Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trabalhadores votam pela continuidade da paralisação

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Yara Ferraz
do Diário do Grande ABC

22/08/2020 | 22:28


Em assembleia on-line, realizada na noite de ontem, os trabalhadores dos Correios votaram pela continuidade da greve, que deverá ganhar mais força nos próximos dias. Na região, cerca de 70% dos 1.200 funcionários (ou seja, aproximadamente 840) trabalhadores) continuam com as atividades paralisadas, segundo o Sintect (Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de São Paulo, Região Metropolitana de São Paulo e Zona Postal de Sorocaba).

A greve é motivada pelo cancelamento de 70 de 79 cláusulas da negociação da categoria. O STF (Supremo Tribunal Federal) ratificou na sexta-feira que o acordo só tem validade por um ano, ou seja, em 2020 os trabalhadores não teriam os mesmos direitos do ano passado. A decisão representou um revés.

“Alguns colaboradores estavam aguardando apenas a decisão do STF para aderir à paralisação”, afirmou José Luiz de Oliveira, diretor do Sintect, reiterando que a aprovação da continuidade do movimento foi unânime.

Anteriormente, a empresa disse que a proposta não retira nenhum direito e só promove adequações.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trabalhadores votam pela continuidade da paralisação

Yara Ferraz
do Diário do Grande ABC

22/08/2020 | 22:28


Em assembleia on-line, realizada na noite de ontem, os trabalhadores dos Correios votaram pela continuidade da greve, que deverá ganhar mais força nos próximos dias. Na região, cerca de 70% dos 1.200 funcionários (ou seja, aproximadamente 840) trabalhadores) continuam com as atividades paralisadas, segundo o Sintect (Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de São Paulo, Região Metropolitana de São Paulo e Zona Postal de Sorocaba).

A greve é motivada pelo cancelamento de 70 de 79 cláusulas da negociação da categoria. O STF (Supremo Tribunal Federal) ratificou na sexta-feira que o acordo só tem validade por um ano, ou seja, em 2020 os trabalhadores não teriam os mesmos direitos do ano passado. A decisão representou um revés.

“Alguns colaboradores estavam aguardando apenas a decisão do STF para aderir à paralisação”, afirmou José Luiz de Oliveira, diretor do Sintect, reiterando que a aprovação da continuidade do movimento foi unânime.

Anteriormente, a empresa disse que a proposta não retira nenhum direito e só promove adequações.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;