Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Isolamento aumentou desejo do brasileiro de viajar em família

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

29/07/2020 | 10:18


As limitações impostas pela pandemia aumentaram o desejo do brasileiro de viajar. Os hábitos dos turistas, porém, serão um pouco diferentes a partir de agora. Mais cuidados com a higiene pessoal, preferência por destinos domésticos, passeios mais familiares e locais de menor aglomeração aparecem como tendência, de acordo com dados levantados pela pesquisa “Revitalize o seu bem-estar”, encomendada pela Hoteis.com.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Turismo pós-pandemia 

Realizada por meio de entrevistas online entre 15 e 24 de junho, a pesquisa revela que a maioria dos brasileiros (70%) passou a valorizar mais o hábito de viajar após a experiência de confinamento. Metade dos entrevistados afirmou que pretende viajar com mais frequência após o afrouxamento das restrições.

A vivência da pandemia e o aprendizado sobre os cuidados com a saúde, porém, devem impactar em novos hábitos para os turistas brasileiros. Na hora de preparar a bagagem, por exemplo, os produtos de higiene pessoal serão priorizados.

O item de viagem indispensável mais citado foi o álcool gel (81%), à frente da documentação de seguro-viagem (66%) e de acessórios, como óculos de sol e chapéus (63%). Máscaras cirúrgicas (60%), sabonetes (56%) e toalhas com desinfetantes (50%) foram outros produtos de higiene mencionados pela maioria dos entrevistados.

LEIA MAIS: COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA DOS HOTÉIS NO BRASIL E NO MUNDO
COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA NOS PRINCIPAIS DESTINOS DE INVERNO DO BRASIL

Passeios com a família e ao ar livre

Os roteiros também se adaptarão à nova realidade. Após vivenciar um período de afastamento dos familiares, 53% dos entrevistados disseram que irão priorizar passeios com a família e os entes queridos.

Além disso, 46% dos pesquisados afirmaram que pretendem fazer mais programas ao ar livre, e 50% disseram que vão escolher destinos que contribuam para a saúde mental. Já quatro em cada dez respondentes contaram que, na próxima viagem, evitarão frequentar locais com grande aglomeração, como pontos turísticos famosos.

Próxima viagem

De acordo com a pesquisa da Hoteis.com, pouco mais da metade dos brasileiros admite que, apesar de ainda um pouco receosos, estão animados com a possibilidade de fazer uma nova viagem.

Cerca de seis em cada dez entrevistados acreditam que se sentirão plenamente confortáveis para uma nova excursão apenas quando as autoridades confirmarem que a prática é segura – ou, ainda, quando a vacina ter sido desenvolvida.

Além disso, quatro em cada dez pessoas disseram que, na próxima viagem, certamente irão verificar se o seguro de saúde está habilitado para o local de destino.

Destinos em alta

A pesquisa aponta ainda para um aumento das viagens domésticas no futuro: 47% dos entrevistados responderam que pretendem fazer uma viagem pelo Brasil assim que puderem. Apenas 19% afirmaram que desejam passear em outros países.

As cidades litorâneas são as mais cobiçadas no Brasil: Florianópolis (32%), Fortaleza (29%), Recife (23%), Rio de Janeiro (22%) e Salvador (20%) ocupam o topo da lista dos destinos preferidos para as próximas viagens. Mais de seis em cada dez entrevistados pretendem se hospedar em hotéis próximos a praias.

No exterior, Estados Unidos (39%), Portugal (36%), Itália (24%) e França (19%) foram os países mais citados pelos brasileiros como próximo destino . Nova York (31%), Lisboa (30%), Paris (28%) e Roma (23%) são as cidades que tiveram maior número de menções.

Os lugares mais seguros para turistas na Europa

A pandemia do novo coronavírus mexeu com o todo o planeta, impactando diversas áreas. Com o turismo não foi diferente, já que os viajantes do mundo inteiro precisaram modificar seu planos.

Entretanto, há alguns locais em que a situação está sob controle. Por isso, o site European Best Destinations, que visa promover o turismo na Europa, listou quais são os países mais seguros para conhecer após a pandemia.

Confira aqui quais foram os destinos apontados pelo site.

  • Crédito: Pixabay
    Açores (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Açores (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Alentejo (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Alentejo (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Algarve (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Algarve (Portugal)
  • Crédito: PIxabay
    Batumi (Geórgia)
  • Crédito: PIxabay
    Batumi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Bohinj (Eslovênia)
  • Crédito: Pixabay
    Bohinj (Eslovênia)
  • Crédito: Piaxabay
    Cavtat (Croácia)
  • Crédito: Piaxabay
    Cavtat (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Corfu (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Corfu (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Gdansk (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Gdansk (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Divulgação/André Carvalho
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Divulgação/VisitMadeira
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Kotor (Montenegro)
  • Crédito: Pixabay
    Kotor (Montenegro)
  • Crédito: Pixabay
    Wild Tainga (na foto, Kuhmo, na Finlândia)
  • Crédito: Pixabay
    Malta
  • Crédito: Pixabay
    Malta
  • Crédito: Pixabay
    Oradea (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Oradea (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Preveza (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Riga (Letônia)
  • Crédito: Pixabay
    Riga (Letônia)
  • Crédito: Pixabay
    Rijeka (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Rijeka (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Sibiu (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Sibiu (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Tbilisi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Tbilisi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Varsóvia (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Varsóvia (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Viena (Áustria)
  • Crédito: Pixabay
    Viena (Áustria)
  • Crédito: Pixabay
    Vilnius (Lituânia)
  • Crédito: Pixabay
    Vilnius (Lituânia)
  • Crédito: Pixabay
    Zagreb (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Zagreb (Croácia)


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Isolamento aumentou desejo do brasileiro de viajar em família

Redação
Do Rota de Férias

29/07/2020 | 10:18


As limitações impostas pela pandemia aumentaram o desejo do brasileiro de viajar. Os hábitos dos turistas, porém, serão um pouco diferentes a partir de agora. Mais cuidados com a higiene pessoal, preferência por destinos domésticos, passeios mais familiares e locais de menor aglomeração aparecem como tendência, de acordo com dados levantados pela pesquisa “Revitalize o seu bem-estar”, encomendada pela Hoteis.com.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Turismo pós-pandemia 

Realizada por meio de entrevistas online entre 15 e 24 de junho, a pesquisa revela que a maioria dos brasileiros (70%) passou a valorizar mais o hábito de viajar após a experiência de confinamento. Metade dos entrevistados afirmou que pretende viajar com mais frequência após o afrouxamento das restrições.

A vivência da pandemia e o aprendizado sobre os cuidados com a saúde, porém, devem impactar em novos hábitos para os turistas brasileiros. Na hora de preparar a bagagem, por exemplo, os produtos de higiene pessoal serão priorizados.

O item de viagem indispensável mais citado foi o álcool gel (81%), à frente da documentação de seguro-viagem (66%) e de acessórios, como óculos de sol e chapéus (63%). Máscaras cirúrgicas (60%), sabonetes (56%) e toalhas com desinfetantes (50%) foram outros produtos de higiene mencionados pela maioria dos entrevistados.

LEIA MAIS: COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA DOS HOTÉIS NO BRASIL E NO MUNDO
COMO ESTÁ SENDO A REABERTURA NOS PRINCIPAIS DESTINOS DE INVERNO DO BRASIL

Passeios com a família e ao ar livre

Os roteiros também se adaptarão à nova realidade. Após vivenciar um período de afastamento dos familiares, 53% dos entrevistados disseram que irão priorizar passeios com a família e os entes queridos.

Além disso, 46% dos pesquisados afirmaram que pretendem fazer mais programas ao ar livre, e 50% disseram que vão escolher destinos que contribuam para a saúde mental. Já quatro em cada dez respondentes contaram que, na próxima viagem, evitarão frequentar locais com grande aglomeração, como pontos turísticos famosos.

Próxima viagem

De acordo com a pesquisa da Hoteis.com, pouco mais da metade dos brasileiros admite que, apesar de ainda um pouco receosos, estão animados com a possibilidade de fazer uma nova viagem.

Cerca de seis em cada dez entrevistados acreditam que se sentirão plenamente confortáveis para uma nova excursão apenas quando as autoridades confirmarem que a prática é segura – ou, ainda, quando a vacina ter sido desenvolvida.

Além disso, quatro em cada dez pessoas disseram que, na próxima viagem, certamente irão verificar se o seguro de saúde está habilitado para o local de destino.

Destinos em alta

A pesquisa aponta ainda para um aumento das viagens domésticas no futuro: 47% dos entrevistados responderam que pretendem fazer uma viagem pelo Brasil assim que puderem. Apenas 19% afirmaram que desejam passear em outros países.

As cidades litorâneas são as mais cobiçadas no Brasil: Florianópolis (32%), Fortaleza (29%), Recife (23%), Rio de Janeiro (22%) e Salvador (20%) ocupam o topo da lista dos destinos preferidos para as próximas viagens. Mais de seis em cada dez entrevistados pretendem se hospedar em hotéis próximos a praias.

No exterior, Estados Unidos (39%), Portugal (36%), Itália (24%) e França (19%) foram os países mais citados pelos brasileiros como próximo destino . Nova York (31%), Lisboa (30%), Paris (28%) e Roma (23%) são as cidades que tiveram maior número de menções.

Os lugares mais seguros para turistas na Europa

A pandemia do novo coronavírus mexeu com o todo o planeta, impactando diversas áreas. Com o turismo não foi diferente, já que os viajantes do mundo inteiro precisaram modificar seu planos.

Entretanto, há alguns locais em que a situação está sob controle. Por isso, o site European Best Destinations, que visa promover o turismo na Europa, listou quais são os países mais seguros para conhecer após a pandemia.

Confira aqui quais foram os destinos apontados pelo site.

  • Crédito: Pixabay
    Açores (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Açores (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Alentejo (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Alentejo (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Algarve (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Algarve (Portugal)
  • Crédito: PIxabay
    Batumi (Geórgia)
  • Crédito: PIxabay
    Batumi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Bohinj (Eslovênia)
  • Crédito: Pixabay
    Bohinj (Eslovênia)
  • Crédito: Piaxabay
    Cavtat (Croácia)
  • Crédito: Piaxabay
    Cavtat (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Corfu (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Corfu (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Gdansk (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Gdansk (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Divulgação/André Carvalho
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Divulgação/VisitMadeira
    Ilha da Madeira (Portugal)
  • Crédito: Pixabay
    Kotor (Montenegro)
  • Crédito: Pixabay
    Kotor (Montenegro)
  • Crédito: Pixabay
    Wild Tainga (na foto, Kuhmo, na Finlândia)
  • Crédito: Pixabay
    Malta
  • Crédito: Pixabay
    Malta
  • Crédito: Pixabay
    Oradea (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Oradea (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Preveza (Grécia)
  • Crédito: Pixabay
    Riga (Letônia)
  • Crédito: Pixabay
    Riga (Letônia)
  • Crédito: Pixabay
    Rijeka (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Rijeka (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Sibiu (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Sibiu (Romênia)
  • Crédito: Pixabay
    Tbilisi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Tbilisi (Geórgia)
  • Crédito: Pixabay
    Varsóvia (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Varsóvia (Polônia)
  • Crédito: Pixabay
    Viena (Áustria)
  • Crédito: Pixabay
    Viena (Áustria)
  • Crédito: Pixabay
    Vilnius (Lituânia)
  • Crédito: Pixabay
    Vilnius (Lituânia)
  • Crédito: Pixabay
    Zagreb (Croácia)
  • Crédito: Pixabay
    Zagreb (Croácia)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;