Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

PF investiga ameaças ao presidente da Caixa

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Operação Falso Samaritano com o objetivo de apurar os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, ameaça e divulgação de informações pessoais



02/09/2020 | 11:43


A Polícia Federal (PF) deflagrou a manhã desta quarta-feira, 2, a Operação Falso Samaritano com o objetivo de apurar os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, ameaça e divulgação de informações pessoais.

A corporação cumpre um mandado de busca e apreensão na região de Varginha, em Minas Gerais, contra investigado que "difundia formas de fraudar os benefícios com o objetivo de ampliar a rede" de estelionatários e ainda ameaçou o presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Duarte Guimarães.

Segundo a PF, durante as investigações foi identificado que o suspeito utilizava-se dos dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos dos auxílios emergenciais do Governo Federal e, assim, receber os valores em benefício próprio.

Já a ameaça e divulgação de dados pessoais do presidente da Caixa e de seus familiares se deu após Pedro Guimarães ter alertado a população sobre a existência de golpes, bem como declarado que iria intensificar as medidas para impedir a ação dos fraudadores, indicou a PF.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PF investiga ameaças ao presidente da Caixa

Operação Falso Samaritano com o objetivo de apurar os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, ameaça e divulgação de informações pessoais


02/09/2020 | 11:43


A Polícia Federal (PF) deflagrou a manhã desta quarta-feira, 2, a Operação Falso Samaritano com o objetivo de apurar os crimes de estelionato para o recebimento do auxílio emergencial, ameaça e divulgação de informações pessoais.

A corporação cumpre um mandado de busca e apreensão na região de Varginha, em Minas Gerais, contra investigado que "difundia formas de fraudar os benefícios com o objetivo de ampliar a rede" de estelionatários e ainda ameaçou o presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Duarte Guimarães.

Segundo a PF, durante as investigações foi identificado que o suspeito utilizava-se dos dados das vítimas para se cadastrar nos aplicativos dos auxílios emergenciais do Governo Federal e, assim, receber os valores em benefício próprio.

Já a ameaça e divulgação de dados pessoais do presidente da Caixa e de seus familiares se deu após Pedro Guimarães ter alertado a população sobre a existência de golpes, bem como declarado que iria intensificar as medidas para impedir a ação dos fraudadores, indicou a PF.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;