Fechar
Publicidade

Sábado, 20 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Confusão marca a venda de ingresso em Joanesburgo


Anderson Fattori
Com Agências

29/05/2010 | 07:00


Cena bastante corriqueira nas vésperas dos grandes jogos no Brasil foi vista ontem, na África do Sul, quando foi comercializado o último lote de ingressos para os jogos da Copa do Mundo. A falta de organização transformou a venda dos bilhetes em grande confusão generalizada. No bairro de Sandton, em Joanesburgo, um dos principais pontos de venda, a polícia teve que intervir.

Cerca de 4.000 pessoas se aglomeraram na porta de um prédio de dois andares que estava comercializando os bilhetes. Alguns, inclusive, estavam na fila há pelo menos dois dias e receberam senhas para comprar os ingressos. O problema é que logo depois do início das vendas, o sistema parou de funcionar e as pessoas passaram a tumultuar a entrada do local exigindo que a porta fosse aberta.

Já em Soweto, lugar onde há a maior concentração de admiradores do futebol no País, também houve problemas, mas em proporção menores. A fila continha cerca de 200 torcedores e também teve princípio de tumulto.

Segundo a Fifa, ainda existem cerca de 160 mil entradas para todos as partidas do Mundial. Além dos pontos de vendas disponibilizados na África do Sul, também é possível comprar os bilhetes por meio do site da Fifa (www.fifa.com). Os valores variam de R$ 40 até R$ 1.575 - preço cobrado para o bilhete da final do Mundial, em setor privilegiado do estádio Soccer City, em Joanesburgo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Confusão marca a venda de ingresso em Joanesburgo

Anderson Fattori
Com Agências

29/05/2010 | 07:00


Cena bastante corriqueira nas vésperas dos grandes jogos no Brasil foi vista ontem, na África do Sul, quando foi comercializado o último lote de ingressos para os jogos da Copa do Mundo. A falta de organização transformou a venda dos bilhetes em grande confusão generalizada. No bairro de Sandton, em Joanesburgo, um dos principais pontos de venda, a polícia teve que intervir.

Cerca de 4.000 pessoas se aglomeraram na porta de um prédio de dois andares que estava comercializando os bilhetes. Alguns, inclusive, estavam na fila há pelo menos dois dias e receberam senhas para comprar os ingressos. O problema é que logo depois do início das vendas, o sistema parou de funcionar e as pessoas passaram a tumultuar a entrada do local exigindo que a porta fosse aberta.

Já em Soweto, lugar onde há a maior concentração de admiradores do futebol no País, também houve problemas, mas em proporção menores. A fila continha cerca de 200 torcedores e também teve princípio de tumulto.

Segundo a Fifa, ainda existem cerca de 160 mil entradas para todos as partidas do Mundial. Além dos pontos de vendas disponibilizados na África do Sul, também é possível comprar os bilhetes por meio do site da Fifa (www.fifa.com). Os valores variam de R$ 40 até R$ 1.575 - preço cobrado para o bilhete da final do Mundial, em setor privilegiado do estádio Soccer City, em Joanesburgo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;