Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

População ocupada recua em 8,876 milhões de pessoas em 1 trimestre, diz IBGE



06/08/2020 | 12:24


O País registrou uma perda recorde de 8,876 milhões de pessoas ocupadas no mercado de trabalho em apenas um trimestre, enquanto 59 mil deixaram o contingente de desempregados. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta quinta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego passou de 12,2% no trimestre encerrado em março para 13,2% no trimestre terminado em junho.

"Menos da metade da população em idade de trabalhar está ocupada", ressaltou Adriana Beringuy, analista da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE.

A população ocupada desceu ao menor patamar da série histórica iniciada em 2012, com 83,347 milhões de pessoas.

A taxa de desemprego só não subiu ainda mais porque houve um salto de 15,6% no número de pessoas na inatividade.

A população inativa alcançou o auge de 77,81 milhões no trimestre encerrado em junho, 10,5 milhões a mais que no trimestre anterior.

O nível da ocupação - porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar - caiu de 53,5% no trimestre encerrado em março para 47,9% no trimestre até junho de 2020, o menor da série histórica. No trimestre terminado em junho de 2019, o nível da ocupação era de 54,6%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

População ocupada recua em 8,876 milhões de pessoas em 1 trimestre, diz IBGE


06/08/2020 | 12:24


O País registrou uma perda recorde de 8,876 milhões de pessoas ocupadas no mercado de trabalho em apenas um trimestre, enquanto 59 mil deixaram o contingente de desempregados. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta quinta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego passou de 12,2% no trimestre encerrado em março para 13,2% no trimestre terminado em junho.

"Menos da metade da população em idade de trabalhar está ocupada", ressaltou Adriana Beringuy, analista da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE.

A população ocupada desceu ao menor patamar da série histórica iniciada em 2012, com 83,347 milhões de pessoas.

A taxa de desemprego só não subiu ainda mais porque houve um salto de 15,6% no número de pessoas na inatividade.

A população inativa alcançou o auge de 77,81 milhões no trimestre encerrado em junho, 10,5 milhões a mais que no trimestre anterior.

O nível da ocupação - porcentual de pessoas ocupadas na população em idade de trabalhar - caiu de 53,5% no trimestre encerrado em março para 47,9% no trimestre até junho de 2020, o menor da série histórica. No trimestre terminado em junho de 2019, o nível da ocupação era de 54,6%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;