Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sob análise do PT, Tião Mateus tem dívida de R$ 100 mil com sigla

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na busca da reeleição, vereador passa investigação dentro da legenda


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

09/08/2020 | 00:01


Parte da cúpula do PT e militantes que há tempos questionam sua postura encontraram na investigação aberta no conselho de ética do partido espaço para pressionar o vereador Tião Mateus, de São Bernardo. O parlamentar, alvo de representação por aparecer em vídeo tecendo elogios ao prefeito Orlando Morando (PSDB), tem passivo na ordem de R$ 100 mil junto ao diretório municipal por contribuições partidárias em atraso.

O estatuto do PT determina que políticos detentores de mandato ou de cargos em comissão façam repasse para manter a atividade partidária. Tião sempre foi contestado por não efetuar esses pagamentos. Mas seu histórico no petismo blindava qualquer ação mais contundente.

O Diário apurou que a situação de Tião dentro do petismo é desconfortável perto do período das convenções, quando as candidaturas são homologadas. Grupo de filiados ao PT exige que Tião faça vídeo pedindo desculpas ao partido e, em especial, ao ex-prefeito e pré-candidato ao Paço Luiz Marinho, por ter elogiado Morando sem citar o correligionário.

Nas imagens com o tucano, o vereador agradece o chefe do Executivo por liberar escrituras no Jardim Ipanema, reduto eleitoral do vereador, sem mencionar Marinho, que deu início à liberação da documentação na área. 

A conduta do vereador petista foi levada ao conselho de ética do PT de São Bernardo no mês passado. A exigência de um vídeo com pedidos de desculpa, como sustentam filiados petistas, seria um aceno de reconhecimento de erro, o que poderia amenizar sua situação dentro do partido.

A representação contra Tião, além de citar o polêmico vídeo, questiona a ausência de sanções com a inadimplência do parlamentar junto ao partido. Há quem defenda a execução imediata do passivo. Outros pedem que, se Tião não pagar, que a legenda lhe negue o direito a buscar a reeleição.

Tião sustenta que, sobre o episódio do vídeo, não teria cometido nada de errado, já que Morando foi até o Jardim Ipanema, local onde tem influência política. Já sobre a questão envolvendo a dívida dentro do PT, o vereador pediu apenas que o Diário buscasse o tesoureiro do partido. “Amigo, sobre minha dívida, se quiser mais detalhes, fale com o tesoureiro do PT.”

Presidente do PT de São Bernardo, Cleiton Coutinho decidiu não de manifestar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sob análise do PT, Tião Mateus tem dívida de R$ 100 mil com sigla

Na busca da reeleição, vereador passa investigação dentro da legenda

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

09/08/2020 | 00:01


Parte da cúpula do PT e militantes que há tempos questionam sua postura encontraram na investigação aberta no conselho de ética do partido espaço para pressionar o vereador Tião Mateus, de São Bernardo. O parlamentar, alvo de representação por aparecer em vídeo tecendo elogios ao prefeito Orlando Morando (PSDB), tem passivo na ordem de R$ 100 mil junto ao diretório municipal por contribuições partidárias em atraso.

O estatuto do PT determina que políticos detentores de mandato ou de cargos em comissão façam repasse para manter a atividade partidária. Tião sempre foi contestado por não efetuar esses pagamentos. Mas seu histórico no petismo blindava qualquer ação mais contundente.

O Diário apurou que a situação de Tião dentro do petismo é desconfortável perto do período das convenções, quando as candidaturas são homologadas. Grupo de filiados ao PT exige que Tião faça vídeo pedindo desculpas ao partido e, em especial, ao ex-prefeito e pré-candidato ao Paço Luiz Marinho, por ter elogiado Morando sem citar o correligionário.

Nas imagens com o tucano, o vereador agradece o chefe do Executivo por liberar escrituras no Jardim Ipanema, reduto eleitoral do vereador, sem mencionar Marinho, que deu início à liberação da documentação na área. 

A conduta do vereador petista foi levada ao conselho de ética do PT de São Bernardo no mês passado. A exigência de um vídeo com pedidos de desculpa, como sustentam filiados petistas, seria um aceno de reconhecimento de erro, o que poderia amenizar sua situação dentro do partido.

A representação contra Tião, além de citar o polêmico vídeo, questiona a ausência de sanções com a inadimplência do parlamentar junto ao partido. Há quem defenda a execução imediata do passivo. Outros pedem que, se Tião não pagar, que a legenda lhe negue o direito a buscar a reeleição.

Tião sustenta que, sobre o episódio do vídeo, não teria cometido nada de errado, já que Morando foi até o Jardim Ipanema, local onde tem influência política. Já sobre a questão envolvendo a dívida dentro do PT, o vereador pediu apenas que o Diário buscasse o tesoureiro do partido. “Amigo, sobre minha dívida, se quiser mais detalhes, fale com o tesoureiro do PT.”

Presidente do PT de São Bernardo, Cleiton Coutinho decidiu não de manifestar.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;