Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Contra polarização, Mario de Abreu se aproxima de Demarchi

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vereador afastado conversa com pré-candidato do PSL à Prefeitura de S.Bernardo, trata sobre vice e elogia o político: ‘Opção a PT e PSDB’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

17/07/2020 | 00:01


O pré-candidato a prefeito de São Bernardo pelo PSL, vereador Rafael Demarchi, e o parlamentar afastado Mario de Abreu (PDT) iniciaram processo de aproximação política. Ambos conversaram sobre a possibilidade de Abreu estar no palanque de Demarchi na eleição deste ano. O diálogo envolveu até mesmo uma indicação do pedetista como vice.

O Diário apurou que as conversas esquentaram nas últimas semanas, ao passo que a pré-campanha de Demarchi passou a avançar – o parlamentar se coloca como alternativa ao prefeito Orlando Morando (PSDB), que tentará a reeleição, e ao ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que busca retornar ao Paço. Demarchi também tem levantado a bandeira do setor econômico em meio à pandemia, dizendo ser possível conciliar a economia com as medidas sanitárias para conter a disseminação da Covid-19.

Em um desses diálogos, o tema vice foi tratado. Abreu teria sugerido que poderia contribuir como número dois da chapa.

O senão dessa negociação, porém, é a questão judicial que envolve Mario de Abreu. Alvo da Operação Barbatanas, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público e pela Polícia Civil, o pedetista responde a processos por suspeita de venda de cargos e de licenças ambientais quando era secretário de Meio Ambiente do governo Morando.

Abreu nega todas as acusações e tem sustentado que sequer condenação em primeira instância recebeu – o caso segue em análise no Judiciário. O vereador, além disso, tenta retomar o mandato em um pedido no STF (Supremo Tribunal Federal) – o político comenta que esse aval jurídico será determinante para seu retorno à vera no processo eleitoral deste ano.

“Realmente conversamos. Falamos sobre a vice também, mas estamos discutindo. Eu avaliei bem o projeto, achei bacana o que ele falou. É uma cara nova para a cidade, uma opção diferente. São Bernardo vive há muitos anos um embate entre PT e PSDB. Vem desde o Mauricio Soares (três vezes prefeito), passou pelo (William) Dib (duas vezes prefeito) e pelo Luiz Marinho (duas vezes prefeito). Agora temos o PSDB de novo (com Morando). É hora de uma pessoa diferente, sem vínculos”, discorreu Abreu, que foi eleito vereador em 2016 ao receber 3.014 votos.

Demarchi também admitiu o diálogo com Abreu. “É importante saber que há pessoas que estão gostando das nossas propostas, dispostas a nos ouvir e nos apoiar. Mostra que estamos conseguindo mostrar que São Bernardo é muito além de só PT e Orlando”, declarou. “Sobre a vice, vamos definir perto das convenções. Temos tempo para avaliar as opções. Mas é importante saber que há lideranças dispostas a nos ajudar nesse sentido.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Contra polarização, Mario de Abreu se aproxima de Demarchi

Vereador afastado conversa com pré-candidato do PSL à Prefeitura de S.Bernardo, trata sobre vice e elogia o político: ‘Opção a PT e PSDB’

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

17/07/2020 | 00:01


O pré-candidato a prefeito de São Bernardo pelo PSL, vereador Rafael Demarchi, e o parlamentar afastado Mario de Abreu (PDT) iniciaram processo de aproximação política. Ambos conversaram sobre a possibilidade de Abreu estar no palanque de Demarchi na eleição deste ano. O diálogo envolveu até mesmo uma indicação do pedetista como vice.

O Diário apurou que as conversas esquentaram nas últimas semanas, ao passo que a pré-campanha de Demarchi passou a avançar – o parlamentar se coloca como alternativa ao prefeito Orlando Morando (PSDB), que tentará a reeleição, e ao ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que busca retornar ao Paço. Demarchi também tem levantado a bandeira do setor econômico em meio à pandemia, dizendo ser possível conciliar a economia com as medidas sanitárias para conter a disseminação da Covid-19.

Em um desses diálogos, o tema vice foi tratado. Abreu teria sugerido que poderia contribuir como número dois da chapa.

O senão dessa negociação, porém, é a questão judicial que envolve Mario de Abreu. Alvo da Operação Barbatanas, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público e pela Polícia Civil, o pedetista responde a processos por suspeita de venda de cargos e de licenças ambientais quando era secretário de Meio Ambiente do governo Morando.

Abreu nega todas as acusações e tem sustentado que sequer condenação em primeira instância recebeu – o caso segue em análise no Judiciário. O vereador, além disso, tenta retomar o mandato em um pedido no STF (Supremo Tribunal Federal) – o político comenta que esse aval jurídico será determinante para seu retorno à vera no processo eleitoral deste ano.

“Realmente conversamos. Falamos sobre a vice também, mas estamos discutindo. Eu avaliei bem o projeto, achei bacana o que ele falou. É uma cara nova para a cidade, uma opção diferente. São Bernardo vive há muitos anos um embate entre PT e PSDB. Vem desde o Mauricio Soares (três vezes prefeito), passou pelo (William) Dib (duas vezes prefeito) e pelo Luiz Marinho (duas vezes prefeito). Agora temos o PSDB de novo (com Morando). É hora de uma pessoa diferente, sem vínculos”, discorreu Abreu, que foi eleito vereador em 2016 ao receber 3.014 votos.

Demarchi também admitiu o diálogo com Abreu. “É importante saber que há pessoas que estão gostando das nossas propostas, dispostas a nos ouvir e nos apoiar. Mostra que estamos conseguindo mostrar que São Bernardo é muito além de só PT e Orlando”, declarou. “Sobre a vice, vamos definir perto das convenções. Temos tempo para avaliar as opções. Mas é importante saber que há lideranças dispostas a nos ajudar nesse sentido.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;