Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em assembleia, professores do Rio decidem não retomar aulas presenciais



01/08/2020 | 20:25


Professores de escolas particulares do município do Rio de Janeiro decidiram em assembleia virtual neste sábado, 1, que não vão retomar as aulas presenciais. A prefeitura liberou o retorno na próxima segunda-feira, de forma voluntária, do 4.º ao 9.º ano.

A reunião do Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (SinproRio) contou com a participação de mais de 500 profissionais, que votaram pela "manutenção da greve pela vida".

A proposta é retomar as aulas presenciais apenas com a garantia das autoridades da área de saúde.

"Não nos negamos a trabalhar, e estamos trabalhando muito no teletrabalho, mas estamos em greve pela vida", afirmou o presidente do Sinpro-Rio, Oswaldo Teles, na abertura da assembleia virtual.

Ele ainda ressaltou que "em nenhum lugar do mundo, ocorreu retorno às aulas presenciais com o número de contágios e mortes (beirando as 100 mil) que o Brasil vem sofrendo", segundo comunicado do sindicato.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em assembleia, professores do Rio decidem não retomar aulas presenciais


01/08/2020 | 20:25


Professores de escolas particulares do município do Rio de Janeiro decidiram em assembleia virtual neste sábado, 1, que não vão retomar as aulas presenciais. A prefeitura liberou o retorno na próxima segunda-feira, de forma voluntária, do 4.º ao 9.º ano.

A reunião do Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (SinproRio) contou com a participação de mais de 500 profissionais, que votaram pela "manutenção da greve pela vida".

A proposta é retomar as aulas presenciais apenas com a garantia das autoridades da área de saúde.

"Não nos negamos a trabalhar, e estamos trabalhando muito no teletrabalho, mas estamos em greve pela vida", afirmou o presidente do Sinpro-Rio, Oswaldo Teles, na abertura da assembleia virtual.

Ele ainda ressaltou que "em nenhum lugar do mundo, ocorreu retorno às aulas presenciais com o número de contágios e mortes (beirando as 100 mil) que o Brasil vem sofrendo", segundo comunicado do sindicato.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;