Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após veto, Eloi acusa dirigentes de cobrarem R$ 1 mi por candidatura

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/07/2020 | 00:02


Então pré-candidato ao Paço de Santo André, Erick Eloi acusa os presidentes estadual e municipal do Avante de condicionar a concessão da legenda para o projeto ao pagamento de R$ 1 milhão. A denúncia foi registrada ontem no 1º DP (Centro) de Santo André.

O Avante recuou e desistiu da candidatura de Erick Eloi (ex-PT) ao Paço andreense no pleito deste ano. À tarde, Eloi registrou a queixa. No boletim, informou que os fatos ocorreram “no dia 13 de julho, às 12h45” e que a quantia teria de ser depositada na conta de um dos dois. “Após tal fato, o presidente estadual do Avante deu uma entrevista para a imprensa do Grande ABC retirando a pré-candidatura a prefeito de Erick e o difamando, inclusive para os candidatos a vereador do partido”, diz o relato que consta na denúncia, que foi registrada como difamação. Não há mais detalhes.

Eloi divulgou o caso a apoiadores por meio de nota. “Sabia que gente poderosa, na iminência de perder as vantagens que almejam os que praticam a velha política, poderia usar as armas de sempre, práticas rasteiras e fisiologismo atrasado e reacionário para me tirar da disputa, atitudes que fui vítima, registradas em BO lavrado hoje (ontem) por mim no 1º DP de Santo André.”

Ao Diário, Tavares negou os fatos e contestou Eloi. “Jamais (cobrou pela candidatura), a condição de ele ser candidato era ter planejamento para candidatura dele. Se ele fez a acusação de falso crime, cometeu um crime. E vai ter que provar. Terei prazer em depor e provar que é uma mentira, de uma pessoa desequilibrada. Vislumbrou ser candidato sem as mínimas condições e agora quer jogar isso na minha conta”, disse. Evangelista não foi encontrado para comentar as acusações.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após veto, Eloi acusa dirigentes de cobrarem R$ 1 mi por candidatura

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/07/2020 | 00:02


Então pré-candidato ao Paço de Santo André, Erick Eloi acusa os presidentes estadual e municipal do Avante de condicionar a concessão da legenda para o projeto ao pagamento de R$ 1 milhão. A denúncia foi registrada ontem no 1º DP (Centro) de Santo André.

O Avante recuou e desistiu da candidatura de Erick Eloi (ex-PT) ao Paço andreense no pleito deste ano. À tarde, Eloi registrou a queixa. No boletim, informou que os fatos ocorreram “no dia 13 de julho, às 12h45” e que a quantia teria de ser depositada na conta de um dos dois. “Após tal fato, o presidente estadual do Avante deu uma entrevista para a imprensa do Grande ABC retirando a pré-candidatura a prefeito de Erick e o difamando, inclusive para os candidatos a vereador do partido”, diz o relato que consta na denúncia, que foi registrada como difamação. Não há mais detalhes.

Eloi divulgou o caso a apoiadores por meio de nota. “Sabia que gente poderosa, na iminência de perder as vantagens que almejam os que praticam a velha política, poderia usar as armas de sempre, práticas rasteiras e fisiologismo atrasado e reacionário para me tirar da disputa, atitudes que fui vítima, registradas em BO lavrado hoje (ontem) por mim no 1º DP de Santo André.”

Ao Diário, Tavares negou os fatos e contestou Eloi. “Jamais (cobrou pela candidatura), a condição de ele ser candidato era ter planejamento para candidatura dele. Se ele fez a acusação de falso crime, cometeu um crime. E vai ter que provar. Terei prazer em depor e provar que é uma mentira, de uma pessoa desequilibrada. Vislumbrou ser candidato sem as mínimas condições e agora quer jogar isso na minha conta”, disse. Evangelista não foi encontrado para comentar as acusações.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;