Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

José de Abreu fala sobre o filho que morreu há 28 anos: Maior dor



10/08/2020 | 13:11


Nem sempre a vida é feita apenas de bons momentos, né? Alguns famosos sabem muito bem disso e enfrentaram tragédias pessoais bem diante das câmeras. José de Abreu, por exemplo, usou o Instagram para relembrar um momento triste de sua vida: a perda de seu filho, Rodrigo, que morreu em 1992.

No Instagram, o ator publicou uma foto do garoto, que tinha 21 anos de idade na época da tragédia. Na legenda, escreveu o seguinte:

A maior dor de um pai é perder um filho. É a vida invertida. Este é o Rodrigo, meu primogeÌ?nito, que cumpriu seu karma rápido demais. Lá se vaÌ?o 28 anos (um dia nos veremos de novo, filho).

Rodrigo era fruto do relacionamento do ator com a advogada Neuza Serroni e morreu ao cair da janela do apartamento onde morava com o pai, no Rio de Janeiro. Em 2012, em conversa com o jornal Extra, ele falou sobre sua perda:

- � terrível, é duro, é antinatural... O natural é enterrar pai, não é enterrar filho. � uma coisa de vida invertida. (...) � terrível, mas, como eu tinha estudado religiões espiritualistas, acredito em reencarnação. Isso ajuda muito a curar. Mas a dor você vai carregar pelo resto da vida. Não há substituto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

José de Abreu fala sobre o filho que morreu há 28 anos: Maior dor


10/08/2020 | 13:11


Nem sempre a vida é feita apenas de bons momentos, né? Alguns famosos sabem muito bem disso e enfrentaram tragédias pessoais bem diante das câmeras. José de Abreu, por exemplo, usou o Instagram para relembrar um momento triste de sua vida: a perda de seu filho, Rodrigo, que morreu em 1992.

No Instagram, o ator publicou uma foto do garoto, que tinha 21 anos de idade na época da tragédia. Na legenda, escreveu o seguinte:

A maior dor de um pai é perder um filho. É a vida invertida. Este é o Rodrigo, meu primogeÌ?nito, que cumpriu seu karma rápido demais. Lá se vaÌ?o 28 anos (um dia nos veremos de novo, filho).

Rodrigo era fruto do relacionamento do ator com a advogada Neuza Serroni e morreu ao cair da janela do apartamento onde morava com o pai, no Rio de Janeiro. Em 2012, em conversa com o jornal Extra, ele falou sobre sua perda:

- � terrível, é duro, é antinatural... O natural é enterrar pai, não é enterrar filho. � uma coisa de vida invertida. (...) � terrível, mas, como eu tinha estudado religiões espiritualistas, acredito em reencarnação. Isso ajuda muito a curar. Mas a dor você vai carregar pelo resto da vida. Não há substituto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;