Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

São Caetano inicia estratégia para retomada econômica

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Parceria entre a prefeitura e a USCS irá mapear, em primeiro momento, as dificuldades feitas pelas empresas durante a pandemia pelo novo coronavírus


Da Redação

04/08/2020 | 11:49


Os impactos ocasionados pela pandemia do novo coronavírus não ficaram apenas no setor da Saúde. A economia foi também drasticamente atingida. A fim de retomar o setor, São Caetano inicia um plano para conhecer os impactos sobre empresas, empreendedores e trabalhadores e estabelecer as ações mais eficazes para a retomada das atividades. A estratégia é realizada pela Prefeitura em parceria com a Agência de Inovação da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul).

A primeira etapa da iniciativa é mapear as dificuldades das empresas. Para tanto, já está disponível uma pesquisa on-line para todos agentes de economia, no site https://pt.surveymonkey.com/r/impactoSCSCovid19.

A proposta é estabelecer um ambiente de medidas inovadoras que podem ser aplicadas na cidade, com intuito de recuperação econômica após os impactos do novo coronavírus. “Vamos buscar entender como a Universidade e a Prefeitura poderão atuar para superarmos a crise”, afirma o ex-reitor da USCS e um dos líderes do projeto, Marcos Bassi,.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento, Fernando Trincado, a ação tem aval do Comdec (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) e pretende respostas rápidas. “A pesquisa é importante para definirmos estratégias certeiras, o que faz ganharmos em agilidade”, diz Trincado.

O questionário on-line deverá ficar no ar durante um mês. O plano inclui, ainda, consultoria de inovação para a iniciativa privada e o poder público, estímulo tecnológico para atividades de P&D e empreendedorismo, e oferta de cursos e palestras relacionados à nova economia, entre outras medidas. O grupo é liderado, além de Bassi e Trincado, pelo subsecretário municipal de Tecnologia e Inovação, Luiz Gustavo Morcelli.

Bassi entende que muitas das relações no meio corporativo terão mudanças definitivas. “Trabalho remoto, soluções digitais para questões administrativas e de atendimento ao consumidor, modelos de gestão e contratação estão mudando. Temos de ter o mapeamento da profundidade dessa transformação”, afirma o ex-reitor. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano inicia estratégia para retomada econômica

Parceria entre a prefeitura e a USCS irá mapear, em primeiro momento, as dificuldades feitas pelas empresas durante a pandemia pelo novo coronavírus

Da Redação

04/08/2020 | 11:49


Os impactos ocasionados pela pandemia do novo coronavírus não ficaram apenas no setor da Saúde. A economia foi também drasticamente atingida. A fim de retomar o setor, São Caetano inicia um plano para conhecer os impactos sobre empresas, empreendedores e trabalhadores e estabelecer as ações mais eficazes para a retomada das atividades. A estratégia é realizada pela Prefeitura em parceria com a Agência de Inovação da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul).

A primeira etapa da iniciativa é mapear as dificuldades das empresas. Para tanto, já está disponível uma pesquisa on-line para todos agentes de economia, no site https://pt.surveymonkey.com/r/impactoSCSCovid19.

A proposta é estabelecer um ambiente de medidas inovadoras que podem ser aplicadas na cidade, com intuito de recuperação econômica após os impactos do novo coronavírus. “Vamos buscar entender como a Universidade e a Prefeitura poderão atuar para superarmos a crise”, afirma o ex-reitor da USCS e um dos líderes do projeto, Marcos Bassi,.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento, Fernando Trincado, a ação tem aval do Comdec (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) e pretende respostas rápidas. “A pesquisa é importante para definirmos estratégias certeiras, o que faz ganharmos em agilidade”, diz Trincado.

O questionário on-line deverá ficar no ar durante um mês. O plano inclui, ainda, consultoria de inovação para a iniciativa privada e o poder público, estímulo tecnológico para atividades de P&D e empreendedorismo, e oferta de cursos e palestras relacionados à nova economia, entre outras medidas. O grupo é liderado, além de Bassi e Trincado, pelo subsecretário municipal de Tecnologia e Inovação, Luiz Gustavo Morcelli.

Bassi entende que muitas das relações no meio corporativo terão mudanças definitivas. “Trabalho remoto, soluções digitais para questões administrativas e de atendimento ao consumidor, modelos de gestão e contratação estão mudando. Temos de ter o mapeamento da profundidade dessa transformação”, afirma o ex-reitor. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;