Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Em Mauá, mais 20 testam positivo no Legislativo; dois são vereadores

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Depois de surto detectado há duas semanas, mais políticos e funcionários são diagnosticados com Covid; casa mantém sessões on-line


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

18/08/2020 | 22:08


Durante o dia de ontem nova leva de testes para Covid-19 foi realizada na Câmara de Mauá depois de a casa registrar surto da doença entre parlamentares e assessores, há duas semanas. Nessa nova fase de exames, outras 20 pessoas foram detectadas com coronavírus.

O Diário apurou junto aos gabinetes que outros dois vereadores testaram positivo ontem: Ivan Stella (PSB), 65 anos, e Tchacabum (PDT), 42. Há duas semanas haviam testado positivo outros quatro parlamentares (Adelto Cachorrão, Republicanos; Chiquinho do Zaíra, Avante; Professor Betinho, PSL; e Samuel Enfermeiro, PSB). O oposicionista Marcelo Oliveira (PT), pré-candidato ao Paço, também teve a doença e chegou a ficar internado na UTI, mas já se recuperou da doença e retornou às atividades nas ruas.

Por causa do novo surto, a Câmara mauaense decidiu manter as sessões virtuais por mais duas semanas e seguir com o revezamento do trabalho presencial de servidores na casa. O atendimento ao público também está suspenso. A sede do Legislativo mauaense já passou por desinfecção.

A veracidade da testagem entre vereadores e servidores chegou a ser questionada por parlamentares de oposição, que afirmaram ter repetido os testes e apresentado resultado negativo para Covid-19 – assessores também refizeram os exames e testaram negativo, segundo apurou o Diário.

O esquema de coleta das amostras na casa, há duas semanas, foi feito por equipes da Secretaria de Saúde do município no dia em que a Câmara mauaense apreciou – e rejeitou – outro pedido de impeachment do prefeito Atila Jacomussi (PSB).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em Mauá, mais 20 testam positivo no Legislativo; dois são vereadores

Depois de surto detectado há duas semanas, mais políticos e funcionários são diagnosticados com Covid; casa mantém sessões on-line

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

18/08/2020 | 22:08


Durante o dia de ontem nova leva de testes para Covid-19 foi realizada na Câmara de Mauá depois de a casa registrar surto da doença entre parlamentares e assessores, há duas semanas. Nessa nova fase de exames, outras 20 pessoas foram detectadas com coronavírus.

O Diário apurou junto aos gabinetes que outros dois vereadores testaram positivo ontem: Ivan Stella (PSB), 65 anos, e Tchacabum (PDT), 42. Há duas semanas haviam testado positivo outros quatro parlamentares (Adelto Cachorrão, Republicanos; Chiquinho do Zaíra, Avante; Professor Betinho, PSL; e Samuel Enfermeiro, PSB). O oposicionista Marcelo Oliveira (PT), pré-candidato ao Paço, também teve a doença e chegou a ficar internado na UTI, mas já se recuperou da doença e retornou às atividades nas ruas.

Por causa do novo surto, a Câmara mauaense decidiu manter as sessões virtuais por mais duas semanas e seguir com o revezamento do trabalho presencial de servidores na casa. O atendimento ao público também está suspenso. A sede do Legislativo mauaense já passou por desinfecção.

A veracidade da testagem entre vereadores e servidores chegou a ser questionada por parlamentares de oposição, que afirmaram ter repetido os testes e apresentado resultado negativo para Covid-19 – assessores também refizeram os exames e testaram negativo, segundo apurou o Diário.

O esquema de coleta das amostras na casa, há duas semanas, foi feito por equipes da Secretaria de Saúde do município no dia em que a Câmara mauaense apreciou – e rejeitou – outro pedido de impeachment do prefeito Atila Jacomussi (PSB).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;