Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Para Temer, 'palavras negacionistas' criaram problema políticos na pandemia

Cesar Itiberê/PR/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/08/2020 | 10:45


O ex-presidente Michel Temer afirmou que o presidente Jair Bolsonaro, governadores e prefeitos estão cumprindo o seu papel no combate à epidemia do novo coronavírus no Brasil. Em entrevista à rádio CBN, Temer afirmou que "o momento exige uma ação conjunta", mas que as "palavras negacionistas de que não precisa fazer isolamento" não foram úteis e criaram alguns problemas políticos.

"Eu mesmo preguei, pela ciência, o isolamento social durante um bom período", disse o ex-presidente da República.

Para a avaliação de Temer, as divergências por força de palavras e sentenças criaram um clima instável no País.

Segundo Temer, o MDB, partido ao qual é filiado, não está no governo, mas tem tido um papel independente de colaborar com teses importantes para o País.

De acordo com o ex-presidente, o partido "tem votado muito positivamente em relação às medidas que o governo propõe, mas de maneira independente".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para Temer, 'palavras negacionistas' criaram problema políticos na pandemia


11/08/2020 | 10:45


O ex-presidente Michel Temer afirmou que o presidente Jair Bolsonaro, governadores e prefeitos estão cumprindo o seu papel no combate à epidemia do novo coronavírus no Brasil. Em entrevista à rádio CBN, Temer afirmou que "o momento exige uma ação conjunta", mas que as "palavras negacionistas de que não precisa fazer isolamento" não foram úteis e criaram alguns problemas políticos.

"Eu mesmo preguei, pela ciência, o isolamento social durante um bom período", disse o ex-presidente da República.

Para a avaliação de Temer, as divergências por força de palavras e sentenças criaram um clima instável no País.

Segundo Temer, o MDB, partido ao qual é filiado, não está no governo, mas tem tido um papel independente de colaborar com teses importantes para o País.

De acordo com o ex-presidente, o partido "tem votado muito positivamente em relação às medidas que o governo propõe, mas de maneira independente".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;