Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Hamilton supera Bottas e lidera 3º treino marcado por acidente na Espanha

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/08/2020 | 08:28


A Mercedes continuou soberana e manteve o amplo domínio no terceiro treino livre do GP da Espanha neste sábado. Em mais um duelo entre Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, o britânico levou a melhor e foi o mais rápido da atividade, com o tempo de 1min17s222, 0s151 mais veloz que o finlandês.

Bottas liderou boa parte do treino, mas Hamilton prevaleceu no fim e repetiu o desempenho da sexta-feira para ser novamente o mais rápido na atividade, realizada sob um forte calor de mais de 30 graus em Barcelona.

Max Verstappen, o piloto que mais tem se aproximado da dupla da Mercedes, não conseguiu ameaçar os rivais, e o holandês da Red Bull terminou em terceiro, 0s515 atrás do hexacampeão mundial.

O espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, foi o quarto colocado, seguido pelo mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, que volta a competir neste fim de semana depois de se recuperar da covid-19. Ele ficou de fora das duas corridas anteriores em Silverstone.

A Ferrari apareceu somente no sexto lugar, com o monegasco Charlesc Leclerc. Enquanto seu companheiro, o alemão Sebastin Vettel, foi o 12º colocado, mesmo com novo chassi após uma rachadura no antigo. O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, o canadense Lance Stroll, da Racing Point, o tailandês Alexander Albon, da Red Bull e o australiano Daniel Ricciardo, da Renault, completaram o grupo dos dez primeiros colocado.

A atividade foi marcada por um acidente controverso envolvendo Esteban Ocon e Kevin Magnussen. Restando dois minutos para o fim do treino, o francês da Renault desviou do carro da Haas do dinamarquês, que freou muito forte e escapou das curvas 3 e 4, perdeu o controle e bateu no muro. Os comissários investigam se Magnussen provocou a batida.

Os pilotos voltarão a acelerar em Barcelona neste sábado para a sessão de classificação, que começará às 10 horas (de Brasília). A largada para o GP da Espanha está prevista para as 10h10 do domingo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hamilton supera Bottas e lidera 3º treino marcado por acidente na Espanha


15/08/2020 | 08:28


A Mercedes continuou soberana e manteve o amplo domínio no terceiro treino livre do GP da Espanha neste sábado. Em mais um duelo entre Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, o britânico levou a melhor e foi o mais rápido da atividade, com o tempo de 1min17s222, 0s151 mais veloz que o finlandês.

Bottas liderou boa parte do treino, mas Hamilton prevaleceu no fim e repetiu o desempenho da sexta-feira para ser novamente o mais rápido na atividade, realizada sob um forte calor de mais de 30 graus em Barcelona.

Max Verstappen, o piloto que mais tem se aproximado da dupla da Mercedes, não conseguiu ameaçar os rivais, e o holandês da Red Bull terminou em terceiro, 0s515 atrás do hexacampeão mundial.

O espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, foi o quarto colocado, seguido pelo mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, que volta a competir neste fim de semana depois de se recuperar da covid-19. Ele ficou de fora das duas corridas anteriores em Silverstone.

A Ferrari apareceu somente no sexto lugar, com o monegasco Charlesc Leclerc. Enquanto seu companheiro, o alemão Sebastin Vettel, foi o 12º colocado, mesmo com novo chassi após uma rachadura no antigo. O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, o canadense Lance Stroll, da Racing Point, o tailandês Alexander Albon, da Red Bull e o australiano Daniel Ricciardo, da Renault, completaram o grupo dos dez primeiros colocado.

A atividade foi marcada por um acidente controverso envolvendo Esteban Ocon e Kevin Magnussen. Restando dois minutos para o fim do treino, o francês da Renault desviou do carro da Haas do dinamarquês, que freou muito forte e escapou das curvas 3 e 4, perdeu o controle e bateu no muro. Os comissários investigam se Magnussen provocou a batida.

Os pilotos voltarão a acelerar em Barcelona neste sábado para a sessão de classificação, que começará às 10 horas (de Brasília). A largada para o GP da Espanha está prevista para as 10h10 do domingo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;