Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Militares brasileiros estão bem após grande explosão em Beirute, diz Marinha



04/08/2020 | 15:03


Após uma forte explosão na região portuária de Beirute, na tarde desta terça-feira, 4, a Marinha do Brasil informou, em nota, que os militares que compõem a Força Tarefa Marítima (FTM), em missão no Líbano, "estão bem e não há feridos".

"A Marinha do Brasil (MB) informa, com relação à explosão ocorrida em Beirute, hoje, que todos os militares componentes da Força Tarefa Marítima (UNIFIL) da MB estão bem e não há feridos", diz o texto divulgado pela assessoria de imprensa da Marinha.

A FTM faz parte da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), que tem por missão monitorar a cessação de hostilidades e o respeito a "Blue Line" - a fronteira entre a República do Líbano e o Estado de Israel - além de apoiar o governo libanês na região do sul do país.

"A Fragata Independência encontra-se operando no mar, normalmente. O navio estava distante do local onde ocorreu a explosão. Outras informações serão passadas tempestivamente", afirma outro trecho da nota da Marinha.

O Ministério da Saúde do país informou que centenas de pessoas ficaram feridas após a explosão. Nas redes sociais, moradores relatam que janelas de edifícios e de casas estilhaçaram.

A explosão danificou edifícios, casas e escritórios em seu entorno. Segundo a agência de notícias estatal, a fonte da explosão foi um incêndio em um armazém de fogos de artifício perto do porto, mas as causas não foram esclarecidas.

Imagens mostram uma enorme nuvem vermelha no céu da capital minutos após a explosão, enquanto bombeiros e forças de segurança iam para o local tentar apagar o fogo e reduzir os danos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Militares brasileiros estão bem após grande explosão em Beirute, diz Marinha


04/08/2020 | 15:03


Após uma forte explosão na região portuária de Beirute, na tarde desta terça-feira, 4, a Marinha do Brasil informou, em nota, que os militares que compõem a Força Tarefa Marítima (FTM), em missão no Líbano, "estão bem e não há feridos".

"A Marinha do Brasil (MB) informa, com relação à explosão ocorrida em Beirute, hoje, que todos os militares componentes da Força Tarefa Marítima (UNIFIL) da MB estão bem e não há feridos", diz o texto divulgado pela assessoria de imprensa da Marinha.

A FTM faz parte da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), que tem por missão monitorar a cessação de hostilidades e o respeito a "Blue Line" - a fronteira entre a República do Líbano e o Estado de Israel - além de apoiar o governo libanês na região do sul do país.

"A Fragata Independência encontra-se operando no mar, normalmente. O navio estava distante do local onde ocorreu a explosão. Outras informações serão passadas tempestivamente", afirma outro trecho da nota da Marinha.

O Ministério da Saúde do país informou que centenas de pessoas ficaram feridas após a explosão. Nas redes sociais, moradores relatam que janelas de edifícios e de casas estilhaçaram.

A explosão danificou edifícios, casas e escritórios em seu entorno. Segundo a agência de notícias estatal, a fonte da explosão foi um incêndio em um armazém de fogos de artifício perto do porto, mas as causas não foram esclarecidas.

Imagens mostram uma enorme nuvem vermelha no céu da capital minutos após a explosão, enquanto bombeiros e forças de segurança iam para o local tentar apagar o fogo e reduzir os danos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;