Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Guarani realiza novos testes para covid-19 ainda preocupado com o CSA



12/08/2020 | 16:31


O Guarani fez uma nova bateria de testes para covid-19 nesta quarta-feira, seguindo o protocolo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que prevê exames entre as rodadas. Na última terça-feira, o time enfrentou o Cruzeiro, com derrota por 3 a 2, e agora se prepara para enfrentar o Botafogo-SP, neste sábado, em Ribeirão Preto (SP), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

A grande preocupação vem desde o último sábado, quando a equipe de Campinas (SP) enfrentou o CSA, em Maceió, e perdeu por 1 a 0. Na véspera, o time alagoano teve nove jogadores infectados, mas a partida aconteceu normalmente. Nesta terça-feira, porém, o CSA realizou novos testes e detectou mais nove atletas, que participaram da partida, com covid-19. Com 18 infectados, a situação forçou até mesmo o adiamento da partida contra a Chapecoense, marcada inicialmente para esta quarta em Chapecó (SC).

Depois do jogo de sábado, o Guarani realizou novos exames no domingo e divulgou, na segunda-feira, que nenhum caso positivo havia sido detectado. Entretanto, especialistas afirmam que após uma pessoa ter contato com o vírus, é necessário esperar de três a cinco dias para o exame conseguir detectá-lo. Com isso, há o risco de jogadores do time campineiro terem contraído o vírus e terem jogado diante do Cruzeiro na terça.

Antes do duelo contra o Cruzeiro, Rachel Stucchi, infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), alertou sobre os riscos de falsos negativos no elenco do Guarani e até aconselhou que o jogo fosse adiado.

"Temos o problema da exposição dos jogadores do Guarani, que tiveram contato com casos positivos do CSA. Para saber se houve transmissão, é necessário esperar de três a cinco dias, ou seja, os testes deveriam ser feitos na terça ou nesta quarta-feira. A coleta feita 24 horas depois não garante que a covid-19 não foi transmitida. Todos que tiveram contato com os positivos deveriam cumprir dez dias de isolamento, com teste positivo ou não", afirmou a especialista.

Os novos testes realizados devem ficar prontos até esta sexta-feira. No sábado, pela terceira rodada, o Guarani, que segue sem pontuar, encara o Botafogo-SP, às 11 horas, no estádio Santa Cruz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guarani realiza novos testes para covid-19 ainda preocupado com o CSA


12/08/2020 | 16:31


O Guarani fez uma nova bateria de testes para covid-19 nesta quarta-feira, seguindo o protocolo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que prevê exames entre as rodadas. Na última terça-feira, o time enfrentou o Cruzeiro, com derrota por 3 a 2, e agora se prepara para enfrentar o Botafogo-SP, neste sábado, em Ribeirão Preto (SP), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

A grande preocupação vem desde o último sábado, quando a equipe de Campinas (SP) enfrentou o CSA, em Maceió, e perdeu por 1 a 0. Na véspera, o time alagoano teve nove jogadores infectados, mas a partida aconteceu normalmente. Nesta terça-feira, porém, o CSA realizou novos testes e detectou mais nove atletas, que participaram da partida, com covid-19. Com 18 infectados, a situação forçou até mesmo o adiamento da partida contra a Chapecoense, marcada inicialmente para esta quarta em Chapecó (SC).

Depois do jogo de sábado, o Guarani realizou novos exames no domingo e divulgou, na segunda-feira, que nenhum caso positivo havia sido detectado. Entretanto, especialistas afirmam que após uma pessoa ter contato com o vírus, é necessário esperar de três a cinco dias para o exame conseguir detectá-lo. Com isso, há o risco de jogadores do time campineiro terem contraído o vírus e terem jogado diante do Cruzeiro na terça.

Antes do duelo contra o Cruzeiro, Rachel Stucchi, infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), alertou sobre os riscos de falsos negativos no elenco do Guarani e até aconselhou que o jogo fosse adiado.

"Temos o problema da exposição dos jogadores do Guarani, que tiveram contato com casos positivos do CSA. Para saber se houve transmissão, é necessário esperar de três a cinco dias, ou seja, os testes deveriam ser feitos na terça ou nesta quarta-feira. A coleta feita 24 horas depois não garante que a covid-19 não foi transmitida. Todos que tiveram contato com os positivos deveriam cumprir dez dias de isolamento, com teste positivo ou não", afirmou a especialista.

Os novos testes realizados devem ficar prontos até esta sexta-feira. No sábado, pela terceira rodada, o Guarani, que segue sem pontuar, encara o Botafogo-SP, às 11 horas, no estádio Santa Cruz.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;