Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Opinião: GP da Estíria tem vitória de Hamilton, desastre da Ferrari e novo bom desempenho da McLaren

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leo Alves
Do Garagem360

13/07/2020 | 09:48


Disputado novamente no autódromo Red Bull Ring, o GP da Estíria (ou GP da Áustria parte 2) teve Lewis Hamilton como grande vencedor. O britânico dominou a prova e só perdeu a liderança quando precisou fazer seu pit stop. Seu companheiro de Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas foi o segundo, enquanto Max Verstappen, da Red Bull, foi o terceiro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

GP da Estíria: Hamilton dominante

Por conta da pandemia do coronavírus, pela primeira vez na história da Fórmula 1 duas provas foram disputadas no mesmo circuito. Porém, uma foi completamente diferente da outra. Apagado no primeiro final de semana de 2020, Hamilton foi dominante na corrida de ontem. No sábado ele já tinha conseguido uma excelente classificação, e no domingo ele não foi ameaçado em nenhum momento da prova.

Bottas também não foi mal. Após largar em quarto, soube assegurar a terceira colocação logo no início da corrida. Depois apostou em uma estratégia um pouco diferente, sendo o último dos três ponteiros a parar. Isso permitiu que seus pneus estivessem melhores no final da prova, o que lhe deu vantagem no duelo com Verstappen pelo segundo lugar. O holandês vendeu caro a posição, com os dois protagonizando uma bonita disputa nas voltas finais da prova, com o finlandês se dando melhor.

LEIA MAIS: Ferrari, Bugatti, Porsche e cia.: os carros mais desejados da atualidade

Sorridentes ou surpresos: veja veículos ao redor do mundo que têm “rostos”

Sergio Perez foi outro piloto que fez uma boa prova e poderia ter terminado em quarto com a sua Racing Point, mas quebrou sua asa dianteira na disputa pela posição com Alexander Albon. Se arrastando na última volta, perdeu o quinto lugar na última volta para a McLaren de Lando Norris, e ainda protagonizou uma bela chegada com seu companheiro de equipe Lance Stroll e Daniel Ricciardo da Renault. No fim, mesmo com o bico danificado, teve que se contentar com a sexta colocação.

E por falar em Norris, o britânico brilhou novamente na pista austríaca. Largou em nono, mas fez uma corrida consistente e garantiu um bom quinto lugar. Com isso, a McLaren se despede da Áustria no segundo lugar entre as construtoras, enquanto Lando é o terceiro no campeonato de pilotos. Excelente início de campeonato do time laranja.

Inferno astral ferrarista

Enquanto a McLaren celebra seu melhor início de temporada em seis anos, a Ferrari amarga um difícil começo de temporada. Leclerc até conseguiu um improvável pódio na primeira corrida, mas ontem ele não só acabou com sua corrida, como ainda levou junto seu companheiro de equipe. Logo na terceira curva do circuito, ainda na primeira volta, o monegasco foi afoito e se enfiou em um espaço que não cabia seu carro. Como Vettel estava preso e não podia sair para o outro lado, o contato foi inevitável. Sebastian teve a asa traseira quebrada e abandonou logo no primeiro giro. Charles até tentou seguir, mas encostou seu carro na volta 4.

Classificação da prova

Para compensar o tempo perdido, o circo da F1 arruma suas malas e já vai para a Hungria, onde será disputada a terceira etapa da temporada já neste final de semana. Enquanto a próxima corrida não acontece, confira abaixo como ficou a classificação oficial do GP da Estíria de 2020.

POS NO DRIVER CAR LAPS TIME/RETIRED PTS
1 44 Lewis Hamilton MERCEDES 71 1:22:50.683 25
2 77 Valtteri Bottas MERCEDES 71 +13.719s 18
3 33 Max Verstappen RED BULL RACING HONDA 71 +33.698s 15
4 23 Alexander Albon RED BULL RACING HONDA 71 +44.400s 12
5 4 Lando Norris MCLAREN RENAULT 71 +61.470s 10
6 11 Sergio Perez RACING POINT BWT MERCEDES 71 +62.387s 8
7 18 Lance Stroll RACING POINT BWT MERCEDES 71 +62.453s 6
8 3 Daniel Ricciardo RENAULT 71 +62.591s 4
9 55 Carlos Sainz* MCLAREN RENAULT 70 +1 lap 3
10 26 Daniil Kvyat ALPHATAURI HONDA 70 +1 lap 1
11 7 Kimi Räikkönen ALFA ROMEO RACING FERRARI 70 +1 lap 0
12 20 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 70 +1 lap 0
13 8 Romain Grosjean HAAS FERRARI 70 +1 lap 0
14 99 Antonio Giovinazzi ALFA ROMEO RACING FERRARI 70 +1 lap 0
15 10 Pierre Gasly ALPHATAURI HONDA 70 +1 lap 0
16 63 George Russell WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
17 6 Nicholas Latifi WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
NC 31 Esteban Ocon RENAULT 25 DNF 0
NC 16 Charles Leclerc FERRARI 4 DNF 0
NC 5 Sebastian Vettel FERRARI 1 DNF 0

*OBS: Carlos Sainz marcou um ponto extra por ter feito a volta mais rápida da prova.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Opinião: GP da Estíria tem vitória de Hamilton, desastre da Ferrari e novo bom desempenho da McLaren

Leo Alves
Do Garagem360

13/07/2020 | 09:48


Disputado novamente no autódromo Red Bull Ring, o GP da Estíria (ou GP da Áustria parte 2) teve Lewis Hamilton como grande vencedor. O britânico dominou a prova e só perdeu a liderança quando precisou fazer seu pit stop. Seu companheiro de Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas foi o segundo, enquanto Max Verstappen, da Red Bull, foi o terceiro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

GP da Estíria: Hamilton dominante

Por conta da pandemia do coronavírus, pela primeira vez na história da Fórmula 1 duas provas foram disputadas no mesmo circuito. Porém, uma foi completamente diferente da outra. Apagado no primeiro final de semana de 2020, Hamilton foi dominante na corrida de ontem. No sábado ele já tinha conseguido uma excelente classificação, e no domingo ele não foi ameaçado em nenhum momento da prova.

Bottas também não foi mal. Após largar em quarto, soube assegurar a terceira colocação logo no início da corrida. Depois apostou em uma estratégia um pouco diferente, sendo o último dos três ponteiros a parar. Isso permitiu que seus pneus estivessem melhores no final da prova, o que lhe deu vantagem no duelo com Verstappen pelo segundo lugar. O holandês vendeu caro a posição, com os dois protagonizando uma bonita disputa nas voltas finais da prova, com o finlandês se dando melhor.

LEIA MAIS: Ferrari, Bugatti, Porsche e cia.: os carros mais desejados da atualidade

Sorridentes ou surpresos: veja veículos ao redor do mundo que têm “rostos”

Sergio Perez foi outro piloto que fez uma boa prova e poderia ter terminado em quarto com a sua Racing Point, mas quebrou sua asa dianteira na disputa pela posição com Alexander Albon. Se arrastando na última volta, perdeu o quinto lugar na última volta para a McLaren de Lando Norris, e ainda protagonizou uma bela chegada com seu companheiro de equipe Lance Stroll e Daniel Ricciardo da Renault. No fim, mesmo com o bico danificado, teve que se contentar com a sexta colocação.

E por falar em Norris, o britânico brilhou novamente na pista austríaca. Largou em nono, mas fez uma corrida consistente e garantiu um bom quinto lugar. Com isso, a McLaren se despede da Áustria no segundo lugar entre as construtoras, enquanto Lando é o terceiro no campeonato de pilotos. Excelente início de campeonato do time laranja.

Inferno astral ferrarista

Enquanto a McLaren celebra seu melhor início de temporada em seis anos, a Ferrari amarga um difícil começo de temporada. Leclerc até conseguiu um improvável pódio na primeira corrida, mas ontem ele não só acabou com sua corrida, como ainda levou junto seu companheiro de equipe. Logo na terceira curva do circuito, ainda na primeira volta, o monegasco foi afoito e se enfiou em um espaço que não cabia seu carro. Como Vettel estava preso e não podia sair para o outro lado, o contato foi inevitável. Sebastian teve a asa traseira quebrada e abandonou logo no primeiro giro. Charles até tentou seguir, mas encostou seu carro na volta 4.

Classificação da prova

Para compensar o tempo perdido, o circo da F1 arruma suas malas e já vai para a Hungria, onde será disputada a terceira etapa da temporada já neste final de semana. Enquanto a próxima corrida não acontece, confira abaixo como ficou a classificação oficial do GP da Estíria de 2020.

POS NO DRIVER CAR LAPS TIME/RETIRED PTS
1 44 Lewis Hamilton MERCEDES 71 1:22:50.683 25
2 77 Valtteri Bottas MERCEDES 71 +13.719s 18
3 33 Max Verstappen RED BULL RACING HONDA 71 +33.698s 15
4 23 Alexander Albon RED BULL RACING HONDA 71 +44.400s 12
5 4 Lando Norris MCLAREN RENAULT 71 +61.470s 10
6 11 Sergio Perez RACING POINT BWT MERCEDES 71 +62.387s 8
7 18 Lance Stroll RACING POINT BWT MERCEDES 71 +62.453s 6
8 3 Daniel Ricciardo RENAULT 71 +62.591s 4
9 55 Carlos Sainz* MCLAREN RENAULT 70 +1 lap 3
10 26 Daniil Kvyat ALPHATAURI HONDA 70 +1 lap 1
11 7 Kimi Räikkönen ALFA ROMEO RACING FERRARI 70 +1 lap 0
12 20 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 70 +1 lap 0
13 8 Romain Grosjean HAAS FERRARI 70 +1 lap 0
14 99 Antonio Giovinazzi ALFA ROMEO RACING FERRARI 70 +1 lap 0
15 10 Pierre Gasly ALPHATAURI HONDA 70 +1 lap 0
16 63 George Russell WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
17 6 Nicholas Latifi WILLIAMS MERCEDES 69 +2 laps 0
NC 31 Esteban Ocon RENAULT 25 DNF 0
NC 16 Charles Leclerc FERRARI 4 DNF 0
NC 5 Sebastian Vettel FERRARI 1 DNF 0

*OBS: Carlos Sainz marcou um ponto extra por ter feito a volta mais rápida da prova.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;