Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: governador de Nova York critica decreto de Trump sobre seguro-desemprego



09/08/2020 | 19:11


O governador de Nova York, Andrew Cuomo, criticou neste domingo decretos executivos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e disse que são um novo capítulo na resposta fracassada do governo federal à pandemia do novo coronavírus. O Democrata se mostrou particularmente contrário ao anúncio de Trump no sábado de que os Estados devem pagar parte dos benefícios semanais de seguro-desemprego de US$ 400.

Em entrevista coletiva, ele afirmou que o plano de Trump provavelmente custaria ao Estado de Nova York US$ 4 bilhões. "O conceito de dizer aos Estados, você paga 25% do seguro, é simplesmente ridículo", disse Cuomo. "É simplesmente uma impossibilidade. Então, nada disso é real do lado federal. Isso vai ter que ser resolvido."

Cuomo afirmou ainda que não sabia se Trump estava sendo "genuíno em pensar que o decreto executivo é uma resolução ou se isso é apenas uma tática na negociação". "Mas isso é irreconciliável para o Estado. E espero que este seja apenas um capítulo do livro da má gestão de Washington da covid-19."

Cuomo elogiou os nova-iorquinos pela redução na taxa de infecções no Estado, salientando que apenas 0,78% dos 65.812 exames realizados no sábado tiveram resultado positivo. Ele disse que os 131 indivíduos em unidades de terapia intensiva também representavam o menor número desde os primeiros dias da crise de saúde. "É uma ótima notícia", afirmou. Entretanto, o Estado registrou mais sete mortes por covid-19. O governador também mantêm a pressão sobre autoridades locais para fazerem cumprir as regras a fim de evitar multidões em bares e restaurantes. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: governador de Nova York critica decreto de Trump sobre seguro-desemprego


09/08/2020 | 19:11


O governador de Nova York, Andrew Cuomo, criticou neste domingo decretos executivos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e disse que são um novo capítulo na resposta fracassada do governo federal à pandemia do novo coronavírus. O Democrata se mostrou particularmente contrário ao anúncio de Trump no sábado de que os Estados devem pagar parte dos benefícios semanais de seguro-desemprego de US$ 400.

Em entrevista coletiva, ele afirmou que o plano de Trump provavelmente custaria ao Estado de Nova York US$ 4 bilhões. "O conceito de dizer aos Estados, você paga 25% do seguro, é simplesmente ridículo", disse Cuomo. "É simplesmente uma impossibilidade. Então, nada disso é real do lado federal. Isso vai ter que ser resolvido."

Cuomo afirmou ainda que não sabia se Trump estava sendo "genuíno em pensar que o decreto executivo é uma resolução ou se isso é apenas uma tática na negociação". "Mas isso é irreconciliável para o Estado. E espero que este seja apenas um capítulo do livro da má gestão de Washington da covid-19."

Cuomo elogiou os nova-iorquinos pela redução na taxa de infecções no Estado, salientando que apenas 0,78% dos 65.812 exames realizados no sábado tiveram resultado positivo. Ele disse que os 131 indivíduos em unidades de terapia intensiva também representavam o menor número desde os primeiros dias da crise de saúde. "É uma ótima notícia", afirmou. Entretanto, o Estado registrou mais sete mortes por covid-19. O governador também mantêm a pressão sobre autoridades locais para fazerem cumprir as regras a fim de evitar multidões em bares e restaurantes. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;