Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pretinho escolhido, cenário indefinido


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/07/2020 | 00:01


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), indicou o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), como seu futuro candidato à sucessão. Também definiu que a ex-deputada e ex-secretária de Habitação Regina Gonçalves (PV) será a vice. Embora o alto comando do Paço e servidores que circulam nesse meio estejam difundindo a chapa governista, partidos de sustentação têm encontrado resistência entre seus filiados para levar a dobrada Pretinho-Regina. Teve um partido que organizou reunião com pastores de igrejas evangélicas recentemente. Precisou terminar o encontro com compromisso de levar a Lauro a indignação pela escolha. Não à toa tem crescido, nos bastidores, movimento para mudança da chapa, algo que Lauro e seus mais fiéis aliados lutam para evitar.

Silêncio
A dificuldade em digerir a chapa Pretinho do Água Santa (DEM) e Regina Gonçalves (PV) persiste no núcleo do deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos). Ex-vice do prefeito Lauro Michels (PV), Márcio declinou de ser ele o candidato à sucessão, fato que chateou o verde. Depois, evitou declarar publicamente apoio a Pretinho, o que tem revoltado o prefeito. Agora, pessoas próximas a Márcio iniciaram movimento nas redes sociais a favor da reeleição do filho do deputado, o vereador Márcio Júnior (Podemos). Sem citações a Pretinho.

Área verde
Está na mesa da juíza Ida Inês Del Cid, da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo, o processo movido pelo Ministério Público para embargar a construção de uma unidade do Grupo Bem Barato em área verde que, no passado, pertencia à antiga Fiação e Tecelagem Tognato. Ao analisar o pedido de liminar, Ida determinou que as partes – Bem Barato e Prefeitura de São Bernardo – enviassem documentação sobre o processo de licenciamento da intervenção. Os documentos foram anexados e estão à espera de avaliação da magistrada.

CPI das Quarteirizações
A CPI das Quarteirizações, da qual o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) é relator, aprovou ontem convites a representantes do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e do MPC (Ministério Público de Contas) para detalharem como é feita a apuração sobre o repasse dos serviços de tercerizadas contratadas pelo poder público a uma outra firma. Os requerimentos foram de autoria de Thiago. “Acredito que ouvir esses órgãos é uma importante forma de nortear as diligências de apuração da CPI”, considerou o parlamentar estadual.

Vereador com Covid-19
O vereador Marcel Munhoz (Cidadania), de São Caetano, testou positivo para a Covid-19, bem como 16 servidores do Legislativo. O cenário fez com que o presidente da casa, Pio Mielo (PSDB), mudasse o planejamento. Havia estimativa de que em agosto as sessões presenciais fossem realizadas. A tendência, agora, é postergar o regresso. O diagnóstico de Marcel foi o primeiro de um parlamentar de São Caetano a ser oficializado publicamente.

Título fora – 1
A Câmara de São Bernardo aprovou ontem projeto de resolução formulado pelos vereadores Toninho Tavares e Ary de Oliveira, ambos tucanos, que permite a entrega de medalhas e títulos de cidadão são-bernardense fora das dependências do Legislativo enquanto perdurar a quarentena devido à pandemia do novo coronavírus.

Título fora – 2
A Câmara de São Bernardo decidiu suspender as sessões solenes – entre elas a de entrega de títulos de cidadão – para evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19. A proposta de Toninho Tavares e Ary de Oliveira não foi bem digerida por servidores da casa, que temem a falta de condições sanitárias em estabelecimentos que não sejam as dependências da Câmara. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pretinho escolhido, cenário indefinido

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/07/2020 | 00:01


O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), indicou o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), como seu futuro candidato à sucessão. Também definiu que a ex-deputada e ex-secretária de Habitação Regina Gonçalves (PV) será a vice. Embora o alto comando do Paço e servidores que circulam nesse meio estejam difundindo a chapa governista, partidos de sustentação têm encontrado resistência entre seus filiados para levar a dobrada Pretinho-Regina. Teve um partido que organizou reunião com pastores de igrejas evangélicas recentemente. Precisou terminar o encontro com compromisso de levar a Lauro a indignação pela escolha. Não à toa tem crescido, nos bastidores, movimento para mudança da chapa, algo que Lauro e seus mais fiéis aliados lutam para evitar.

Silêncio
A dificuldade em digerir a chapa Pretinho do Água Santa (DEM) e Regina Gonçalves (PV) persiste no núcleo do deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos). Ex-vice do prefeito Lauro Michels (PV), Márcio declinou de ser ele o candidato à sucessão, fato que chateou o verde. Depois, evitou declarar publicamente apoio a Pretinho, o que tem revoltado o prefeito. Agora, pessoas próximas a Márcio iniciaram movimento nas redes sociais a favor da reeleição do filho do deputado, o vereador Márcio Júnior (Podemos). Sem citações a Pretinho.

Área verde
Está na mesa da juíza Ida Inês Del Cid, da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo, o processo movido pelo Ministério Público para embargar a construção de uma unidade do Grupo Bem Barato em área verde que, no passado, pertencia à antiga Fiação e Tecelagem Tognato. Ao analisar o pedido de liminar, Ida determinou que as partes – Bem Barato e Prefeitura de São Bernardo – enviassem documentação sobre o processo de licenciamento da intervenção. Os documentos foram anexados e estão à espera de avaliação da magistrada.

CPI das Quarteirizações
A CPI das Quarteirizações, da qual o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) é relator, aprovou ontem convites a representantes do TCE (Tribunal de Contas do Estado) e do MPC (Ministério Público de Contas) para detalharem como é feita a apuração sobre o repasse dos serviços de tercerizadas contratadas pelo poder público a uma outra firma. Os requerimentos foram de autoria de Thiago. “Acredito que ouvir esses órgãos é uma importante forma de nortear as diligências de apuração da CPI”, considerou o parlamentar estadual.

Vereador com Covid-19
O vereador Marcel Munhoz (Cidadania), de São Caetano, testou positivo para a Covid-19, bem como 16 servidores do Legislativo. O cenário fez com que o presidente da casa, Pio Mielo (PSDB), mudasse o planejamento. Havia estimativa de que em agosto as sessões presenciais fossem realizadas. A tendência, agora, é postergar o regresso. O diagnóstico de Marcel foi o primeiro de um parlamentar de São Caetano a ser oficializado publicamente.

Título fora – 1
A Câmara de São Bernardo aprovou ontem projeto de resolução formulado pelos vereadores Toninho Tavares e Ary de Oliveira, ambos tucanos, que permite a entrega de medalhas e títulos de cidadão são-bernardense fora das dependências do Legislativo enquanto perdurar a quarentena devido à pandemia do novo coronavírus.

Título fora – 2
A Câmara de São Bernardo decidiu suspender as sessões solenes – entre elas a de entrega de títulos de cidadão – para evitar aglomerações durante a pandemia de Covid-19. A proposta de Toninho Tavares e Ary de Oliveira não foi bem digerida por servidores da casa, que temem a falta de condições sanitárias em estabelecimentos que não sejam as dependências da Câmara. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;