Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 28 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Grávida, Nathalia Dill reflete sobre o papel do companheiro, Pedro Curvello



06/08/2020 | 16:10


Nathalia Dill está de mãos dadas - e firmes - com a maternidade. Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz revelou que está lendo bastante sobre o assunto e que isso a inspirou a criar o Mamãe de Primeira Live, um projeto de lives que serão feitas em seu perfil do Instagram.

- Estou muito mergulhada nesse universo da maternidade, lendo, conversando com outras mães. Tanto eu quanto Pedro [Curvello, músico e companheiro de Nathalia] estamos nos preparando muito para a chegada da nossa filha. Ao fazer isso, percebi que há tanto para se falar sobre esse assunto. Maternidade é uma experiência ainda envolvida em muitos tabus. Tem a expectativa de como a mãe deve agir ou ser, tem a questão do puerpério, como exercer uma maternidade livre e real... E pelo que vejo do Pedro pesquisar e estudar, há isso também em relação à paternidade. Nós dois queremos estar ali com nossa filha, criando-a. Ele não será um ajudante, é o pai dela e deve exercer a paternidade de maneira ampla. Conversando com outras amigas, percebi que esse é um assunto que rende muito, que as pessoas querem falar sobre. Pensei, então, em começar com as lives no meu Instagram para trocar sobre isso: preparação, maternidade... Estou muito empolgada, confessou.

A primeira live acontece nesta quinta-feira, dia 6, às 18 horas. Nesse meio tempo, a artista tenta lidar com o fato de estar grávida durante uma pandemia.

- Estou vivendo cada momento de uma maneira bem presente, e isso é muito bom. Ver essas mudanças acontecerem, recebê-las. É muito especial. A parte difícil é não conseguir compartilhar isso com minha família pessoalmente. Nos falamos, claro, mas eles estão acompanhando de longe porque, no momento, não tem como ser diferente.

A atriz declarou que faz questão de ensinar para a filha sobre o feminismo.

- Quero que ela desde cedo entenda que o fato de ela ser menina não é impedimento para fazer nada. Tem um livro da Chimamanda muito bom chamado Para educar crianças feministas: Um manifesto, que traz essas questões e ajudam a refletir muito sobre como podemos criar crianças para que não vejam as limitações que, muitas vezes, a sociedade impõe. Ensine a ela que papéis de gênero são totalmente absurdos. Nunca lhe diga para fazer ou deixar de fazer alguma coisa porque você é menina. Por que você é menina nunca é razão para nada. Jamais, escreveu Chimamana. E acho que esse é um ensinamento fundamental.

Nathalia também citou algumas mudanças físicas que vieram com a gravidez.

- Eu sempre dormi muito bem, mas agora sinto ainda mais sono (risos). Ando um pouco esquecida das coisas, o que é engraçado. Às vezes, marco algo e, se não me ajudam a lembrar, acabo esquecendo. Ainda bem que tem sempre alguém por perto me ajudando. [...] E tem a mudança no corpo, a mudança física. Minha barriga ainda não está muito grande, mas já vejo ela ali. É muito mágico ver essa transformação acontecendo dia a dia.

Encontro

A artista ainda participou do programa Encontro com Fátima Bernardes na manhã desta quinta-feira, dia 6. No bate-papo, a atriz revelou que sofreu muitos enjoos no início da gestação, chegando a emagrecer três quilos por causa disso.

- O início foi muito difícil, fiquei bastante enjoada, cansada. Não conseguia fazer nada. Então o Pedro fez tudo, coitado. Já tem um mês que estou melhor. Fiquei impressionada de ver o meu corpo diferente, de não fazer as coisas que eu queria. Realmente fiquei bem diferente. E muito enjoo. A peixe, temperos mais fortes, óleo de coco. Coisas que eu adorava.

Grávida de quatro meses, Nathalia ainda não tem muitos desejos.

- Comecei a comer mais agora. Mas tenho muita vontade de massa, macarrão, biscoito. Vou indo bem para o que eu comi na infância. Muito carboidrato.

A bebê da atriz, uma menina, está prevista para dezembro - e Nathalia já sabe o que quer para o futuro da filha.

- Espero que minha filha cresça em um mundo mais livre, mais poderoso, que ela se sinta mais poderosa.

Fofa, né?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grávida, Nathalia Dill reflete sobre o papel do companheiro, Pedro Curvello


06/08/2020 | 16:10


Nathalia Dill está de mãos dadas - e firmes - com a maternidade. Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz revelou que está lendo bastante sobre o assunto e que isso a inspirou a criar o Mamãe de Primeira Live, um projeto de lives que serão feitas em seu perfil do Instagram.

- Estou muito mergulhada nesse universo da maternidade, lendo, conversando com outras mães. Tanto eu quanto Pedro [Curvello, músico e companheiro de Nathalia] estamos nos preparando muito para a chegada da nossa filha. Ao fazer isso, percebi que há tanto para se falar sobre esse assunto. Maternidade é uma experiência ainda envolvida em muitos tabus. Tem a expectativa de como a mãe deve agir ou ser, tem a questão do puerpério, como exercer uma maternidade livre e real... E pelo que vejo do Pedro pesquisar e estudar, há isso também em relação à paternidade. Nós dois queremos estar ali com nossa filha, criando-a. Ele não será um ajudante, é o pai dela e deve exercer a paternidade de maneira ampla. Conversando com outras amigas, percebi que esse é um assunto que rende muito, que as pessoas querem falar sobre. Pensei, então, em começar com as lives no meu Instagram para trocar sobre isso: preparação, maternidade... Estou muito empolgada, confessou.

A primeira live acontece nesta quinta-feira, dia 6, às 18 horas. Nesse meio tempo, a artista tenta lidar com o fato de estar grávida durante uma pandemia.

- Estou vivendo cada momento de uma maneira bem presente, e isso é muito bom. Ver essas mudanças acontecerem, recebê-las. É muito especial. A parte difícil é não conseguir compartilhar isso com minha família pessoalmente. Nos falamos, claro, mas eles estão acompanhando de longe porque, no momento, não tem como ser diferente.

A atriz declarou que faz questão de ensinar para a filha sobre o feminismo.

- Quero que ela desde cedo entenda que o fato de ela ser menina não é impedimento para fazer nada. Tem um livro da Chimamanda muito bom chamado Para educar crianças feministas: Um manifesto, que traz essas questões e ajudam a refletir muito sobre como podemos criar crianças para que não vejam as limitações que, muitas vezes, a sociedade impõe. Ensine a ela que papéis de gênero são totalmente absurdos. Nunca lhe diga para fazer ou deixar de fazer alguma coisa porque você é menina. Por que você é menina nunca é razão para nada. Jamais, escreveu Chimamana. E acho que esse é um ensinamento fundamental.

Nathalia também citou algumas mudanças físicas que vieram com a gravidez.

- Eu sempre dormi muito bem, mas agora sinto ainda mais sono (risos). Ando um pouco esquecida das coisas, o que é engraçado. Às vezes, marco algo e, se não me ajudam a lembrar, acabo esquecendo. Ainda bem que tem sempre alguém por perto me ajudando. [...] E tem a mudança no corpo, a mudança física. Minha barriga ainda não está muito grande, mas já vejo ela ali. É muito mágico ver essa transformação acontecendo dia a dia.

Encontro

A artista ainda participou do programa Encontro com Fátima Bernardes na manhã desta quinta-feira, dia 6. No bate-papo, a atriz revelou que sofreu muitos enjoos no início da gestação, chegando a emagrecer três quilos por causa disso.

- O início foi muito difícil, fiquei bastante enjoada, cansada. Não conseguia fazer nada. Então o Pedro fez tudo, coitado. Já tem um mês que estou melhor. Fiquei impressionada de ver o meu corpo diferente, de não fazer as coisas que eu queria. Realmente fiquei bem diferente. E muito enjoo. A peixe, temperos mais fortes, óleo de coco. Coisas que eu adorava.

Grávida de quatro meses, Nathalia ainda não tem muitos desejos.

- Comecei a comer mais agora. Mas tenho muita vontade de massa, macarrão, biscoito. Vou indo bem para o que eu comi na infância. Muito carboidrato.

A bebê da atriz, uma menina, está prevista para dezembro - e Nathalia já sabe o que quer para o futuro da filha.

- Espero que minha filha cresça em um mundo mais livre, mais poderoso, que ela se sinta mais poderosa.

Fofa, né?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;