Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na casa de PC Siqueira



14/07/2020 | 12:10


A investigação do caso de suposta pedofilia de PC Siqueira continua. Apesar de as informações estarem em sigilo na Justiça, o portal G1 confirmou que na última segunda-feira, dia 13, a Polícia Civil de São Paulo cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do youtuber.

O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, após vir à tona as acusações.

Desde o surgimento da notícia, ele havia se pronunciado sobre o assunto e se defendeu nas redes sociais. Depois, ele trancou o Instagram, ou seja, ele tem que autorizar novos seguidores para que tenham acesso às suas publicações.

O canal no YouTube que mantinha ainda foi desativado.

Rafinha Bastos e Cauê Moura, que trabalhavam com o youtuber, se pronunciaram também sobre o assunto e anunciaram o fim da parceria, após a polêmica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na casa de PC Siqueira


14/07/2020 | 12:10


A investigação do caso de suposta pedofilia de PC Siqueira continua. Apesar de as informações estarem em sigilo na Justiça, o portal G1 confirmou que na última segunda-feira, dia 13, a Polícia Civil de São Paulo cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do youtuber.

O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, após vir à tona as acusações.

Desde o surgimento da notícia, ele havia se pronunciado sobre o assunto e se defendeu nas redes sociais. Depois, ele trancou o Instagram, ou seja, ele tem que autorizar novos seguidores para que tenham acesso às suas publicações.

O canal no YouTube que mantinha ainda foi desativado.

Rafinha Bastos e Cauê Moura, que trabalhavam com o youtuber, se pronunciaram também sobre o assunto e anunciaram o fim da parceria, após a polêmica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;