Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pretinho escolhido, cenário indefinido


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/07/2020 | 00:01


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), indicou o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), como seu futuro candidato à sucessão. Também definiu que a ex-deputada e ex-secretária de Habitação Regina Gonçalves (PV) será a vice. Embora o alto comando do Paço e servidores que circulam nesse meio estejam difundindo a chapa governista, partidos de sustentação têm encontrado resistência entre seus filiados para levar a dobrada Pretinho-Regina. Teve um partido que organizou reunião com pastores de igrejas evangélicas recentemente. Precisou terminar o encontro com compromisso de levar a Lauro a indignação pela escolha. Não à toa tem crescido, nos bastidores, movimento para mudança da chapa, algo que Lauro e seus mais fiéis aliados lutam para evitar.

Silêncio
A dificuldade em digerir a chapa Pretinho do Água Santa (DEM) e Regina Gonçalves (PV) persiste no núcleo do deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos). Ex-vice do prefeito Lauro Michels (PV), Márcio declinou de ser ele o candidato à sucessão, fato que chateou o verde. Depois, evitou declarar publicamente apoio a Pretinho, o que tem revoltado o prefeito. Agora, pessoas próximas a Márcio iniciaram movimento nas redes sociais a favor da reeleição do filho do deputado, o vereador Márcio Júnior (Podemos). Sem citações a Pretinho.

Área verde
Está na mesa da juíza Ida Inês Del Cid, da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo, o processo movido pelo Ministério Público para embargar a construção de uma unidade do Grupo Bem Barato em área verde que, no passado, pertencia à antiga Fiação e Tecelagem Tognato. Ao analisar o pedido de liminar, Ida determinou que as partes – Bem Barato e Prefeitura de São Bernardo – enviassem documentação sobre o processo de licenciamento da intervenção. Os documentos foram anexados e estão à espera de avaliação da magistrada.

CPI das Quarteirizações
A CPI das Quarteirizações, da qual o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) é relator, aprovou ontem convites a representantes do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e do MPC (Ministério Público de Contas) para detalharem como é feita a apuração sobre o repasse dos serviços de tercerizadas contratadas pelo poder público a uma outra firma. Os requerimentos foram de autoria de Thiago. “Acredito que ouvir esses órgãos é uma importante forma de nortear as diligências de apuração da CPI”, considerou o parlamentar estadual.

Vereador com Covid-19
O vereador Marcel Munhoz (Cidadania), de São Caetano, testou positivo para a Covid-19, bem como 16 servidores do Legislativo. O cenário fez com que o presidente da casa, Pio Mielo (PSDB), mudasse o planejamento. Havia estimativa de que em agosto as sessões presenciais fossem realizadas. A tendência, agora, é postergar o regresso. O diagnóstico de Marcel foi o primeiro de um parlamentar de São Caetano a ser oficializado publicamente.

Título fora – 1
A Câmara de São Bernardo aprovou ontem projeto de resolução formulado pelos vereadores Toninho Tavares e Ary de Oliveira, ambos tucanos, que permite a entrega de medalhas e títulos de cidadão são-bernardense fora das dependências do Legislativo enquanto perdurar a quarentena devido à pandemia do novo coronavírus.

Título fora – 2
A Câmara de São Bernardo decidiu suspender as sessões solenes – entre elas a de entrega de títulos de cidadão – para evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19. A proposta de Toninho Tavares e Ary de Oliveira não foi bem digerida por servidores da casa, que temem a falta de condições sanitárias em estabelecimentos que não sejam as dependências da Câmara. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;