Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Paulo adia retorno das aulas presenciais para 7 de outubro

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Apesar de adiamento, a partir de 8 de setembro escolas podem abrir para reforço escolar e atividades opcionais


Vanessa Soares
Do dgabc.com.br

07/08/2020 | 13:04


Atualizada às 13h26 

Assim como noticiado mais cedo, o governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou em coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta sexta-feira (7), no Palácio dos Bandeirantes, o adiamento do retorno das aulas presenciais para 7 de outubro. Apesar da melhora da pandemia no estado, como afirma o governo, o  Centro de Contingência do Coronavírus recomendou a medida para garantir margem de segurança ainda maior para alunos, professores e familiares de todos. Já no Grande ABC, municípios informaram nos últimos dias que as aulas presenciais não serão retomadas em 2020.

O retorno estava previsto inicialmente para 8 de setembro. A partir desta data, no entanto, escolas públicas e privadas poderão abrir para reforço escolar e atividades opcionais desde que estejam localizadas em cidades na fase amarela há pelo menos 28 dias e cumpram todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelo Plano São Paulo como distanciamento, uso de álcool gel, entre outros. "A escolha de reabertura para atividades opcionais e reforço a partir de 8 de setembro é uma decisão que cada escola deve tomar através de um processo de consulta que envolve a comunidade escolar, pais, estudantes e educadores", completou o governador.

Além disso o governo anunciou também a nova reclassificação das regiões no Plano São Paulo. Nove regiões no interior do estado progrediram para fase amarela, todas no Interior, entre elas Araçatuba, Araraquara, Marília, Bauru, Campinas, Sorocaba, Taubaté, São João da Boa Vista e Piracibaca. “Está é uma ótima notícia para 15 milhões de brasileiros”, afirmou Doria. Com a evolução, 86% do estado está classificada na fase amarela.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Paulo adia retorno das aulas presenciais para 7 de outubro

Apesar de adiamento, a partir de 8 de setembro escolas podem abrir para reforço escolar e atividades opcionais

Vanessa Soares
Do dgabc.com.br

07/08/2020 | 13:04


Atualizada às 13h26 

Assim como noticiado mais cedo, o governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou em coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta sexta-feira (7), no Palácio dos Bandeirantes, o adiamento do retorno das aulas presenciais para 7 de outubro. Apesar da melhora da pandemia no estado, como afirma o governo, o  Centro de Contingência do Coronavírus recomendou a medida para garantir margem de segurança ainda maior para alunos, professores e familiares de todos. Já no Grande ABC, municípios informaram nos últimos dias que as aulas presenciais não serão retomadas em 2020.

O retorno estava previsto inicialmente para 8 de setembro. A partir desta data, no entanto, escolas públicas e privadas poderão abrir para reforço escolar e atividades opcionais desde que estejam localizadas em cidades na fase amarela há pelo menos 28 dias e cumpram todos os protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelo Plano São Paulo como distanciamento, uso de álcool gel, entre outros. "A escolha de reabertura para atividades opcionais e reforço a partir de 8 de setembro é uma decisão que cada escola deve tomar através de um processo de consulta que envolve a comunidade escolar, pais, estudantes e educadores", completou o governador.

Além disso o governo anunciou também a nova reclassificação das regiões no Plano São Paulo. Nove regiões no interior do estado progrediram para fase amarela, todas no Interior, entre elas Araçatuba, Araraquara, Marília, Bauru, Campinas, Sorocaba, Taubaté, São João da Boa Vista e Piracibaca. “Está é uma ótima notícia para 15 milhões de brasileiros”, afirmou Doria. Com a evolução, 86% do estado está classificada na fase amarela.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;