Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Strada 2021: mini Toro ou Mobi com caçamba?

Fiat/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Principal produto da Fiat para o ano, picape tem variação de modelos e preços


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/08/2020 | 07:00


A Fiat lançou recentemente seu principal produto para este ano: a versátil e campeã no mercado de picapes compactas, a Strada 2021. Com três variações de acabamentos (Endurance, Freedom e Volcano), custa a partir de R$ 63.590 (Endurance 1.4 cabine plus – simples, com pequeno espaço atrás dos bancos) e pode alcançar R$ 79.990 (versão Volcano 1.3 cabine dupla). Quem compra um carro como este quer saber é da capacidade da caçamba, que foi ampliada pela fabricante italiana: passou de 1.220 litros para 1.354 litros e 720 kg de carga na opção de cabine simples (com 1,71 metro de comprimento), enquanto o modelo para cinco ocupantes tem capacidade volumétrica de 844 litros ou 650 kg (1, 17 metro de extensão).

O carro oferece muito conforto e tem acabamento caprichado, mesmo que simples, sem grandes frescuras – a Volcano, por exemplo, tem bancos com revestimento misto de decido e couro e volante neste segundo material. Na versão de entrada, conta com direção hidráulica, mas a partir da Freedom, conta com equipamento elétrico. No modelo top de linha, uma central multimídia com tela de 7’’ (com entradas USB, câmera de ré e sensor de estacionamento) chama atenção, dando ainda mais impressão de estar dentro de uma mini Toro (alguns mais críticos, entretanto, apelidaram-na de Mobi com caçamba). Em todas as opções a picape traz controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampa e ar-condicionado). Charmes extras são a iluminação de caçamba, que pode ser muito útil à noite, e a nova logomarca (inscrição Fiat) na grade frontal.

Tanto no modelo Endurance quanto Freedom e Volcano a Fiat oferece opcionais, que podem levar o carro para a faixa dos R$ 80 mil. A central multimídia com tela de 7’’, por exemplo, pode ser incluída em todas as versões. Na topo de linha é possível, inclusive, incluir uma roda de liga leve de 16’’ com pneus de uso misto – ou seja, topa praticamente qualquer parada.

Tanto o preço quanto o espaço para transporte acabaram trazendo de volta para a Strada público que havia se visto forçado a desembolsar mais dinheiro por sua irmã mais “bombada”, a Toro. O índice de emplacamentos de julho da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) mostra que ambas lideraram com folga os emplacamentos de julho. A Strada teve 29.412 veículos novos comercializados, contra 24.031 da Toro. Estes números, somados aos 6.610 emplacamentos da Fiorino e 2.488 da Ducato dão à Fiat uma representatividade de 44,79% do mercado de comerciais leves (como comparação, a Volkswagen teve 14,48% com o trio Saveiro, Amarok e Express).

Para os fãs da antiga Strada, um aviso: o modelo não deixará de ser vendido, mas estará disponível nas lojas apenas na configuração Hard Working 1.4 de cabine simples, sob preço de R$ 61.590. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Strada 2021: mini Toro ou Mobi com caçamba?

Principal produto da Fiat para o ano, picape tem variação de modelos e preços

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/08/2020 | 07:00


A Fiat lançou recentemente seu principal produto para este ano: a versátil e campeã no mercado de picapes compactas, a Strada 2021. Com três variações de acabamentos (Endurance, Freedom e Volcano), custa a partir de R$ 63.590 (Endurance 1.4 cabine plus – simples, com pequeno espaço atrás dos bancos) e pode alcançar R$ 79.990 (versão Volcano 1.3 cabine dupla). Quem compra um carro como este quer saber é da capacidade da caçamba, que foi ampliada pela fabricante italiana: passou de 1.220 litros para 1.354 litros e 720 kg de carga na opção de cabine simples (com 1,71 metro de comprimento), enquanto o modelo para cinco ocupantes tem capacidade volumétrica de 844 litros ou 650 kg (1, 17 metro de extensão).

O carro oferece muito conforto e tem acabamento caprichado, mesmo que simples, sem grandes frescuras – a Volcano, por exemplo, tem bancos com revestimento misto de decido e couro e volante neste segundo material. Na versão de entrada, conta com direção hidráulica, mas a partir da Freedom, conta com equipamento elétrico. No modelo top de linha, uma central multimídia com tela de 7’’ (com entradas USB, câmera de ré e sensor de estacionamento) chama atenção, dando ainda mais impressão de estar dentro de uma mini Toro (alguns mais críticos, entretanto, apelidaram-na de Mobi com caçamba). Em todas as opções a picape traz controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampa e ar-condicionado). Charmes extras são a iluminação de caçamba, que pode ser muito útil à noite, e a nova logomarca (inscrição Fiat) na grade frontal.

Tanto no modelo Endurance quanto Freedom e Volcano a Fiat oferece opcionais, que podem levar o carro para a faixa dos R$ 80 mil. A central multimídia com tela de 7’’, por exemplo, pode ser incluída em todas as versões. Na topo de linha é possível, inclusive, incluir uma roda de liga leve de 16’’ com pneus de uso misto – ou seja, topa praticamente qualquer parada.

Tanto o preço quanto o espaço para transporte acabaram trazendo de volta para a Strada público que havia se visto forçado a desembolsar mais dinheiro por sua irmã mais “bombada”, a Toro. O índice de emplacamentos de julho da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) mostra que ambas lideraram com folga os emplacamentos de julho. A Strada teve 29.412 veículos novos comercializados, contra 24.031 da Toro. Estes números, somados aos 6.610 emplacamentos da Fiorino e 2.488 da Ducato dão à Fiat uma representatividade de 44,79% do mercado de comerciais leves (como comparação, a Volkswagen teve 14,48% com o trio Saveiro, Amarok e Express).

Para os fãs da antiga Strada, um aviso: o modelo não deixará de ser vendido, mas estará disponível nas lojas apenas na configuração Hard Working 1.4 de cabine simples, sob preço de R$ 61.590. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;