Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura projeta retomada do turismo em Paranapiacaba

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vila ganha sede do Fundo Social de Solidariedade com oferta de cursos profissionalizantes para os moradores


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

13/08/2020 | 00:01


A Prefeitura de Santo André se prepara para a retomada do turismo na Vila de Paranapiacaba. Vazio desde o início da pandemia, já que teve os acessos fechados para dificultar a disseminação do novo coronavírus, o local foi reaberto ao público no dia 20 de julho e agora o Paço investe na profissionalização dos munícipes para auxiliar nos empreendimentos com foco em atender bem os visitantes.

Ontem, por meio do núcleo de inovação social, a Prefeitura inaugurou a nova sede do FSS (Fundo Social de Solidariedade) em Paranapiacaba, que depois da pandemia oferecerá cursos profissionalizantes destinados aos moradores, como de gastronomia, artesanato, moda e beleza, construção civil e turismo, além de workshops. A unidade, que custou R$ 10.060 aos cofres municipais, ficará em espaço tradicional, onde um dia funcionou a Padaria Mendes, e conta com ambientes equipados para cada curso que, segundo a primeira-dama e presidente do FSS, Ana Carolina Serra, funcionará por meio de módulos. “Os cursos serão formatados em etapas, ou seja, conforme os munícipes forem se profissionalizando, vão passando para a próxima etapa. Mas, no geral, poderá atender toda população de Paranapiacaba”, comenta. As atividades serão oferecidas em parceria com a CVC e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Proprietária de um restaurante na vila há 19 anos e moradora há 35, Zilda Peixoto, 49 anos, comenta que vai se inscrever nos cursos e tem interesse em especial no de gastronomia. “Tudo que é bom, é sempre bem-vindo. Então vamos aproveitar essas oportunidades tão boas que recebemos”, comenta.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) destaca que a profissionalização do turismo é a meta para a vila. “Pouco a pouco Paranapiacaba está com cara nova e, este ano, muito provável que teríamos o maior Festival de Inverno da história da Vila (foi cancelado por causa da pandemia), mas acreditamos que com essa retomada não vai nos faltar oportunidade e, ano que vem, se tudo estiver bem, será melhor ainda”, detalha o prefeito.

Nos últimos anos diversas estruturas de Paranapiacaba passaram por restauração para manter as características da vila, como o Museu Castelo, da Igreja do Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba e a garagem das locomotivas, utilizada hoje como estação do Expresso Turístico da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), além da Torre do Relógio, que foi restaurada em junho do ano passado. Ontem, foram entregues as cabines de comando e sinais, na parte baixa, que também foram restauradas, em parceria com a MRS Logística, concessionária do transporte de carga que opera no local, e uma academia ao ar livre, com 14 equipamentos. “É um passo importante para a Vila de Paranapiacaba ser uma referência de turismo que todos os andreenses desejam há tanto tempo”, finaliza Paulo Serra. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura projeta retomada do turismo em Paranapiacaba

Vila ganha sede do Fundo Social de Solidariedade com oferta de cursos profissionalizantes para os moradores

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

13/08/2020 | 00:01


A Prefeitura de Santo André se prepara para a retomada do turismo na Vila de Paranapiacaba. Vazio desde o início da pandemia, já que teve os acessos fechados para dificultar a disseminação do novo coronavírus, o local foi reaberto ao público no dia 20 de julho e agora o Paço investe na profissionalização dos munícipes para auxiliar nos empreendimentos com foco em atender bem os visitantes.

Ontem, por meio do núcleo de inovação social, a Prefeitura inaugurou a nova sede do FSS (Fundo Social de Solidariedade) em Paranapiacaba, que depois da pandemia oferecerá cursos profissionalizantes destinados aos moradores, como de gastronomia, artesanato, moda e beleza, construção civil e turismo, além de workshops. A unidade, que custou R$ 10.060 aos cofres municipais, ficará em espaço tradicional, onde um dia funcionou a Padaria Mendes, e conta com ambientes equipados para cada curso que, segundo a primeira-dama e presidente do FSS, Ana Carolina Serra, funcionará por meio de módulos. “Os cursos serão formatados em etapas, ou seja, conforme os munícipes forem se profissionalizando, vão passando para a próxima etapa. Mas, no geral, poderá atender toda população de Paranapiacaba”, comenta. As atividades serão oferecidas em parceria com a CVC e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Proprietária de um restaurante na vila há 19 anos e moradora há 35, Zilda Peixoto, 49 anos, comenta que vai se inscrever nos cursos e tem interesse em especial no de gastronomia. “Tudo que é bom, é sempre bem-vindo. Então vamos aproveitar essas oportunidades tão boas que recebemos”, comenta.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) destaca que a profissionalização do turismo é a meta para a vila. “Pouco a pouco Paranapiacaba está com cara nova e, este ano, muito provável que teríamos o maior Festival de Inverno da história da Vila (foi cancelado por causa da pandemia), mas acreditamos que com essa retomada não vai nos faltar oportunidade e, ano que vem, se tudo estiver bem, será melhor ainda”, detalha o prefeito.

Nos últimos anos diversas estruturas de Paranapiacaba passaram por restauração para manter as características da vila, como o Museu Castelo, da Igreja do Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba e a garagem das locomotivas, utilizada hoje como estação do Expresso Turístico da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), além da Torre do Relógio, que foi restaurada em junho do ano passado. Ontem, foram entregues as cabines de comando e sinais, na parte baixa, que também foram restauradas, em parceria com a MRS Logística, concessionária do transporte de carga que opera no local, e uma academia ao ar livre, com 14 equipamentos. “É um passo importante para a Vila de Paranapiacaba ser uma referência de turismo que todos os andreenses desejam há tanto tempo”, finaliza Paulo Serra. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;