Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA relaxam alerta de viagens internacionais



06/08/2020 | 16:07


O Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira, 6, a retirada do nível quatro do sistema de alertas para a viagens internacionais. Pela recomendação, adotada em março, o país orientava que os americanos evitassem viajar para qualquer destino no exterior, por conta do risco associado ao coronavírus. Agora, a classificação será feita de acordo com a situação de cada nação.

Embora seja o epicentro da pandemia na América Latina, o Brasil ficou em nível dois, que sugere "cautela ampliada" aos turistas. Vários países da Europa, entre eles Reino Unido, Alemanha e França, foram classificados em nível três, com orientação para que a viagem seja "reconsiderada". Para a China, a categoria continua sendo o nível quatro.

"Estamos monitorando de perto as condições de saúde e segurança em todo o mundo, trabalhando em parceria com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e outras agências. Como sempre, atualizaremos regularmente nossos conselhos específicos de destinos para viajantes dos EUA à medida que as condições evoluírem", explicou o Departamento de Estado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA relaxam alerta de viagens internacionais


06/08/2020 | 16:07


O Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira, 6, a retirada do nível quatro do sistema de alertas para a viagens internacionais. Pela recomendação, adotada em março, o país orientava que os americanos evitassem viajar para qualquer destino no exterior, por conta do risco associado ao coronavírus. Agora, a classificação será feita de acordo com a situação de cada nação.

Embora seja o epicentro da pandemia na América Latina, o Brasil ficou em nível dois, que sugere "cautela ampliada" aos turistas. Vários países da Europa, entre eles Reino Unido, Alemanha e França, foram classificados em nível três, com orientação para que a viagem seja "reconsiderada". Para a China, a categoria continua sendo o nível quatro.

"Estamos monitorando de perto as condições de saúde e segurança em todo o mundo, trabalhando em parceria com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e outras agências. Como sempre, atualizaremos regularmente nossos conselhos específicos de destinos para viajantes dos EUA à medida que as condições evoluírem", explicou o Departamento de Estado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;