Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

PIB da zona do euro tem contração histórica de 12,1% no 2º tri, confirma Eurostat



14/08/2020 | 07:29


O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro encolheu 12,1% no segundo trimestre de 2020 ante os três meses anteriores em meio ao impacto da pandemia da covid-19, sofrendo a maior contração numa série histórica iniciada em 1995, de acordo com revisão divulgada nesta sexta-feira, 14, pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o PIB do bloco registrou um tombo de 15% entre abril e junho.

Os números vieram em linha com as expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal e confirmaram estimativas iniciais publicadas no fim de julho.

Exportações

Segundo dados com ajustes sazonais publicados também nesta sexta pela Eurostat, as exportações da zona do euro saltaram 11,2% em junho ante maio, enquanto as importações cresceram 5,2% no período.

Os resultados marcaram o segundo mês de avanço do comércio externo da zona do euro, após quedas históricas causadas pela pandemia de coronavírus em abril.

As exportações, porém, continuam 17% abaixo dos níveis de fevereiro, último mês antes de a covid-19 começar a prejudicar os fluxos comerciais do bloco.

Já o superávit da balança comercial da zona do euro aumentou de 8,6 bilhões de euros em maio para 17,1 bilhões de euros em junho, também no cálculo com ajustes sazonais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PIB da zona do euro tem contração histórica de 12,1% no 2º tri, confirma Eurostat


14/08/2020 | 07:29


O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro encolheu 12,1% no segundo trimestre de 2020 ante os três meses anteriores em meio ao impacto da pandemia da covid-19, sofrendo a maior contração numa série histórica iniciada em 1995, de acordo com revisão divulgada nesta sexta-feira, 14, pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o PIB do bloco registrou um tombo de 15% entre abril e junho.

Os números vieram em linha com as expectativas de analistas consultados pelo The Wall Street Journal e confirmaram estimativas iniciais publicadas no fim de julho.

Exportações

Segundo dados com ajustes sazonais publicados também nesta sexta pela Eurostat, as exportações da zona do euro saltaram 11,2% em junho ante maio, enquanto as importações cresceram 5,2% no período.

Os resultados marcaram o segundo mês de avanço do comércio externo da zona do euro, após quedas históricas causadas pela pandemia de coronavírus em abril.

As exportações, porém, continuam 17% abaixo dos níveis de fevereiro, último mês antes de a covid-19 começar a prejudicar os fluxos comerciais do bloco.

Já o superávit da balança comercial da zona do euro aumentou de 8,6 bilhões de euros em maio para 17,1 bilhões de euros em junho, também no cálculo com ajustes sazonais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;