Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mano Menezes se diz preparado para críticas


Anderson Fattori
Com Agências

17/08/2010 | 07:10


Bem humorada coletiva de imprensa, organizada por um dos patrocinadores da Seleção, reuniu craques do passado e do futuro, ontem, em hotel paulistano, para debater o novo momento vivido pelo futebol brasileiro. Zagallo, Cafu e Bebeto representavam o passado, enquanto Mano Menezes, Neymar e Ganso o futuro.

Um dos principais alvos dos jornalistas era Mano Menezes. Apesar da moral conseguida após a convincente estreia na Seleção, o ex-treinador do Corinthians já se prepara para ouvir as inevitáveis críticas de quem ocupa cargo tão importante. "Disse aos jogadores, na palestra depois do jogo (contra os Estados Unidos), que não devemos nos acomodar. Temos que trabalhar para ganhar sempre. Mas é claro que, em uma competição oficial, seremos mais cobrados", prevê.

Mano aproveitou para reafirmar que fará suas convocações de acordo com a qualidade e característica dos jogadores, independente da equipe onde ele atua. "É lógico que temos que ter equilíbrio, o futebol é muito dinâmico. Na última convocação, o André estava no Santos, hoje ele já está na Europa. Mas não podemos deixar de convocá-lo só porque ele se transferiu. Vamos sempre privilegiar a qualidade dos jogadores", prometeu.

Apesar de tentarem evitar, a possível transferência de Neymar para o futebol inglês tomou boa parte do tempo. Dono de quatro títulos mundiais - dois como jogador, um como treinador e outro como auxiliar -, Zagallo deu sua opinião. "Acho cedo para um jogador de 17, 18, 19 anos sair do Brasil. A base tem que ser feita aqui. É claro que financeiramente os jogadores sempre querem ir, mas no caso do Neymar ele estaria indo para ambiente que não é bom para o biotipo dele. Ele precisa engordar mais. Então melhor sair quando tiver uns 21, 22 anos", aconselhou o Velho Lobo.

Principal alvo, Neymar desconversou. "Não sei se vou ou se fico. Tem muita coisa para acontecer. Mas sair para ficar na reserva não dá. É melhor ficar aqui. É claro que levo em consideração o conselho do Zagallo. Pode ser muito cedo para sair", decretou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;