Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

As mulheres da Louças Adelinas

Esta fábrica marcou época em São Caetano. Ficava na Rua Pernambuco, esquina com a Rua Antonio Prado. O chefe da seção de pinturas de louça era o autonomista, artista plástico e chargista Jayme da Costa Patrão, que criou a sigla Gipem (Grupo Independente de Pesquisadores da Memória)


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/08/2020 | 00:01


“Sem dúvida, a arquitetura da Fábrica de Louças Adelinas se impunha na São Caetano dos anos 1930. Eram grandes pavilhões, de fachadas rebuscadas, largas avenidas. A frente principal era construída como se fosse um castelo.” 

“À frente de tudo, a figura do comendador Manoel de Barros Loureiro. O celebre Álbum de São Bernardo, de 1937, escrito pelo jornalista João Netto Caldeira, conta que as diversas seções da fábrica Adelinas eram dirigidas por técnicos contratados na Alemanha, França e Portugal.”

“Olga Montanari, que foi a primeira vereadora de São Caetano, trabalhou muitos anos na Adelinas e conheceu a infinidade de moradores da cidade que atuaram na empresa...”

“As peças eram pintadas à mão pelas mulheres e o Museu Municipal guarda várias daquelas peças, que podemos chamar de artísticas.”

Cf. tópicos Semana São Caetano 2019

E a Semana São Caetano 2020 chega ao fim. Uma semana estendida a 15 edições. E é encerrada com as fotos de quatro colegas que trabalharam na Adelina. Imagens pertencentes a uma delas, Thereza Rocco Romano, funcionária da empresa durante 12 anos, de 1938 a 1950.

Dona Thereza era da seção de pintura de louças. Faleceu em 12 de novembro de 2019, aos 97 anos. E ao filho, Luiz Domingos Romano, identificou as colegas todas.<TB>

UM TIJOLO

Esta peça ao lado do logotipo da Semana São Caetano tem uma história. Foi dada de presente por um amigo do casal de São Bernardo, Vicente e Elexina D’Angelo – Vicente coleciona tijolos e se interessa pela história das antigas olarias do Grande ABC.

O exemplar foi retirado dos escombros de um muro que ficava à Rua Rio Branco, 226, bairro Fundação. Suas medidas: 26 x 13 x 7 centímetros. E a gravação central em alto relevo com a letra ‘B’, acompanhada de outra gravação curiosa, em forma de um cometa com sua cauda.

Diário há meio século

Terça-feira, 11 de agosto de 1970 – ano 13, edição 1306

Manchete – Última ameaça dos tupamaros: o cônsul brasileiro Aloysio Gomide poderá morrer 

Primeira Divisão – No Estádio Nicolau Alayon, Nacional 0, Saad 0. Público presente: 812 pagantes e uns 700 não pagantes. Ao final do jogo, jogadores do Saad, chamados ‘sequianos’, foram espancados e registram queixa na delegacia da Penha.

Campeonato Andreense – Humaitá vence o Búfalo por 3 a 0 e torna-se campeão, de forma invicta, do primeiro turno. O Humaitá era chamado de ‘Gasparzinho da Vila’.


Em 11 de agosto de...

1929 – Paróquia de São Caetano realiza a Festa do Padroeiro, tendo como paraninfo o conde Alexandre Siciliano.

Hoje

- Dia da Televisão

- Dia do Advogado

- Dia do Estudante

- Dia do Garçom

- Dia da Consciência Nacional

Municípios brasileiros

- Celebram aniversários em 11 de agosto: Pereira Barreto e Tatuí. Fonte: IBGE 

Santos do dia

- Suzana de Roma. Virgem mártir cristã do século III, festejada no dia 11 de agosto juntamente com São Tibúrcio. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

As mulheres da Louças Adelinas

Esta fábrica marcou época em São Caetano. Ficava na Rua Pernambuco, esquina com a Rua Antonio Prado. O chefe da seção de pinturas de louça era o autonomista, artista plástico e chargista Jayme da Costa Patrão, que criou a sigla Gipem (Grupo Independente de Pesquisadores da Memória)

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

11/08/2020 | 00:01


“Sem dúvida, a arquitetura da Fábrica de Louças Adelinas se impunha na São Caetano dos anos 1930. Eram grandes pavilhões, de fachadas rebuscadas, largas avenidas. A frente principal era construída como se fosse um castelo.” 

“À frente de tudo, a figura do comendador Manoel de Barros Loureiro. O celebre Álbum de São Bernardo, de 1937, escrito pelo jornalista João Netto Caldeira, conta que as diversas seções da fábrica Adelinas eram dirigidas por técnicos contratados na Alemanha, França e Portugal.”

“Olga Montanari, que foi a primeira vereadora de São Caetano, trabalhou muitos anos na Adelinas e conheceu a infinidade de moradores da cidade que atuaram na empresa...”

“As peças eram pintadas à mão pelas mulheres e o Museu Municipal guarda várias daquelas peças, que podemos chamar de artísticas.”

Cf. tópicos Semana São Caetano 2019

E a Semana São Caetano 2020 chega ao fim. Uma semana estendida a 15 edições. E é encerrada com as fotos de quatro colegas que trabalharam na Adelina. Imagens pertencentes a uma delas, Thereza Rocco Romano, funcionária da empresa durante 12 anos, de 1938 a 1950.

Dona Thereza era da seção de pintura de louças. Faleceu em 12 de novembro de 2019, aos 97 anos. E ao filho, Luiz Domingos Romano, identificou as colegas todas.<TB>

UM TIJOLO

Esta peça ao lado do logotipo da Semana São Caetano tem uma história. Foi dada de presente por um amigo do casal de São Bernardo, Vicente e Elexina D’Angelo – Vicente coleciona tijolos e se interessa pela história das antigas olarias do Grande ABC.

O exemplar foi retirado dos escombros de um muro que ficava à Rua Rio Branco, 226, bairro Fundação. Suas medidas: 26 x 13 x 7 centímetros. E a gravação central em alto relevo com a letra ‘B’, acompanhada de outra gravação curiosa, em forma de um cometa com sua cauda.

Diário há meio século

Terça-feira, 11 de agosto de 1970 – ano 13, edição 1306

Manchete – Última ameaça dos tupamaros: o cônsul brasileiro Aloysio Gomide poderá morrer 

Primeira Divisão – No Estádio Nicolau Alayon, Nacional 0, Saad 0. Público presente: 812 pagantes e uns 700 não pagantes. Ao final do jogo, jogadores do Saad, chamados ‘sequianos’, foram espancados e registram queixa na delegacia da Penha.

Campeonato Andreense – Humaitá vence o Búfalo por 3 a 0 e torna-se campeão, de forma invicta, do primeiro turno. O Humaitá era chamado de ‘Gasparzinho da Vila’.


Em 11 de agosto de...

1929 – Paróquia de São Caetano realiza a Festa do Padroeiro, tendo como paraninfo o conde Alexandre Siciliano.

Hoje

- Dia da Televisão

- Dia do Advogado

- Dia do Estudante

- Dia do Garçom

- Dia da Consciência Nacional

Municípios brasileiros

- Celebram aniversários em 11 de agosto: Pereira Barreto e Tatuí. Fonte: IBGE 

Santos do dia

- Suzana de Roma. Virgem mártir cristã do século III, festejada no dia 11 de agosto juntamente com São Tibúrcio. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;