Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André ganha piscina revitalizada

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Equipamento no Dell’Antonia recebe nome em homenagem ao professor Dirceu Macedo


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

10/08/2020 | 23:59


A tradicional piscina olímpica do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, em Santo André, está de cara nova. Ontem à noite, o prefeito Paulo Serra (PSDB), acompanhado da primeira-dama Ana Carolina e comitiva de vereadores e secretários, entregou a modernização do espaço, que recebeu o nome de uma figura muito importante para os esportes aquáticos na cidade: Professor Dirceu Macedo, que foi atleta e treinador da modalidade durante 30 anos e morreu no início de junho. Emocionadas, suas filhas Taísa e Alessandra participaram do evento.

Ainda não há data para reabertura do local, por dois motivos principais: porque o Dell’Antonia recebe estrutura de hospital de campanha em três de seus ginásios e porque as atividades como a natação só estarão liberadas quando a cidade estiver por 28 dias na Fase 5 (azul) do Plano São Paulo de flexibilização econômica – atualmente Santo André está na Fase 3 (amarela). A expectativa é que 4.000 pessoas, de crianças a idosos, possam utilizar o espaço tanto para aulas (natação e hidro) quanto para treinos de alto rendimento – antes desta reforma, a capacidade era para 200. Além disso, a cidade volta à rota dos eventos da modalidade.

“Se tivéssemos Olimpíada hoje no Brasil, poderíamos fazer a competição aqui, tamanha a qualidade deste novo equipamento. Fizemos um grande esforço para retomar esta piscina histórica para a cidade. Milhares de andreenses nadaram aqui e agora voltarão a ter essa oportunidade de ter a vida transformada pelo esporte”, declarou o prefeito.

Sob investimento de R$ 1,3 milhão, foram reformadas partes elétrica e hidráulica, cobertura, a piscina ganhou novo revestimento, sistema modernizado de aquecimento (solar e a gás), tratamento da água por ozônio (sem cloro), além de intervenções nos vestiários e instalação de iluminação em LED.

“Dá uma emoção muito grande, a gente desejava isso há anos. Ver tudo pronto, já começo a imaginar as crianças aqui, desenhar na cabeça o projeto na prática. Deixou de ser sonho, é real. Só faltam os atletas lá dentro (da água)”, celebrou a coordenadora da natação de Santo André, Juliana Lima de Almeida. “Essa piscina tem todas as medidas oficiais, seguindo as regras da Fina (Federação Internacional de Natação), sendo possível receber Paulista, Brasileiro e competições internacionais”, explicou.

As filhas do professor Dirceu não esconderam a alegria pela homenagem. “Houve uma mobilização para que ele desse nome ao espaço, o que para a gente foi muito lindo por ver este reconhecimento a ele”, disse Alessandra, filha do professor Dirceu. “Ele era o cara que colocava a mão na massa. Não só dava aulas e cuidava dos atletas, mas cuidava da piscina, amava tudo isso aqui”, emendou a irmã, Taísa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André ganha piscina revitalizada

Equipamento no Dell’Antonia recebe nome em homenagem ao professor Dirceu Macedo

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

10/08/2020 | 23:59


A tradicional piscina olímpica do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, em Santo André, está de cara nova. Ontem à noite, o prefeito Paulo Serra (PSDB), acompanhado da primeira-dama Ana Carolina e comitiva de vereadores e secretários, entregou a modernização do espaço, que recebeu o nome de uma figura muito importante para os esportes aquáticos na cidade: Professor Dirceu Macedo, que foi atleta e treinador da modalidade durante 30 anos e morreu no início de junho. Emocionadas, suas filhas Taísa e Alessandra participaram do evento.

Ainda não há data para reabertura do local, por dois motivos principais: porque o Dell’Antonia recebe estrutura de hospital de campanha em três de seus ginásios e porque as atividades como a natação só estarão liberadas quando a cidade estiver por 28 dias na Fase 5 (azul) do Plano São Paulo de flexibilização econômica – atualmente Santo André está na Fase 3 (amarela). A expectativa é que 4.000 pessoas, de crianças a idosos, possam utilizar o espaço tanto para aulas (natação e hidro) quanto para treinos de alto rendimento – antes desta reforma, a capacidade era para 200. Além disso, a cidade volta à rota dos eventos da modalidade.

“Se tivéssemos Olimpíada hoje no Brasil, poderíamos fazer a competição aqui, tamanha a qualidade deste novo equipamento. Fizemos um grande esforço para retomar esta piscina histórica para a cidade. Milhares de andreenses nadaram aqui e agora voltarão a ter essa oportunidade de ter a vida transformada pelo esporte”, declarou o prefeito.

Sob investimento de R$ 1,3 milhão, foram reformadas partes elétrica e hidráulica, cobertura, a piscina ganhou novo revestimento, sistema modernizado de aquecimento (solar e a gás), tratamento da água por ozônio (sem cloro), além de intervenções nos vestiários e instalação de iluminação em LED.

“Dá uma emoção muito grande, a gente desejava isso há anos. Ver tudo pronto, já começo a imaginar as crianças aqui, desenhar na cabeça o projeto na prática. Deixou de ser sonho, é real. Só faltam os atletas lá dentro (da água)”, celebrou a coordenadora da natação de Santo André, Juliana Lima de Almeida. “Essa piscina tem todas as medidas oficiais, seguindo as regras da Fina (Federação Internacional de Natação), sendo possível receber Paulista, Brasileiro e competições internacionais”, explicou.

As filhas do professor Dirceu não esconderam a alegria pela homenagem. “Houve uma mobilização para que ele desse nome ao espaço, o que para a gente foi muito lindo por ver este reconhecimento a ele”, disse Alessandra, filha do professor Dirceu. “Ele era o cara que colocava a mão na massa. Não só dava aulas e cuidava dos atletas, mas cuidava da piscina, amava tudo isso aqui”, emendou a irmã, Taísa. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;