Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Governo do Estado lança programa Psicólogos na Escola

Pixabay/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Secretaria de Educação contratou 1.000 profissionais que vão atender alunos, professores e funcionários


ALINE MELO
alinemelo@dgabc.com.br

02/09/2020 | 14:03


 O Governo do Estado de São Paulo anunciou na tarde de hoje, durante coletiva de imprensa, o lançamento do programa Psicólogos na Escola. A Secretaria de Educação contratou 1.000 profissionais que vão atender, a partir de novembro, alunos, professores e funcionários, após retomada das aulas presencias, prevista para ocorrer na próxima terça-feira. As cidades do Grande ABC já anunciaram, conforme o Diário mostrou ontem, que não vão autorizar a retomada das aulas presenciais este mês e os municípios de Santo André, São Bernardo, Diadema e Ribeirão Pires publicaram decretos proibindo a retomada das aulas na rede estadual até 7 de outubro, com avaliação de possível liberação após essa data.
A contratação dos psicólogos se alia ao projeto Conviva, que já é executado nas escolas, e que pretende fortalecer o vínculo entre estudantes, docentes e comunidade escolar em geral. O secretário de Educação, Rossieli Soares, apresentou dados de pesquisas da ONG (Organização Não Governamental) Nova Escola e do Instituto Península que indicam que mesmo antes da pandemia de Covid-19, a ansiedade afetava 68% dos professores e que 28% deles já tinham algum episódio de depressão e que durante a pandemia, 50% dos docentes manifestaram preocupação com a saúde mental e 55% gostariam de ter algum tipo de apoio psicológico.
“Estamos falando de uma política que vem para ficar. Precisamos também, cada vez mais, envolver a família no processo educacional, articular e fortalecer a rede de proteção social, seja com municípios, seja com os serviços estaduais de proteção”, destacou o secretário. Os atendimentos com psicólogos na rede estadual serão em sua maioria online e de forma coletiva, na orientação e formação do corpo docente e de funcionários para identificação de sinais de abuso entre os jovens, ou para solução de conflitos, por exemplo. Havendo necessidade, a escola pode, dentro do seu planejamento e das horas que terá para uso do programa, dispor de algum tipo de atendimento individualizado.
Rossieli apresentou, ainda, dados de pesquisa do Conjuve (Conselho Nacional da Juventude) de que 80% dos alunos reconhecem que fatores psicológicos influenciam no aprendizado. “Apoiar os docentes no desenvolvimento das habilidades socioemocionais dos alunos é uma das premissas da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e vamos fazer isso com apoio de profissionais”, concluiu. A expectativa é que os psicólogos atuem, de forma remota e com todas as escolas, em um total de 40 mil horas de atendimento semanal. O programa também tem, entre seus objetivos, combater a evasão escolar no período pós-pandemia.

FERIADO
O governador João Doria (PSDB) fez um apelo para que as pessoas não façam aglomerações no próximo final de semana prolongado, já que será feriado nacional na segunda-feira, 7 de setembro. “É muito preocupante. Mais de 200 mil veículos foram para o litoral de São Paulo no último final de semana. Vimos aglomerações diversas, pessoas sem máscara”, relatou. “Fazemos apelo para prefeitos e prefeitas, de cidades do litoral e que são destinos turísticos, para que adotem providencias restritivas além dos serviço da vigilância sanitária e das guardas civis”, pontuou.
O secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, destacou que o Estado vai colaborar com 200 fiscais para cumprimento de distanciamento físico e uso de máscara, além de todo o efetivo da PM (Polícia Militar) nas ruas, mas reforçou que a responsabilidade de fiscalizar e regular os espaços, a fim de evitar e não permitir aglomerações, é das prefeituras.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo do Estado lança programa Psicólogos na Escola

Secretaria de Educação contratou 1.000 profissionais que vão atender alunos, professores e funcionários

ALINE MELO
alinemelo@dgabc.com.br

02/09/2020 | 14:03


 O Governo do Estado de São Paulo anunciou na tarde de hoje, durante coletiva de imprensa, o lançamento do programa Psicólogos na Escola. A Secretaria de Educação contratou 1.000 profissionais que vão atender, a partir de novembro, alunos, professores e funcionários, após retomada das aulas presencias, prevista para ocorrer na próxima terça-feira. As cidades do Grande ABC já anunciaram, conforme o Diário mostrou ontem, que não vão autorizar a retomada das aulas presenciais este mês e os municípios de Santo André, São Bernardo, Diadema e Ribeirão Pires publicaram decretos proibindo a retomada das aulas na rede estadual até 7 de outubro, com avaliação de possível liberação após essa data.
A contratação dos psicólogos se alia ao projeto Conviva, que já é executado nas escolas, e que pretende fortalecer o vínculo entre estudantes, docentes e comunidade escolar em geral. O secretário de Educação, Rossieli Soares, apresentou dados de pesquisas da ONG (Organização Não Governamental) Nova Escola e do Instituto Península que indicam que mesmo antes da pandemia de Covid-19, a ansiedade afetava 68% dos professores e que 28% deles já tinham algum episódio de depressão e que durante a pandemia, 50% dos docentes manifestaram preocupação com a saúde mental e 55% gostariam de ter algum tipo de apoio psicológico.
“Estamos falando de uma política que vem para ficar. Precisamos também, cada vez mais, envolver a família no processo educacional, articular e fortalecer a rede de proteção social, seja com municípios, seja com os serviços estaduais de proteção”, destacou o secretário. Os atendimentos com psicólogos na rede estadual serão em sua maioria online e de forma coletiva, na orientação e formação do corpo docente e de funcionários para identificação de sinais de abuso entre os jovens, ou para solução de conflitos, por exemplo. Havendo necessidade, a escola pode, dentro do seu planejamento e das horas que terá para uso do programa, dispor de algum tipo de atendimento individualizado.
Rossieli apresentou, ainda, dados de pesquisa do Conjuve (Conselho Nacional da Juventude) de que 80% dos alunos reconhecem que fatores psicológicos influenciam no aprendizado. “Apoiar os docentes no desenvolvimento das habilidades socioemocionais dos alunos é uma das premissas da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e vamos fazer isso com apoio de profissionais”, concluiu. A expectativa é que os psicólogos atuem, de forma remota e com todas as escolas, em um total de 40 mil horas de atendimento semanal. O programa também tem, entre seus objetivos, combater a evasão escolar no período pós-pandemia.

FERIADO
O governador João Doria (PSDB) fez um apelo para que as pessoas não façam aglomerações no próximo final de semana prolongado, já que será feriado nacional na segunda-feira, 7 de setembro. “É muito preocupante. Mais de 200 mil veículos foram para o litoral de São Paulo no último final de semana. Vimos aglomerações diversas, pessoas sem máscara”, relatou. “Fazemos apelo para prefeitos e prefeitas, de cidades do litoral e que são destinos turísticos, para que adotem providencias restritivas além dos serviço da vigilância sanitária e das guardas civis”, pontuou.
O secretário de Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, destacou que o Estado vai colaborar com 200 fiscais para cumprimento de distanciamento físico e uso de máscara, além de todo o efetivo da PM (Polícia Militar) nas ruas, mas reforçou que a responsabilidade de fiscalizar e regular os espaços, a fim de evitar e não permitir aglomerações, é das prefeituras.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;