Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Times alemães aprovam volta de torcida em estádios e aguardam aval de autoridades

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/08/2020 | 14:26


Os 36 clubes que participam da primeira e segunda divisões do Campeonato Alemão aprovaram nesta terça-feira o plano apresentado pela empresa que organiza as competições, a Liga de Futebol Alemã (DFL, na sigla em alemão), para possibilitar o retorno do público aos estádios já no dia 18 de setembro, quando a temporada 2020/2021 será iniciada.

O sinal verde para isso, no entanto, não garante que haverá torcedores nos primeiros jogos da próxima temporada, já que a autorização depende das autoridades regionais e do governo da Alemanha, diante da evolução da pandemia do novo coronavírus, que provoca a covid-19.

O presidente-executivo da DFL, Christian Seifert, disse que a possibilidade de torcedores nos estádios depende unicamente dos líderes políticos que dão o aval. Os ministros da Saúde de cada Estado alemão devem se reunir na próxima semana. "Quando e quantos espectadores serão autorizados a entrar nos estádios não é uma decisão da DFL. Nós não esperamos nada nem exigimos nada, mas estamos preparados para isso", disse o dirigente em entrevista por videoconferência nesta terça-feira.

O plano da entidade prevê que não haverá reserva de ingressos para os visitantes, eliminação de setores onde o público pode permanecer em pé - como na famosa "Muralha Amarela" no estádio do Borussia Dortmund - e a proibição da venda de álcool nos estádios. Além disso, todas as entradas para as partidas deverão ser personalizadas e intransferíveis para que os detentores dos bilhetes possam ser identificados em caso de eventuais contágios pelo novo coronavírus.

Nesta terça-feira, o Instituto Robert Koch, referência em epidemiologia na Alemanha, divulgou que o país registrou mais 879 resultados positivos em testes para a covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número de casos ativos para cerca de 8,1 mil. Enquanto isso, o número de mortes passou a ser 9.156 desde o início da pandemia, oito a mais que no dia anterior.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Times alemães aprovam volta de torcida em estádios e aguardam aval de autoridades


04/08/2020 | 14:26


Os 36 clubes que participam da primeira e segunda divisões do Campeonato Alemão aprovaram nesta terça-feira o plano apresentado pela empresa que organiza as competições, a Liga de Futebol Alemã (DFL, na sigla em alemão), para possibilitar o retorno do público aos estádios já no dia 18 de setembro, quando a temporada 2020/2021 será iniciada.

O sinal verde para isso, no entanto, não garante que haverá torcedores nos primeiros jogos da próxima temporada, já que a autorização depende das autoridades regionais e do governo da Alemanha, diante da evolução da pandemia do novo coronavírus, que provoca a covid-19.

O presidente-executivo da DFL, Christian Seifert, disse que a possibilidade de torcedores nos estádios depende unicamente dos líderes políticos que dão o aval. Os ministros da Saúde de cada Estado alemão devem se reunir na próxima semana. "Quando e quantos espectadores serão autorizados a entrar nos estádios não é uma decisão da DFL. Nós não esperamos nada nem exigimos nada, mas estamos preparados para isso", disse o dirigente em entrevista por videoconferência nesta terça-feira.

O plano da entidade prevê que não haverá reserva de ingressos para os visitantes, eliminação de setores onde o público pode permanecer em pé - como na famosa "Muralha Amarela" no estádio do Borussia Dortmund - e a proibição da venda de álcool nos estádios. Além disso, todas as entradas para as partidas deverão ser personalizadas e intransferíveis para que os detentores dos bilhetes possam ser identificados em caso de eventuais contágios pelo novo coronavírus.

Nesta terça-feira, o Instituto Robert Koch, referência em epidemiologia na Alemanha, divulgou que o país registrou mais 879 resultados positivos em testes para a covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número de casos ativos para cerca de 8,1 mil. Enquanto isso, o número de mortes passou a ser 9.156 desde o início da pandemia, oito a mais que no dia anterior.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;