Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Guedes: Não se espantem com alíquota de CBS

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/08/2020 | 19:20


O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que a alíquota de 12% prevista para a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) poderá ser revista caso se mostre "exagerada". A CBS unifica o PIS e a Cofins e consta na proposta de reforma tributária enviada pelo governo ao Congresso Nacional.

Em live organizada pelo Fórum de Incentivo à Cadeia Leiteira, Guedes pediu que o setor agrícola "não se espante" com a alíquota da CBS porque será permitida dedução ao longo da cadeia. "O contribuinte receberá crédito quase instantaneamente, não é como hoje que ele tem que ir à Justiça", completou.

O ministro ressaltou que os setores mais atingidos pela CBS serão assistidos por desoneração da folha, que o governo pretende incluir em uma nova etapa de sua reforma tributária.

Em relação ao setor leiteiro, Guedes disse ainda que o câmbio atual torna mais interessante as exportações do produto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guedes: Não se espantem com alíquota de CBS


10/08/2020 | 19:20


O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que a alíquota de 12% prevista para a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) poderá ser revista caso se mostre "exagerada". A CBS unifica o PIS e a Cofins e consta na proposta de reforma tributária enviada pelo governo ao Congresso Nacional.

Em live organizada pelo Fórum de Incentivo à Cadeia Leiteira, Guedes pediu que o setor agrícola "não se espante" com a alíquota da CBS porque será permitida dedução ao longo da cadeia. "O contribuinte receberá crédito quase instantaneamente, não é como hoje que ele tem que ir à Justiça", completou.

O ministro ressaltou que os setores mais atingidos pela CBS serão assistidos por desoneração da folha, que o governo pretende incluir em uma nova etapa de sua reforma tributária.

Em relação ao setor leiteiro, Guedes disse ainda que o câmbio atual torna mais interessante as exportações do produto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;