Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Coronavírus está presente em todas as áreas do Grande ABC

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Há diagnósticos em bairros centrais e nas periferias; região ultrapassa 50 mil casos


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

19/08/2020 | 00:01


No 156º dia da pandemia, o Grande ABC confirmou 630 casos de Covid-19, somando 50.511 infectados. Os diagnósticos ocorreram em moradores de diversas áreas da região, do Centro às periferias. As prefeituras garantem que seguem orientando a população em unidades de saúde e áreas de grande circulação de pessoas.
Com 22.905 ocorrências, São Bernardo é a cidade com o maior número de casos positivos e tem no Montanhão o local com mais contaminações, com 2.665. A região central conta com 1.819 casos, seguida de Ferrazópolis (1.713), Alvarenga (1.711) e Baeta Neves (1.701). Juntos, eles somam 9.609 positivos, equivalente a 41,9% das confirmações.

Santo André tem 13.828 infectados. A Prefeitura não divulga número de casos por bairro. Porém, de acordo com mapa de calor disponibilizado pela administração, as regiões de maior incidência são Jardim Utinga, Vila Guiomar, Vila Linda, Vila Luzita e Jardim Ipanema.

Diadema, por sua vez, possui 6.718 moradores diagnosticados com a Covid. Os bairros onde a maior quantidade de pessoas adoeceram, de acordo com a área de abrangência das UBSs (Unidades Básicas de Saúde), são Centro (782), Inamar (480), Serraria (409), Paineiras (395) e Vila Nogueira (349), que representam 2.415 (35,9%) dos casos.

Em São Caetano, são 2.968 pessoas que adoeceram em razão do novo coronavírus. Bairros mais afetados são o Santa Maria (339), o Nova Gerty (330), o Santa Paula (328), o Barcelona (250) e o Oswaldo Cruz (231), que são responsáveis por 1.478, ou seja, 49,8% dos diagnósticos da cidade.

Mauá contabilizou 2.819 infectados, sendo 507 na região de planejamento 8 (inclui Parque Boa Esperança, Alto da Boa Vista e Jardim Zaíra), 423 na região de planejamento 4 (inclui Vila Vitória, Vila Assis Brasil e Jardim Anchieta), 366 na região de planejamento 7 (inclui Vila Santa Cecília, Jardim Rosina e Vila Magini), 254 na região de planejamento 3 (inclui Jardim Araguaia, Parque São Vicente e Residencial Isabella), e 254 na região de planejamento 10 (inclui Vila América, Jardim Campo Verde e Jardim Mauá). Assim, 1.804 (64%) dos casos estão distribuídos nestas áreas.

Em Ribeirão Pires, 859 residentes foram diagnosticados. Locais de maior incidência são os bairros Colônia, Centro e Centro Alto (237), Quarta Divisão e Ouro Fino (160), Santa Luzia e Pilar (133), Bocaina e Parque Aliança (127) e Santana, Roncon e Barro Branco (107). Desta maneira, 764 (88,9%) dos casos são de moradores destes endereços.

Rio Grande da Serra tem 414 infectados e a Prefeitura não informa dados por bairro.

Ao todo, o Grande ABC contabiliza 1.985 mortes causadas pela Covid – 710 em São Bernardo, 440 em Santo André, 361 em Diadema, 239 em Mauá, 153 em São Caetano, 63 em Ribeirão Pires e 19 em Rio Grande.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coronavírus está presente em todas as áreas do Grande ABC

Há diagnósticos em bairros centrais e nas periferias; região ultrapassa 50 mil casos

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

19/08/2020 | 00:01


No 156º dia da pandemia, o Grande ABC confirmou 630 casos de Covid-19, somando 50.511 infectados. Os diagnósticos ocorreram em moradores de diversas áreas da região, do Centro às periferias. As prefeituras garantem que seguem orientando a população em unidades de saúde e áreas de grande circulação de pessoas.
Com 22.905 ocorrências, São Bernardo é a cidade com o maior número de casos positivos e tem no Montanhão o local com mais contaminações, com 2.665. A região central conta com 1.819 casos, seguida de Ferrazópolis (1.713), Alvarenga (1.711) e Baeta Neves (1.701). Juntos, eles somam 9.609 positivos, equivalente a 41,9% das confirmações.

Santo André tem 13.828 infectados. A Prefeitura não divulga número de casos por bairro. Porém, de acordo com mapa de calor disponibilizado pela administração, as regiões de maior incidência são Jardim Utinga, Vila Guiomar, Vila Linda, Vila Luzita e Jardim Ipanema.

Diadema, por sua vez, possui 6.718 moradores diagnosticados com a Covid. Os bairros onde a maior quantidade de pessoas adoeceram, de acordo com a área de abrangência das UBSs (Unidades Básicas de Saúde), são Centro (782), Inamar (480), Serraria (409), Paineiras (395) e Vila Nogueira (349), que representam 2.415 (35,9%) dos casos.

Em São Caetano, são 2.968 pessoas que adoeceram em razão do novo coronavírus. Bairros mais afetados são o Santa Maria (339), o Nova Gerty (330), o Santa Paula (328), o Barcelona (250) e o Oswaldo Cruz (231), que são responsáveis por 1.478, ou seja, 49,8% dos diagnósticos da cidade.

Mauá contabilizou 2.819 infectados, sendo 507 na região de planejamento 8 (inclui Parque Boa Esperança, Alto da Boa Vista e Jardim Zaíra), 423 na região de planejamento 4 (inclui Vila Vitória, Vila Assis Brasil e Jardim Anchieta), 366 na região de planejamento 7 (inclui Vila Santa Cecília, Jardim Rosina e Vila Magini), 254 na região de planejamento 3 (inclui Jardim Araguaia, Parque São Vicente e Residencial Isabella), e 254 na região de planejamento 10 (inclui Vila América, Jardim Campo Verde e Jardim Mauá). Assim, 1.804 (64%) dos casos estão distribuídos nestas áreas.

Em Ribeirão Pires, 859 residentes foram diagnosticados. Locais de maior incidência são os bairros Colônia, Centro e Centro Alto (237), Quarta Divisão e Ouro Fino (160), Santa Luzia e Pilar (133), Bocaina e Parque Aliança (127) e Santana, Roncon e Barro Branco (107). Desta maneira, 764 (88,9%) dos casos são de moradores destes endereços.

Rio Grande da Serra tem 414 infectados e a Prefeitura não informa dados por bairro.

Ao todo, o Grande ABC contabiliza 1.985 mortes causadas pela Covid – 710 em São Bernardo, 440 em Santo André, 361 em Diadema, 239 em Mauá, 153 em São Caetano, 63 em Ribeirão Pires e 19 em Rio Grande.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;