Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Gallo tenta blindar atletas de problemas extracampo

Treinador diz que situações fora das quatro linhas não devem afastar time dos objetivos


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

01/08/2020 | 23:22


Salários atrasados, promessas não cumpridas, investidor que desapareceu. No extracampo a situação não vem sendo favorável para o São Caetano desde o segundo semestre do ano passado. Por outro lado, neste mesmo período conquistou o título da Copa Paulista de 2019, vinha realizando campanha de recuperação na Série A-2 – é o atual sexto colocado – e se prepara para a estreia na Série D do Brasileiro. Sob comando do técnico Alexandre Gallo, uma das orientações é tentar esquecer o que vem acontecendo fora das quatro linhas e alcançar as metas com a bola rolando.

“A gente tenta deixar de lado essa questão do clube, nosso foco e objetivo são futebol. Vamos tentar tratar da melhor forma, para honrar as condições que o São Caetano tem”, declarou Gallo, que substituiu Adãozinho logo no início da Série A-2 (o ídolo havia sido chamado para tapar o buraco deixado por Marcelo Vilar, levado pela Ferroviária).

O Azulão perdeu cinco peças durante a pandemia, sendo duas do time titular: o zagueiro Matheus Salustiano e o atacante Bruno Moraes. Por outro lado, a diretoria tenta fechar com até oito reforços – segundo Gallo, seis já estão certos. Entretanto, nem todos poderão ser inscritos no Estadual e jogarão somente no Nacional. “Reforçamos a equipe não só para o Paulista como para o Brasileiro, dentro das nossas condições e dos nossos limites. Primeiro, com os pés no chão, queremos conquistar classificação (para a segunda fase da A-2). Estamos próximos dela, com respeito aos adversários. Se o trabalho continuar como antes, em ascensão, podemos ser candidatos ao acesso. E o Brasileiro também é situação que o São Caetano busca e, por isso, tem jogadores que vieram e só poderão ser usados nele”, concluiu o treinador.
Ontem, o time anunciou a chegada do atacante Luan Costa, ex-Caldense. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Gallo tenta blindar atletas de problemas extracampo

Treinador diz que situações fora das quatro linhas não devem afastar time dos objetivos

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

01/08/2020 | 23:22


Salários atrasados, promessas não cumpridas, investidor que desapareceu. No extracampo a situação não vem sendo favorável para o São Caetano desde o segundo semestre do ano passado. Por outro lado, neste mesmo período conquistou o título da Copa Paulista de 2019, vinha realizando campanha de recuperação na Série A-2 – é o atual sexto colocado – e se prepara para a estreia na Série D do Brasileiro. Sob comando do técnico Alexandre Gallo, uma das orientações é tentar esquecer o que vem acontecendo fora das quatro linhas e alcançar as metas com a bola rolando.

“A gente tenta deixar de lado essa questão do clube, nosso foco e objetivo são futebol. Vamos tentar tratar da melhor forma, para honrar as condições que o São Caetano tem”, declarou Gallo, que substituiu Adãozinho logo no início da Série A-2 (o ídolo havia sido chamado para tapar o buraco deixado por Marcelo Vilar, levado pela Ferroviária).

O Azulão perdeu cinco peças durante a pandemia, sendo duas do time titular: o zagueiro Matheus Salustiano e o atacante Bruno Moraes. Por outro lado, a diretoria tenta fechar com até oito reforços – segundo Gallo, seis já estão certos. Entretanto, nem todos poderão ser inscritos no Estadual e jogarão somente no Nacional. “Reforçamos a equipe não só para o Paulista como para o Brasileiro, dentro das nossas condições e dos nossos limites. Primeiro, com os pés no chão, queremos conquistar classificação (para a segunda fase da A-2). Estamos próximos dela, com respeito aos adversários. Se o trabalho continuar como antes, em ascensão, podemos ser candidatos ao acesso. E o Brasileiro também é situação que o São Caetano busca e, por isso, tem jogadores que vieram e só poderão ser usados nele”, concluiu o treinador.
Ontem, o time anunciou a chegada do atacante Luan Costa, ex-Caldense. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;