Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pompeo critica prisão de Jimmy Lai em Hong Kong em meio à escalada de tensões

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/08/2020 | 14:47


O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, foi ao Twitter manifestar preocupação com a prisão de Jimmy Lai, editor do popular jornal de Hong Kong Apple Daily, pela lei de segurança nacional aplicada por Pequim sobre o território. Lai foi preso nesta segunda-feira, 10, sob a alegação de "conluio estrangeiro".

"Estou profundamente preocupado com os relatos da prisão de Jimmy Lai pela draconiana Lei de Segurança Nacional de Hong Kong. Outra prova de que o Partido Comunista da China eviscerou as liberdades de Hong Kong e corroeu os direitos de seu povo", publicou Pompeo em seu Twitter.

A fala do secretário de Estado vem em meio ao recrudescimento de tensões entre as duas maiores economias do mundo. Hoje, Pequim aplicou sanções a importantes autoridades americanas, como o senador republicano Ted Cruz, retaliando medida semelhante tomada por Washington na semana passada.

Mais cedo, a União Europeia emitiu nota defendendo a liberdade de imprensa em Hong Kong e criticando a prisão do jornalista. Para o bloco, a prisão de Jimmy Lai reforça os temores de que a lei de segurança nacional imposta pela China é um pretexto para a repressão de figuras políticas dissidentes. "A liberdade e o pluralismo dos meios de comunicação são pilares da democracia, pois são componentes essenciais de uma sociedade aberta e livre", ressalta a UE no comunicado.

*Colaborou André Marinho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pompeo critica prisão de Jimmy Lai em Hong Kong em meio à escalada de tensões


10/08/2020 | 14:47


O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, foi ao Twitter manifestar preocupação com a prisão de Jimmy Lai, editor do popular jornal de Hong Kong Apple Daily, pela lei de segurança nacional aplicada por Pequim sobre o território. Lai foi preso nesta segunda-feira, 10, sob a alegação de "conluio estrangeiro".

"Estou profundamente preocupado com os relatos da prisão de Jimmy Lai pela draconiana Lei de Segurança Nacional de Hong Kong. Outra prova de que o Partido Comunista da China eviscerou as liberdades de Hong Kong e corroeu os direitos de seu povo", publicou Pompeo em seu Twitter.

A fala do secretário de Estado vem em meio ao recrudescimento de tensões entre as duas maiores economias do mundo. Hoje, Pequim aplicou sanções a importantes autoridades americanas, como o senador republicano Ted Cruz, retaliando medida semelhante tomada por Washington na semana passada.

Mais cedo, a União Europeia emitiu nota defendendo a liberdade de imprensa em Hong Kong e criticando a prisão do jornalista. Para o bloco, a prisão de Jimmy Lai reforça os temores de que a lei de segurança nacional imposta pela China é um pretexto para a repressão de figuras políticas dissidentes. "A liberdade e o pluralismo dos meios de comunicação são pilares da democracia, pois são componentes essenciais de uma sociedade aberta e livre", ressalta a UE no comunicado.

*Colaborou André Marinho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;