Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em Live para apoiar Beirute, Trump pede investigação de explosão em porto



09/08/2020 | 11:05


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cobrou uma investigação para apurar as causas da explosão no porto de Beirute na última terça-feira (4). Após discursos contraditórios do governo norte-americano sobre a tragédia, Trump pressionou a comunidade internacional para descobrir o que de fato aconteceu.

"Foi acidente de fato? Se foi acidente, foi um acidente tremendamente horrível. Cabe saber: será que foi outra coisa diferente que não um acidente?", questionou o presidente norte-americano em teleconferência com outros chefes de Estado organizada pelo presidente da França, Emmanuel Macron. O presidente Jair Bolsonaro também participou e transmitiu parte da reunião pelas redes sociais.

Na terça-feira (4), após a explosão, Trump chegou a afirmar que o desastre ocorrido na região portuária de Beirute parecia ter sido um "ataque". Neste domingo (9), porém, ele condicionou a avaliação a uma investigação. "Uma investigação deve ser feita com muito empenho e, se houve qualquer coisa diferente do que hoje lemos, e tenho recebido diferentes leituras do que pode ter acontecido na tragédia, esperamos que ocorra uma investigação prontamente."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em Live para apoiar Beirute, Trump pede investigação de explosão em porto


09/08/2020 | 11:05


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cobrou uma investigação para apurar as causas da explosão no porto de Beirute na última terça-feira (4). Após discursos contraditórios do governo norte-americano sobre a tragédia, Trump pressionou a comunidade internacional para descobrir o que de fato aconteceu.

"Foi acidente de fato? Se foi acidente, foi um acidente tremendamente horrível. Cabe saber: será que foi outra coisa diferente que não um acidente?", questionou o presidente norte-americano em teleconferência com outros chefes de Estado organizada pelo presidente da França, Emmanuel Macron. O presidente Jair Bolsonaro também participou e transmitiu parte da reunião pelas redes sociais.

Na terça-feira (4), após a explosão, Trump chegou a afirmar que o desastre ocorrido na região portuária de Beirute parecia ter sido um "ataque". Neste domingo (9), porém, ele condicionou a avaliação a uma investigação. "Uma investigação deve ser feita com muito empenho e, se houve qualquer coisa diferente do que hoje lemos, e tenho recebido diferentes leituras do que pode ter acontecido na tragédia, esperamos que ocorra uma investigação prontamente."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;