Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Verdão e Timão definem o campeão

Rodrigo Corsi/FPF Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após empate sem gols no 1º jogo, em Itaquera, rivais voltam a se enfrentar às 16h30 pelo título


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

07/08/2020 | 23:59


O Campeonato Paulista mais longo dos últimos tempos conhecerá hoje seu campeão. Paralisada por quase quatro meses em razão da pandemia do novo coronavírus, a competição chega à decisão com um duelo entre os principais rivais do Estado: Palmeiras e Corinthians. E se deixaram a desejar no primeiro jogo, que terminou empatado sem gols, na Arena de Itaquera, palmeirenses e corintianos deverão ter postura diferente neste reencontro, às 16h30, no Allianz Parque, que vale o reencontro alviverde com um título do Estadual após 12 anos, ou o tetracampeonato seguido para a equipe alvinegra.
Com bom retrospecto em finais contra rivais (venceu três títulos em três finais pelo Nacional-URU contra o Peñarol-URU), o lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña espera manter a escrita. “É um sonho poder disputar uma final, todo jogador quer sair campeão. Vamos dar o nosso máximo e ainda mais em busca do nosso objetivo”, declarou o jogador, que reassumiu a titularidade justamente no jogo de quarta-feira, após se recuperar de concussão. “Foi difícil ficar fora. Todo jogador quer estar dentro de campo, obviamente é difícil. Mas fico contente pelo esforço que meus companheiros fizeram para estar onde estamos. Tivemos bons momentos na partida de ontem (quarta), é um campo difícil, mas vamos decidir em casa, o que é importante. Mesmo sem a torcida presente, sabemos que temos o apoio deles. Vamos dar o nosso melhor”, decretou.

Se a partida de hoje terminar empatada como a de quarta-feira, a definição do campeão será nos pênaltis, momento que pode consagrar – ou não – os goleiros. Pelo lado corintiano, Cássio foi bastante franco: prefere que a decisão saia nos 90 minutos. “Eu nunca penso que vou ser o protagonista, até muitas pessoas já perguntaram para mim: ‘Nos momentos decisivos você aparece, você faz alguma coisa diferente?’ E não, não faço nada. Eu acho que tenho que ter o mesmo respeito por todas as equipes, minha preparação é normal para todos os jogos. Espero que no tempo normal a gente possa decidir a partida, nos pênaltis é muito relativo, tem a parte psicológica, do jogador também, não depende só do goleiro. Mas se a pergunta é sobre decidir nos pênaltis ou no tempo normal, eu prefiro no tempo normal”, declarou.

No Palmeiras, Felipe Melo pode ser a novidade, caso esteja em condições após tratamento intensivo para se recuperar de lesão na coxa esquerda. Se o veterano não jogar, Luan segue no time. Na frente, dúvida entre Zé Rafael ou Willian. Já no Corinthians, Tiago Nunes tem somente uma questão: Éderson ou Cantillo na faixa central defensiva.
 

Troféu já foi decidido duas vezes na casa palmeirense

O título do Paulistão já foi decidido duas vezes no estádio do Palmeiras. A primeira, em 1937 (relativa ao Estadual de 1936), no antigo Palestra Itália, teve como campeão o time da casa. Porém, em 2018, na polêmica decisão que os alviverdes contestam interferência externa, o Corinthians ficou com o troféu já no modernizado Allianz Parque. Desta forma, o duelo das 16h30 de hoje servirá como um tira-teima.

No geral, os corintianos têm ampla vantagem no número de títulos de Campeonato Paulista. Atual tricampeão consecutivo, o Timão – que pode igualar o Paulistano, único tetra seguido – ostenta 30 troféus do torneio, contra 22 do Verdão (mesmo número de conquistas do Santos).

Esta será a 51ª final de Paulistão em 119 edições (a maioria teve outro sistema de disputa, sem decisão). Neste formato, o Corinthians foi campeão em 14 oportunidades e o Palmeiras, em seis delas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Verdão e Timão definem o campeão

Após empate sem gols no 1º jogo, em Itaquera, rivais voltam a se enfrentar às 16h30 pelo título

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

07/08/2020 | 23:59


O Campeonato Paulista mais longo dos últimos tempos conhecerá hoje seu campeão. Paralisada por quase quatro meses em razão da pandemia do novo coronavírus, a competição chega à decisão com um duelo entre os principais rivais do Estado: Palmeiras e Corinthians. E se deixaram a desejar no primeiro jogo, que terminou empatado sem gols, na Arena de Itaquera, palmeirenses e corintianos deverão ter postura diferente neste reencontro, às 16h30, no Allianz Parque, que vale o reencontro alviverde com um título do Estadual após 12 anos, ou o tetracampeonato seguido para a equipe alvinegra.
Com bom retrospecto em finais contra rivais (venceu três títulos em três finais pelo Nacional-URU contra o Peñarol-URU), o lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña espera manter a escrita. “É um sonho poder disputar uma final, todo jogador quer sair campeão. Vamos dar o nosso máximo e ainda mais em busca do nosso objetivo”, declarou o jogador, que reassumiu a titularidade justamente no jogo de quarta-feira, após se recuperar de concussão. “Foi difícil ficar fora. Todo jogador quer estar dentro de campo, obviamente é difícil. Mas fico contente pelo esforço que meus companheiros fizeram para estar onde estamos. Tivemos bons momentos na partida de ontem (quarta), é um campo difícil, mas vamos decidir em casa, o que é importante. Mesmo sem a torcida presente, sabemos que temos o apoio deles. Vamos dar o nosso melhor”, decretou.

Se a partida de hoje terminar empatada como a de quarta-feira, a definição do campeão será nos pênaltis, momento que pode consagrar – ou não – os goleiros. Pelo lado corintiano, Cássio foi bastante franco: prefere que a decisão saia nos 90 minutos. “Eu nunca penso que vou ser o protagonista, até muitas pessoas já perguntaram para mim: ‘Nos momentos decisivos você aparece, você faz alguma coisa diferente?’ E não, não faço nada. Eu acho que tenho que ter o mesmo respeito por todas as equipes, minha preparação é normal para todos os jogos. Espero que no tempo normal a gente possa decidir a partida, nos pênaltis é muito relativo, tem a parte psicológica, do jogador também, não depende só do goleiro. Mas se a pergunta é sobre decidir nos pênaltis ou no tempo normal, eu prefiro no tempo normal”, declarou.

No Palmeiras, Felipe Melo pode ser a novidade, caso esteja em condições após tratamento intensivo para se recuperar de lesão na coxa esquerda. Se o veterano não jogar, Luan segue no time. Na frente, dúvida entre Zé Rafael ou Willian. Já no Corinthians, Tiago Nunes tem somente uma questão: Éderson ou Cantillo na faixa central defensiva.
 

Troféu já foi decidido duas vezes na casa palmeirense

O título do Paulistão já foi decidido duas vezes no estádio do Palmeiras. A primeira, em 1937 (relativa ao Estadual de 1936), no antigo Palestra Itália, teve como campeão o time da casa. Porém, em 2018, na polêmica decisão que os alviverdes contestam interferência externa, o Corinthians ficou com o troféu já no modernizado Allianz Parque. Desta forma, o duelo das 16h30 de hoje servirá como um tira-teima.

No geral, os corintianos têm ampla vantagem no número de títulos de Campeonato Paulista. Atual tricampeão consecutivo, o Timão – que pode igualar o Paulistano, único tetra seguido – ostenta 30 troféus do torneio, contra 22 do Verdão (mesmo número de conquistas do Santos).

Esta será a 51ª final de Paulistão em 119 edições (a maioria teve outro sistema de disputa, sem decisão). Neste formato, o Corinthians foi campeão em 14 oportunidades e o Palmeiras, em seis delas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;