valor de 200 tarifas cheias (R$ 5,30 reais), ou seja, R$ 1.060 reais por viagem não realizada.

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (3), Atila afirmou que com a retomada das atividades econômicas e o retorno de grande parte dos colaboradores ao trabalho, não há justificativa para manter a frota reduzida à 60%, conforme foi determinado por decreto, em todas as cidades da região, em março. "Naquela ocasião fui contra, na fui vencido pelo voto dos outros prefeitos do Consórcio Intermunicipal. Agora, manter as coisas assim é colocar a população em risco e um crime contra a saúde pública", argumentou.

Atila afirmou, ainda, que a administração analisa a possibilidade de quebrar o monopólio da empresa na cidade. Essa, inclusive, foi uma de suas promessas de campanha. "Não pudemos fazer isso antes porque nos foi tomado um ano e meio de mandato", justificou, se referindo aos dois episódios de em que foi afastado do cargo por ser preso, em decorrência das Operações Prato Feito e Trato Feito, da Polícia Federal, em maio e em dezembro de 2018. A Justiça determinou que a Suzantur coloque 100% dos ônibus da frota em circulação até a sexta-feira, sendo que até amanhã, dia 04, ao menos 80% já devem estar circulando.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;